Brasil ganhou Mundial Masculino e Feminino de Beach Handball

Hoje o Brasil ganhou Mundial masculino e feminino de Beach Handball!!!

São 4 títulos mundiais masculino e 3 no feminino!!!

PARABÉNS PARA TODOS ATLETAS E COMISSÕES TÉCNICAS!

PARABÉNS também aos colaboradores que organizaram este Mundial de 2014 em Recife!!!

A movimentação é atípica. Desde o início da semana, musas de sotaque diferente desfilam de um lado para o outro na arena montada na praia do Pina, no Recife. São italianas, dinamarquesas, norueguesas, espanholas, argentinas, uruguaias, australianas, norueguesas, tailandesas, ucranianas, além das meninas do Taipei e, claro, das brasileiras. O motivo é a Copa do Mundo de Handebol de Areia.

O torneio começou na última terça-feira e se estende até o próximo domingo. Ao todo, 24 delegações de 12 países estão na capital pernambucana – a competição masculina ocorre simultaneamente. Uma rápida olhada na programação do primeiro dia de jogos ilustra bem o cenário: Uruguai x Taipei; Austrália x Noruega; Hungria x Tailândia; Ucrânia x Argentina; Dinamarca x Espanha; Brasil x Austrália foram alguns dos 24 jogos.

A overdose de partidas – cada uma com apenas 20 minutos (dois tempos de 10 minutos mais prorrogação com gol de ouro se necessário) – é a única forma de suprir a demanda da tabela: serão 112 jogos até domingo com mais de 200 atletas envolvidos. Atração de sobra para um público curioso.

mosaico Mundial de Handebol de Areia  (Foto: Anderson Stevens / Photo&Grafia)Italianas, ucranianas e espanholas embelezam o cenário (Foto: Anderson Stevens / Photo&Grafia)

 

– Eu não entendo de nada não. Só vim para assistir – diz o pequeno Wallace, acompanho do pai na arquibancada da arena principal. A entrada franca contribuiu para o bom público.

O estudante Anderson Rodrigo, vestido com a camisa da Seleção Brasileira de futebol, não perdeu a chance de alfinetar o time de Felipão.

– Aqui dá para usar, né. Dá orgulho. Já no futebol…

O Brasil estreou com vitória tanto no feminino quanto no masculino. As meninas venceram a Austrália e Taipei por 2 sets a 0, enquanto os rapazes bateram Uruguai e Omã pelo mesmo placar.

– São muitas diferenças de jogar o handebol na areia e na quadra. A começar da preparação física e da forma da postura no campo de jogo. Nós jogamos competições de praia, com até três jogos no mesmo dia, isso requer uma preparação diferente. O tempo de jogo é menor, mas em contrapartida, o esforço e desgaste é muito maior. A areia cansa muito. Eu gosto de jogar as duas categorias, não tenho uma preferida – disse a pernambucana e camisa 10 da seleção brasileira, Priscila Annes.

As diferenças da modalidade

O handebol de areia apresenta várias mudanças em relação ao habitual handebol de quadra. Em vez de sete jogadores e contato físico constante, na praia a equipe é formada por apenas quatro atletas – três na linha e um no gol, quase sem nenhum contato.

A pontuação também é diferente nas duas categorias. Na areia, o gol pode valer um ou dois gols. Gols de goleiro e gols de aérea (quando o jogador pega a bola no ar e lança antes de tocar o solo) e o gol de giro (no qual o jogador realiza um giro de 360° no ar e faz o gol) valem dois, os demais gols contabilizam apenas um ponto.

Enquanto na quadra a saída de bola é por sorteio e o jogo pode terminar empatado, na areia o início do jogo é autorizado pelo árbitro, que lança a bola ao alto e dois jogadores a disputam. A partida não pode terminar empatada. Se acontecer, a prorrogação com gol de ouro decide o vencedor.

‪#‎BrasilHandebol‬
‪#‎BrasilHandball‬

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *