Campeonato Brasileiro Série D

Salgueiro bate o Plácido de Castro e está de volta à Série C

Do JC Online

O Salgueiro recebeu o Plácido de Castro, do Acre, na tarde deste domingo, no estádio Cornélio de Barros, e garantiu o acesso à Série C do Campeonato Brasileiro ao vencer o duelo por 3×1. O resultado não deu brechas para desconfianças. Como o jogos de ida terminou empatado em 1×1, o Carcará precisava apenas de uma igualdade sem gols ou uma vitória simples para garantir vaga na Terceirona. Com um comportamento ofensivo e determinado, a equipe comandada por Marcelo Chamusca garantiu que a Série D, agora, é apenas parte do passado.

O começo do jogo já delineou o panorama que seguiu até os minutos finais: Salgueiro tentando balançar as redes e o Plácido se virando da forma que dava para segurar o ímpeto dos donos da casa. Após seguidas investidas, o Carcará abriu o placar, contando com a ajuda do adversário Gato, que tentou cortar bola na área e terminou marcando contra, aos 37 minutos.

No segundo tempo, o marcador foi mais movimentado. O Salgueiro ampliou a diferença aos 15 minutos, com gol de cabeça de Fabrício Ceará e, aos 27, com tento assinalado pelo volante Vitor Caicó, que voltou após cumprir suspensão. Os visitantes diminuíram a elasticidade do placar apenas aos 32 minutos, com gol de Neto. Mas não houve tempo para buscar o empate. Assim, o time sertanejo é o mais novo pernambucano integrante da Série C do Brasileirão.

Em casa, Salgueiro empata em 0 a 0 com Nacional-AM pelas oitavas de final

Não deu. O Salgueiro começou a disputa das oitavas de final da Série D em branco. Pelo menos, também não deixou o adversário Nacional-AM balançar as redes. Assim, leva a vantagem de jogar por um empate com gols fora de casa para se manter vivo na luta pelo acesso. Se o placar permanecer igual ao duelo de ontem, a disputa vai para os pênaltis. O jogo da volta acontece às 17h do próximo domingo, no estádio Roberto Simonsen, em Manaus.

A partida diante do time de Manaus contou com um bom público no Cornélio de Barros – no total de 9.410 pessoas. A casa do Carcará estava pronta para desbancar mais um adversário. Ainda assim, o jogo se mostrou muito disputado, recheado de faltas e com poucas chances claras de gols para os dois lados. Ainda assim, o placar serviu para manter a escrita que o Salgueiro não perdeu em casa nesta Série D.

Outro time pernambucano também está na disputa por uma vaga à Série C. A Patativa, contudo, conseguiu uma larga vantagem sobre o Botafogo-PB. O Alvinegro de Caruaru venceu por 3 a 1 e pode perder por um gol de diferença no duelo do próximo domingo, em João Pessoa, que está classificado.

Fonte: Redação Superesportes – Diario de Pernambuco

Central bate o Botafogo-PB por 3×1 em Caruaru

Jogando em casa, o Central não decepcionou e bateu o Botafogo-PB por 3×1, no Luiz Lacerda, em Caruaru, pela Série D do Campeonato Brasileiro. Marcelo, Erivélton e Fernando Pires anotaram para a Patativa. Mário marcou pelos visitantes.

As duas equipes voltam a se encontrar no próximo fim de semana, na Paraíba. Os centralinos jogam pelo empate e até podem perder por um gol de diferença que se classificam.

Fonte: Blog do Torcedor

Salgueiro empata com o Inter em 2 a 2 e está fora da Copa do Brasil

Por Yuri de Lira – Diário de Pernambuco 

A missão do Salgueiro era difícil. Praticamente impossível. Reverter uma vantagem de três gols do Internacional, feita no Rio Grande do Sul, soava quase uma utopia. Sequer as lembranças de já ter eliminado Vitória e Criciúma animavam para eliminar o “todo poderoso” Colorado. Mesmo poupando os atletas como D’Alessandro, Forlán, Juan e Kleber – e ainda com Muriel, Gabriel, Josimar e Índio lesionados-, os gaúchos não tiveram dificuldades para passar pelo o Carcará na Copa do Brasil, na noite desta quinta-feira, no Sertão. Dois a dois no placar. Despedida honrosa, é verdade. Outro alento é que a equipe deixa o torneio com a melhor campanha feita por um time do interior pernambucano numa competição nacional de elite, ficando na 13ª colocaçao. O foco agora é o Nacional/AM, adversário do próximo domingo no primeiro mata-mata da Série D.

O Salgueiro também teve desfalques contra o Internacional. Não pôde contar com Vitor Caicó e Fabrício Ceará – lesionado e suspenso, respectivamente. Mas, certamente, a presença deles seria insuficiente. O Carcará entrou em campo, na verdade, encarando o jogo como parte dos preparativos para a sequência do Brasileiro. Sem maiores perspectivas de avançar na competição, só parecia querer uma boa atuação para elevar o moral do grupo para o restante da temporada, como o próprio técnico Marcelo Chamusca havia ressaltado antes do jogo.
Internacional/Site oficial

O  jogo
Nos primeiros minutos da etapa inicial, os sertanejos começaram afoitos. Tentaram pressionar o Inter. Mantiveram maior posse de bola, porém não conseguiram criar oportunidades efetivas de gol. Por sua vez, o Colorado, quando tinha a bola nos pés, procurava gastar tempo, levando em conta a vantagem de 3 a 0 que tinha no placar agregado. Na primeira vez que os gaúchos chegaram ao ataque, balançaram as redes. Aos 13, Jorge Henrique abriu a contagem, de bico, quandou recebeu um passe de Scocco na entrada da área. No último lance do primeiro tempo, Kanu desperdiçou uma chance quase na pequena área para o Salgueiro.

Já na etapa final, Elvis começou perdendo um pênalti aos 6 minutos. A esperança (apenas de vencer o jogo) foi reacendida logo em seguida. Aos 12, Ranieri, de cabeça, deixou tudo em pé de igualdade após uma bola alçada na área pelo mesmo Elvis, em uma falta. Contudo, não demorou para o Inter ficar na vantagem novamente. Quatro minutos depois, Alex bateu no canto direito de Mondragón. Nos acréscimos, o Salgueiro foi buscar. Daniel empatou: 2 a 2, para a a alegria da torcida sertaneja, que comemorou o resultado como se fosse a classificação

Salgueiro
Mondragón; Ricardo Braz, Ranieri e Alemão; Marcos Tamandaré (Gil Mineiro), Daniel, Moreilândia (Yusuke), Rodolfo Potiguar, Yerien e Elvis (Canga); Kanu. Técnico: Marcelo Chamusca.

Internacional

Alisson; Ygor, Ronaldo Alves, Alan e Fabrício; Aírton, Willians, Jorge Henrique e Alex (Alan Patric); Scocco (Otavinho) e Leandro Damião (Caio). Técnico: Dunga.

Ficha do jogo

Estádio: Cornélio de Barros (Salgueiro-PE)
Árbitro: Wagner Reaway (MT)
Assistentes: Marcio Eustaquio Santiago (MG) e Marrubson Melo Freitas (DF)
Gols: Jorge Henrique (Inter, aos 13 do 1ºT), Alex (Inter, aos 16 do 2ºT), Ranieri (Salgueiro, aos 12 do 2ºT) e Daniel (Salgueiro, aos 45 do 2ºT)
Cartões amarelos: Rodolfo Potiguar, Ricardo Braz, Moreilândia e Daniel (Salgueiro); Jorge Henrique (Inter)

Salgueiro é derrotado por 3×0 pelo Internacional

Por Elias Roma Neto
Do Jornal do Commercio

Em partida de “um time só”, o Internacional venceu o Salgueiro por 3×0, na noite desta quinta-feira (22/8), no estádio do Vale, em Novo Hamburgo, no Rio Grande do Sul, pelas oitavas de final da Copa do Brasil. O Colorado dominou o duelo do começo ao fim e poderia até ter vencido por uma margem maior. Ainda assim, praticamente encaminha sua classificação às quartas.

Ao Carcará, resta a difícil missão de tentar vencer por quatro gols de diferença no jogo de volta, no Cornélio de Barros, na próxima quinta-feira (29/8). Um triunfo por 3×0 leva a decisão para os pênaltis.

O resultado tirou a invencibilidade do time pernambucano na competição. Ao mesmo tempo, acabou com o jejum do clube gaúcho, que estava há cinco partidas sem vencer pela Série A do Campeonato Brasileiro.

Como era de se esperar, o Salgueiro foi para a partida bem fechado, apostando no esquema 3-6-1. Em boa parte do tempo, apenas o centroavante Fabrício Ceará aparecia após a linha de meio de campo. Sendo assim, o Internacional teve mais posse de bola e atacou com maior frequência.

A primeira chance veio aos 5 minutos. Fabrício recebeu na área passe de Kléber e chutou cruzado. A bola passou perto do gol de Mondragon, mas foi para fora. Aos 8, uma blitz colorada. Após tentativas de Leandro Damião e D’Alesssandro, Jorge Henrique chutou o rebote no travessão.

Os sertanejos tentavam contra-ataques, mas esbarravam na falta de qualidade no passe. A outra estratégia era a cera. Tanto o goleiro Mondragon como o volante Moreilândia tomaram cartão amarelo por arrastar o jogo.

EDU ANDRADE/FATOPRESS/ESTADÃO CONTEÚDOO Inter foi aumentando o volume com o passar do tempo. Para o Carcará, de destaque apenas uma falta no travessão cobrada por Daniel, aos 30. Pelos donos da casa, vieram chances com Damião, aos 32, tentando de letra após cruzamento, e Forlán, arriscando de canhota de longe, para fora.

No primeiro tempo o Internacional ainda desperdiçou outras três chances, com Jorge Henrique, Forlán e Leandro Damião. Na volta do intervalo, o argentino Scocco entrou na vaga de Ygor. Já o Salgueiro não mudou.

A segunda etapa começou com muita chuva e um pênalti. Aos 2, Alemão agarrou Leandro Damião na área. No mesmo lance, Juan fez o gol, mas o árbitro Alício Pena Júnior já havia apitado a penalidade. No minuto seguinte, D’Alessandro bateu certeiro, do lado esquerdo de Mondragon.

O maior problema do Carcará era a fragilidade de marcação no meio e os buracos deixados pelos laterais. Assim, o Inter chegava com facilidade, mas seguiu perdendo chances, com Damião, aos 6, e Forlán, aos 12, ambos chutando errado.

O segundo veio aos 21. Forlán cruzou, Mondragon caçou borboleta e Scocco completou com tranquilidade. Daí para a frente, os anfitriões continuaram dominando a partida e ainda ampliaram aos 42, com Forlán, de cabeça.

Internacional
Alisson; Jorge Henrique, Ronaldo Alves, Juan e Kléber (Alex); Ygor (Scocco), Willians, D’Alessandro e Fabrício; Forlan e Leandro Damião (Otávio). Técnico: Dunga

Salgueiro
Mondragon; Tamandaré, Aylton Alemão, Ranieri e Daniel; Pio, Moreilândia (Rodolfo), Vitor Caicó, Alexon (Sudo) e Yerién (Canga); Fabrício Ceará. Técnico: Marcelo Chamusca.

Local: Estádio do Vale, em Novo Hamburgo (RS). Árbitro: Alício Pena Júnior (MG). Assistentes: Rodrigo Henrique Corrêa (RJ) e Cristhian Passos Sorence (GO). Gols: D’Alessandro, aos 3 minutos, Scocco, aos 21, e Forlán, aos 42 do segundo tempo. Cartões amarelos: Leandro Damião e D’Alessandro (I); Mondragon, Fabrício Ceará e Moreilândia (S).

Salgueiro enfrentará o Inter nos dias 22 e 29 de agosto

Depois de definir os confrontos das oitavas de final da Copa do Brasil, a Confederação Brasileira de Futebol confirmou as datas dos duelos nesta quarta-feira. Único representante de Pernambuco, o Salgueiro jogará nos dias 22 e 29 de agosto. São duas quintas.

A primeira partida será no Beira-Rio, em Porto Alegre, às 19h30, enquanto que a volta será no Cornélio de Barros, em Salgueiro, às 21h50. Quem se classificar enfrentará o vencedor de Palmeiras e Atlético-PR

Por Blog do Torcedor

Salgueiro jogará primeira partida contra o Inter no Rio Grande do Sul

Volta será no Cornélio de Barros.

Em novo sorteio realizado nesta terça-feira, no Rio de Janeiro, ficou definido a ordem dos confrontos das oitavas de final da Copa do Brasil. O Salgueiro jogará a primeira partida contra o Internacional no Rio Grande do Sul. A volta será em Salgueiro.

As partidas devem ocorrer nos dias 21 e 28 de agosto. Ambas as datas caem em uma quarta-feira. Todavia, o dia do confronto pode ser alterado dependendo de pedidos dos clubes e da Confederação Brasileira de Futebol.

Confira abaixo a ordem de todos os confrontos das oitavas da Copa do Brasil:

Ida
Luverdense x Corinthians Palmeiras x Atlético-PR Santos x Grêmio Internacional x Salgueiro Fluminense x Goiás Nacional-AM x Vasco Botafogo x Atlético-MG Cruzeiro x Flamengo
Volta
Corinthians x Luverdense Atlético-PR x Palmeiras Grêmio x Santos Salgueiro x Internacional Goiás x Fluminense Vasco x Nacional-AM Atlético-MG x Botafogo Flamengo x Cruzeiro

Por Blog do Torcedor

Arena Pernambuco, Aflitos, Arruda e Ilha do Retiro no videogame

A cada temporada, novos estádios são licenciados e digitalizados nos games de futebol mais populares do mercado, as franquias Fifa Football e Pro Evolution Soccer, com milhões de usuários mundo afora.

Até hoje, nenhum estádio pernambucano ganhou uma versão oficial. No Brasil, nos jogos mais recentes, apenas Vila Belmiro e Morumbi ganharam modelos destacados. Há dez anos o Maracanã também teve espaço nos jogos.

Nem por isso os gamemaníacos perderam a chance de disputar alguns jogos virtuais nos Aflitos, Arruda, Ilha do Retiro e na Arena Pernambuco, recém-inaugurada. Na edição de 2013 é possível num caminho paralelo.

Através de “patchs”, atualizações não oficiais produzidas pelos próprios jogadores, os estádios foram criados, somados aos gritos de guerra dos clubes e narrações nacionais, também populares nesses arquivos complementares.

No patch do PES 2013 os quatro estádios estão disponíveis, além do Santa Cruz, que não havia sido licenciado, ao contrário dos rivais. Sobre os quatro palcos, impressiona o nível gráfico dos Aflitos e da Arena, carregados de detalhes, numa obra de Eduardo Côrte-Real, torcedor timbu.

Assista aos vídeos dos quatro estádios. Num futuro breve, quem sabe todos eles não ganham desenhos das próprias produtoras, Konami e EA Sports.

Arena Pernambuco (Eduardo Côrte-Real)

Aflitos (Eduardo Côrte-Real)

Arruda (BMPes)

Ilha do Retiro (ProtagonistaGames)

Por  Cassio Zirpoli

Salgueiro enfrenta o Criciúma

Único time pernambucano que ainda disputa a Copa do Brasil, o Salgueiro põe em jogo, nesta quarta-feira, a sua classificação à próxima fase do torneio. O Carcará enfrenta o Criciúma/SC, às 19h30, no Heriberto Hülse, em Santa Catarina, pelo jogo de volta da terceira fase Copa do Brasil.

No jogo de ida, o resultado de 0x0 deixou o duelo em aberto. O Criciúma leva vantagem de jogar em casa, enquanto o Salgueiro tem a seu favor o fato de não ter tomado gol em casa. Qualquer empate com gols ou uma vitória simples dá a classificação inédita ao Carcará. Se o resultado do primeiro jogo se repetir a decisão irá para os pênaltis.

OUTRO JOGOS

Apesar de ter assinado contrato para mandar seus jogos no Maracanã, o Flamengo joga contra o ASA-AL, às 21h50, no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda. Isso porque o acordo com o estádio só começa a valer no dia 28 de julho.

Para o jogo desta quarta-feira, o rubro-negro entra em campo com uma vantagem de dois gols conquistada no jogo de ida, em Arapiraca, quando venceu o time alagoano por 2×0, e pode até perder por um 1×0 e se classificará.

AMÉRICA-MG X INTER

Em Minas Gerais, o América Mineiro-MG recebe Internacional-RS, no Independência, precisando de dois gols para reverter a vantagem aberta pelo time gaúcho na vitória por 3×1, pelo jogo de ida, em Porto Alegre.

A missão do time mineiro pode se tornar ainda mais difícil, se o Inter, de Forlan e companhia, marcar um gol. Nesse caso, o América será obrigado a fazer quatro para passar para a próxima fase.

ABC X GOIÁS

O Goiás viaja a Natal para enfrentar ABC, às 21h50, no estádio Frasqueirão. A vitória põe 3×0 no primeiro jogo deixou time goiano em uma situação confortável. O ABC precisa vencer por quatro gols de diferença para poder desclassificar o time goiano. 3×0 para o time da casa leva a disputa para os pênaltis.

ATLÉTICO-GO X CRUZEIRO

Em situação ainda mais confortável, o Cruzeiro-MG enfrenta o Atlético-GO, às 19h30, no Serra Dourada. Isso porque no jogo de ida o time mineiro fez 5×0 nos Goianos e precisa perder por seis gols de diferença para não se classificar.

JC Online

Salgueiro vence e lidera grupo A2

Depois de mais de um mês de paralisação para a Copa da Confederações, o Campeonato Brasileiro da Série D recomeçou neste domingo e o Salgueiro mostrou que o tempo parado não atrapalhou em nada o futebol do clube.

Neste domingo, jogando no estádio Cornélio de Barros, o Carcará deu mais um importante passo ruma à classificação para a série C do ano que vem. Fez 4×1 em cima do Gurupi-TO, se mantendo invicto e líder isolado do grupo A2 com 7 pontos.

O Salgueiro ainda possui o melhor ataque da competição e uma das defesas menos vazadas. Marcou 10 gols e sofreu apenas três em três jogos.

O time pernambucano está quatro pontos à frente do segundo colocado Ypiranga-AP que tem três pontos, mesma pontuação de Gurupi e Parnahyba. O lanterninha é o Maranhão com apenas um ponto em três jogos disputados.

No próximo domingo, 14, o Salgueiro viaja para o Amapa onde enfrentará o Ypiranga-AP, no estádio Glicério Marques, às 16h podendo se isolar ainda mais na ponta da classificação.

JC Online