Ato racista marca a partida entre Tombense (MG) e Operário (MT), pela Série D

LANCEPRESS! – 07/09/2014 – 21:29 Tombos (MG)

Pouco mais de uma semana depois de atos racistas contra o goleiro Aranha, do Santos, marcarem o futebol brasileiro, um novo episódio de racismo aconteceu neste domingo. Pelo Grupo 6 da Série D, Tombense (MG) e Operário (MT) disputavam a oitava rodada da competição até que, aos 36 minutos do primeiro tempo a partida foi interrompida.

Irritado pelo insultos raciais que vinham da torcida do Tombense, o goleiro Igor, do Operário, se irritou e chutou uma bola em direção à torcida e acabou expulso pelo árbitro. Um princípio de confusão aconteceu no gramado e a partida ficou interrompida por 13 minutos. Exaltado, o goleiro Igor deixou o campo alegando ter sido insultado pelos torcedores diversas vezes.

–  Fui chamado de macaco no aquecimento. Bati um tiro de meta e me xingaram. Bati outro e me chamaram de Aranha – disse Igor à TV Integração.

Duas pessoas foram encaminhadas ao 4º Pelotão da Polícia Militar. Um deles foi reconhecido por Igor como o responsável pelas ofensas. O outro se apresentou como testemunha do torcedor acusado. O goleiro Igor registrou um boletim de ocorrência.

Após a interrupção, o jogo voltou a ser disputado e o Tombense venceu por 2 a 1.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *