Campeonato Brasileiro Série C

Câmara aprova ingressos populares em estádios

Por: Marciele Brum

A aprovação da MP 671/15 garante a prorrogação da Lei de Incentivo ao Esporte até 2022, beneficiando projetos sociais em todo o país. Emendas dos deputados do PCdoB João Derly (RS) e Orlando Silva (SP) garantem maior estímulo ao esporte.

Reprodução da Internet
Medida Provisória facilita acesso da população em estádios e clubes

Depois de parlamentares do PCdoB fazerem grande esforço para se chegar a um consenso, o Plenário da Câmara dos Deputados aprovou na noite de terça-feira (7) a Medida Provisória 671/15, conhecida como MP do Futebol. Para manter a validade, a proposta terá de ser apreciada pelo Senado até a próxima semana.

Graças à emenda do vice-líder do governo, deputado Orlando Silva (PCdoB-SP), ficou assegurado a exigência de uma cota de ingressos populares para campeonatos nacionais e regionais a ser definida pelos clubes com base na arrecadação. As autoridades do futebol fiscalizarão o cumprimento da regra. ”Ao mesmo tempo em que estamos fortalecendo o nosso futebol, não podemos permitir a exclusão dos trabalhadores dos estádios brasileiros”, explica Orlando Silva.

Outra vitória importante garantida por meio de emendas do deputado João Derly (PCdoB-RS) e Orlando Silva é a prorrogação da Lei de Incentivo ao Esporte até 2022.  Essa legislação injetou pelo menos R$ 1,3 bilhão no esporte brasileiro desde 2006, quando entrou em vigor. A vigência era apenas até dezembro, antes dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro de 2016.

“A prorrogação da Lei de Incentivo é uma grande conquista do esporte brasileiro. Sem dúvida, temos de comemorar essa vitória como se fosse um triunfo nas quadras, tatames, piscinas ou pistas. A renovação da Lei é a nossa medalha de ouro”, diz João Derly.

A Lei de Incentivo ao Esporte permite a dedução do Imposto de Renda de doações e patrocínios a projetos desportivos e paradesportivos aprovados pelo Ministério do Esporte.

A MP 671 também vincula o parcelamento de dívidas dos clubes desportivos com a União a práticas de gestão mais transparentes, como conselho fiscal independente e limite para a reeleição de dirigentes. “Esta foi uma iniciativa da presidenta da República Dilma Rousseff que introduz mecanismos para aumentar a transparência e garantir democracia nos clubes e nas entidades futebolísticas do Brasil”, afirma Orlando Silva.

Clubes que adotarem gestão transparente poderão parcelar dívidas em até 240 vezes, com redução de 70% das multas, de 40% dos juros e de 100% dos encargos legais.

 

Icasa 1 x 2 Salgueiro – Vitória fora de casa e liderança provisória pro Carcará

O Salgueiro conseguiu um resultado importantíssimo pela terceira rodada da Série C do Campeonato Brasileiro. O Carcará do Sertão bateu o Icasa, fora de casa, por 2 a 1 e assumiu a liderança provisória do Grupo A, com 7 pontos. O resultado manteve o Icasa na última colocação do grupo, ainda sem pontuar na competição.

Os gols do Salgueiro foram marcados através de Casagrande e Anderson Paraíba. Thiago Furlan, descontou para os donos da casa.

O Verdão do Cariri perdeu as três primeiras partidas do torneio, sendo duas delas em casa, para os dois primeiros colocados, Salgueiro e Fortaleza. A equipe precisa se recuperar rapidamente para evitar um rebaixamento para a Série D. O Salgueiro, por sua vez, chega a 7 pontos em 9 disputados e assume a liderança, aguardando o resultado da partida do Fortaleza para saber se permanece em primeiro.
Futebol Interior

Em casa, Salgueiro busca liderança na Série C

Por Leonardo Vasconcelos, da editoria de Esportes do Jornal do Commercio

O Salgueiro estreia em casa nesta Série C do Brasileiro hoje contra o paraense Águia de Marabá de olho na liderança do Grupo A, que conta com outros nove times das Regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste. Pretensão esperada para quem já surpreendeu ao ficar entre os 8 melhores da Copa do Nordeste e foi vice-campeão do Pernambucano. Para isso, o Carcará terá que vencer o duelo das 16h, no Cornélio de Barros, e engrenar a sua segunda vitória consecutiva.

Na primeira rodada, o Salgueiro não se deixou intimidar e ganhou por 2×1 do tradicional Botafogo-PB, em Campina Grande, no último domingo. O resultado deixou o time pernambucano no G-4, como um dos três times que venceram na estreia. Já o Águia, em casa, não passou do 1×1 com o América de Natal, estando com um ponto. O técnico Sérgio China adotou um tom mais humilde no discurso sobre a possibilidade de liderança.

“Lógico que a primeira colocação dá uma credibilidade, mas a competição está apenas começando e vamos procurar pensar em ganhar jogo a jogo. Ainda faltam muitas rodadas e o nosso pensamento é trabalhar forte para, no final, ficar entre os quatro primeiros e classificar para a próxima fase”, afirmou China.

Em relação ao time que vence o Botafogo, a única mudança deve ser a entrada do lateral-esquerdo Daniel no lugar de Marlon, que se transferiu para o Santa Cruz. Daniel estava no Luverdense e fará a sua reestreia pelo clube sertanejo, pelo qual quase conseguiu o acesso para a Série B nacional no ano passado.  “Em relação a Marlon, Daniel usa mais técnica do que força. O time deve ganhar mais em ofensividade, pois ele tem mais facilidade para chegar ao ataque”, comparou China, mostrando confiança no jogador.

Salgueiro larga bem na Série C

Autor: Thiago Wagner

A boa fase do Salgueiro é mesmo boa. Não bastasse ir bem no Pernambucano, onde foi vice-campeão, e no Nordestão, o Carcará começou bem na Série C. Venceu o Botafogo-PB por 2×1, fora de casa.

Kanu e Paulinho Mossoró marcaram para o Salgueiro, enquanto André Lima anotou para os paraibanos.

Com a vitória, os sertanejos somam três pontos e largam bem na Terceirona.

Salgueiro estreia na Série C neste domingo

Autor: Matheus Albino

Após o vice no Campeonato Pernambucano o Salgueiro se prepara para estrear no Campeonato Brasileiro da Série C. É a principal competição do ano para o Carcará, que almeja voltar para a Série B, que disputou uma única vez em 2011.

O Carcará entra em campo neste domingo, às 16h,  e mede forças com o Botafogo/PB, no Estádio Ernany Satyro, em João Pessoa, pelo Grupo A. O time perdeu peças importantes como os laterais Marlon e Lúcio, ambos acertados com o Santa Cruz.

Entre as novidades está o meia Anderson Paraíba. Além de Salgueiro e Botafogo, completam o grupo: ASA-AL, Águia de Marabá, América-RN, Cuiabá, Confiança-SE, Fortaleza, Icasa, Vila Nova-GO.

"Fotos" Santa Cruz Campeão Pernambucano 2015

Foi tenso e complicado, mas o Santa Cruz festejou seu 28º título ao vencer o Salgueiro por 1×0 neste domingo (3), no estádio do Arruda. Apesar de toda dificuldade em chegar ao gol adversário, o tricolor conseguiu seu quarto título em cinco anos num belo chute de Anderson Aquino, aos 24 do segundo tempo. Ao Salgueiro, que fez até onde seu limite podia, fica o mérito de ter chegado à final e criado muita dificuldade, o que valorizou ainda mais a conquista dos corais.

Fotos: Santa Cruz Futebol Clube – Fotos: Antônio Melcop

#VaiPraCimaDelesTricolor #CampeãoPernambucano2015#SantaCruzDeCorpoEAlma

Santa vence por 1×0 e é o campeão pernambucano de 2015

Foto: Diego Nigro/JC Imagem – Autor: Wladmir Paulino

Foi tenso e complicado, mas o Santa Cruz festejou seu 28º título ao vencer o Salgueiro por 1×0 neste domingo (3), no estádio do Arruda. Apesar de toda dificuldade em chegar ao gol adversário, o tricolor conseguiu seu quarto título em cinco anos num belo chute de Anderson Aquino, aos 24 do segundo tempo. Ao Salgueiro, que fez até onde seu limite podia, fica o mérito de ter chegado à final e criado muita dificuldade, o que valorizou ainda mais a conquista dos corais.

O Salgueiro ensaiou dar um susto no Santa logo no começo do jogo, tanto que aos 30 segundos já tinha o primeiro escanteio da partida. Mas ficou por api mesmo. Quando o jogo foi retomado, o time do sertão foi lá para trás e deu a senha para grande parte do primeiro tempo sem criatividade de um lado e de outro. Com espaço em mais da metade do terreno, o time da casa foi para cima mas sem conseguir dar velocidade ao jogo e envolver a defesa rival.

E tome bola lançada para o ataque e cruzamentos pelo lado vermelho, preto e branco e chutão e rebatidas pelo lado vermelho, verde e branco. As melhores oportunidades, mesmo assim ficaram para os corais. Betinho pegou um rebote de Luciano e João Paulo arriscou de longe. Na primeira, a bola foi para fora. Na segunda, Luciano fez a defesa.

Apesar de não permitir que os atacantes tricolores finalizassem dentro da área, não se pode dizer que a estratégia do Salgueiro estava correta. Primeiro porque dava liberdade até para os volantes adversários. Segundo porque não conseguia conectar um contra-ataque. Teve duas ótimas oportunidades mas em ambas o atacante Kanu perdeu o domínio.

A primeira jogada de qualidade saiu apenas aos 38. Triangulação com passes rápidos no ataque do Santa até Bruninho cruzar voltando para Emerson Santos bater colocado. Luciano deu rebote e João Paulo foi bloquado por Rodolfo Potiguar.

Os dois times voltaram para o segundo tempo com as mesmas formações que terminaram o primeiro – o Salgueiro teve Cássio entrando no lugar de Marlon. Mas o Carcará encaixou a marcação um pouco melhor no meio de campo, tanto que Edson Sitta não teve a mesma liberdade para chegar perto da área. O que continuou faltando, para ambos, foi técnica.

Muita insistência nas bolas alçadas na área e pouquíssima inspiração. No momento em que o técnico Sérgio China tentava dar mais qualidade ao setor ofensivo o Santa abriu o placar. Anderson Aquino recebeu com liberdde na frente da meia-lua e acertou um belo chute no canto esquerdo de Luciano para fazer o Arruda explodir.

Com a vantagem foi o time da casa a se encolher em seu campo de defesa para arriscar os contra-ataques. Mesmo com mais terreno para trabalhar, o Salgueiro foi, até certo ponto, presa fácil para o sistema defensivo tricolor. Para quem precisava de pelo menos um gol, não conseguir finalizar aumenta e muito o prejuízo.

Ficha do jogo:

Santa Cruz: Fred; Nininho, Alemão, Danny Morais e Tiago Costa; Edson Sitta, Bruninho (Diego Sacoman), Emerson Santos (Renatinho) e João Paulo; Anderson Aquino (Bileu) e Betinho. Técnico: Ricardinho.

Salgueiro: Luciano; Marcos Tamandaré, Ranieri, Rogério Paraíba e Marlon (Cássio); Pio, Moreilândia, Rodolfo Potiguar, Valdeir (Anderson Lessa) e Lúcio; Kanu. Técnico: Sérgio China.

Local: Arruda. Árbitro: Emerson Sobral. Assistentes: Albert Junior e Elan Vieira. Gols: Anderson Aquino, aos 24 do segundo tempo. Cartões amarelos: Nininho, Anderson Aquino, Ranieri, Pio e Moreilândia. Público: 46.370. Renda: R$ 1.106.405.

Poster

Santa Cruz e Salgueiro fazem o duelo final no Arruda

Autor: Wladmir Paulino

Para o Santa Cruz é uma oportunidade abarrotar sua sala de troféus com mais uma conquista e a ampliar a supremacia na década. Para o Salgueiro, a chance de escrever em cores ainda mais brilhantes seu nome na história do futebol pernambucano. Esses são os igrediantes da decisão que começa às 16h, no Arruda, edição que marca os cem anos do Estadual.

Com o empate por 0x0 no primeiro jogo, na última quarta-feira, no Cornélio de Barros, os dois times entram em campo rigorosamente iguais. Se persistir a igualdade seja sem ou com gols, a decisão vai para as cobranças de pênaltis. Só haverá campeão no tempo regulamentar se houver vencedor, e por qualquer diferença de gols.

Um dos trunfos do Santa Cruz é o fator casa. Há quem aposte num público de até 50 mil pessoas no José do Rego Maciel. O próprio técnico Ricardinho já declarou que a força das arquibancadas será fundamental para a atuação de seus comandados.

O Salgueiro tem seu pilar num retrospecto arrasador sobre os times grandes, suas únicas vítimas tanto no hexagonal do título quanto no mata-mata. Primeiro, eliminou o Náutico das semifinais com uma goleada por 4×1 no Cornélio de Barros. Depois, despachou o Sport na semifinal com uma vitória em casa e um empate na Arena Pernambuco. Sobre o Santa, o Carcará tem cem por cento de invencibilidade. venceu dois jogos, empatou um e não tomou um gol sequer.

Confiança

Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem

Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem

Aborrecido com a atuação no sertão, o técnico Ricardinho espera um futebol mais qualificado na partida decisiva. “É aquela hora de colocar para fora toda a qualidade, o momento da excelência, de estar na sua melhor condição. Não pode deixar nada para depois. É a hora de qualificar o trabalho de toda uma competição”. O técnico não adiantou a escalação, até porque ainda está na dependência do lateral-esquerdo Tiago Costa. Ele recupera-se de uma pequena contusão muscular. Ele também pode mexer no ataque, com Anderson Aquino entrano no lugar de Emerson Santos.

Imposição

Salgueiro e a missão quase impossível diante do Ceará

Foto: JC Imagem

No lado do Carcará, o técnico Sérgio China não quer seus jogadores dando oportunidades ao Santa. Mas avisa: não vai apenas se defender. “Futebol é imposição, e nós fizemos isso no jogo passado. No momento eme que eles tiverem a posse de bola, precisamos, como sempre, marcar forte. A nosso favor, agredir o adversário e tentar o gol porque só assim a outra equipe vai ter respeito por nós”. Ele não tem problemas para escalar a equipe, mas também pode mexer no ataque. Nesse caso, Anderson Lessa poderia reaparecer como titular.

O Decisivo

Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem

Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem

Não faz muito tempo, o atacante Betinho encarava uma decisão tão equilibrada quanto a deste domingo, porém numa amplitude ainda maior. Em 2012, ele defendia o Palmeiras e, na decisão contra o Coritiba foi fundamental para a conquista do título do Verdão. No primeiro jogo, em São Paulo, sofreu o pênalti que originou o primeiro gol. Na volta, em Curitiba, marcou o gol de empate (1×1), que sacramentou a conquista. Até o momento ele marcou cinco vezes e sempre em jogos decisivos para o tricolor: o primeiro num clássico contra o Náutico, no final do jogo, e que deu a vitória aos corais. Fez mais dois nos 3×0 sobre o Serra Talhada, partida que garantiu a vaga nas semifinais. Por fim, outros dois na goleada por 4×0 em cima do Central, quando deixou o passaporte para a decisão praticamente carimbado.

O Experiente

Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem

Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem

Aos 34 anos, o lateral-direito e capitão do Salgueiro, Marcos Tamandaré sabe bem o que é encarar o Santa Cruz numa final de Campeonato Pernambucano. Ele passou pela experiência há nove anos e saiu-se muito bem. Com a camisa do Sport decidiu o Estadual de 2006, quando os leoninos conquistaram o título nos pênaltis depois de uma vitória no Arruda (2×1) e uma derrota na Ilha (0x1). Nas penalidades, o lateral foi um dos cinco jogadores rubro-negros que converteram. Agora ele espera ter a mesma felicidade, mas, para isso, quer o Salgueiro repetindo as boas atuações com os grandes. “A gente vem jogando de igual para igual com os grandes. Esperamos que desta vez a gente consiga fazer os gols. A gente mereceu a vitória (em casa). Temos que ter tranquilidade”.

Ficha do jogo:

Santa Cruz: Fred; Nininho, Alemão, Danny Morais e Renatinho; Bileu (E. Sitta), Bruninho, João Paulo e Guilherme Biteco; Emerson Santos (Anderson Aquino) e Betinho. Técnico: Ricardinho.

Salgueiro: Luciano; Marcos Tamandaré, Ranieri, Rogério Paraíba e Marlon; Vitor Caicó, Moreilândia, Rodolfo Potiguar, Valdeir e Lúcio; Kanu (Anderson Lessa). Técnico: Sérgio China

Local: Arruda. Horário: 16h. Árbitro: Emerson Sobral. Assistentes: Albino Albert Junior. Ingressos: R$ 60 (arquibancada inferior) e R$ 30 (arquibancada superior).

Troféu Lance Final: confira a seleção do Campeonato Pernambucano 2015

Por Recife

Tradição é tradição. Todo ano, ao fim do Campeonato Pernambucano, o Globo Esporte promove Troféu Lance Final, com a ajuda da mídia especializada pernambucana, por meio são apontados os melhores do torneio. Da seleção do Estadual ao árbitro destaque. O resultado foi conhecido nesta sexta-feira. Por estarem na final da competição, Santa Cruz e Salgueiro são as equipes que mais mereceram a atenção de jornalistas e radialistas locais. E têm maior número de eleitos.

Na segunda-feira, na festa do Troféu Lance Final, serão conhecidos o Craque do Campeonato, também escolhido pela imprensa local, e o Craque da Galera, indicação dos torcedores internautas, que ainda podem acessar o GloboEsporte.com para participar da votação.

GloboEsporte.com transmite evento, ao vivo, a partir das 19h desta segunda-feira. O Troféu Lance Final será realizado no Instituto Ricardo Brennand, na Várzea.

Campinho seleção troféu lance final (Foto: infoesporte)