Campeonato Inglês

Manchester City e Chelsea se enfrentam em clássico inglês neste domingo

Um grande clássico vai agitar os gramados da Inglaterra neste domingo. Às 10h30 (de Brasília), no Estádio Etihad, Manchester City e Chelsea são os protagonistas do confronto de duas equipes que brigam pelas primeiras posições da tabela.

Vice-líder do Inglês, com 53 pontos (15 vitórias, oito empates e três derrotas), o Manchester City está 12 pontos atrás do líder e arquirrival Manchester United, mas ainda tenta dar seus últimos suspiros para conquistar ao título. Logo atrás dos Citizens está o Chelsea, que ocupa a terceira colocação, com 49 pontos somados. Ainda mais longe do título, os Blues esperam ao menos se firmar ainda mais no grupo dos quatro primeiros, que garantem vaga na próxima Liga dos Campeões.

Além de buscar sua 16ª vitória no Campeonato Inglês, os comandados do técnico Roberto Mancini querem se recuperar da derrota sofrida para o Southampton, por 3 a 1, fora de casa. Já o Chelsea quer o segundo triunfo seguido, depois de ter goleado o Wigan por 4 a 1.

Na temporada passada, quando recebeu o Chelsea no Etihad Stadium, o Manchester City ganhou por 2 a 1. Já no primeiro turno do Campeonato Inglês deste ano, em duelo realizado no Stamford Bridge, Chelsea e City empataram em 0 a 0.

Para Mancini, só falta acertar a pontaria para que o Manchester City evolua no torneio. “Neste momento, nosso único problema é que estamos perdendo de dez a 12 gols. Não há mais problemas”, analisou o comandante.

Já Rafa Benítez, técnico interino do Chelsea, acredita que sua equipe pode superar os Sky Blues fora de casa. “Estamos confiantes de que podemos derrotar o City ou qualquer time se fizermos as coisas da maneira correta”, disse. “Acho que p City é uma grande equipe. Nos últimos anos eles melhoraram e gastaram muito dinheiro. Eles têm um bom time, um bom técnico, e há uma atmosfera positiva cercando a equipe, o que significa que será difícil batê-los. Eles não perdem muitos pontos em casa e são muito fortes”, frisou.

O jogo deve ficar marcado pelo provável retorno do zagueiro Vincent Kompany, capitão do City, que sofreu uma lesão na panturrilha no dia 26 de janeiro e está fora do time desde então. Nesse período, os representantes de Manchester não venceram mais nenhuma partida no Inglês. O volante Gareth Barry deve jogar enquanto o lateral Micah Richards, que está com lesão no joelho, segue fora.

Já do lado do Chelsea, o volante Frank Lampard deve voltar ao time, depois de ficar fora da partida contra o Sparta Praga, na Liga Europa. Além dele, o atacante Demba Ba, o lateral esquerdo Ashley Cole e o zagueiro Branislav Ivanovic também devem atuar.

Confira os jogos deste domingo no Campeonato Inglês:

10h30 Manchester City x Chelsea
10h30 Newcastle United x Southampton

Gazeta Press

Internazionale aceita proposta, e Liverpool anuncia Philippe Coutinho

Philippe Coutinho, Internazionale e Liverpool chegaram a um acordo nesta quarta-feira, e o time inglês anunciou a contratação do ex-vascaino. O jogador passou as últimas 24 horas em reuniões com os dirigentes dos Reds e realizando exames físicos para poder firmar o acordo pela manhã no Brasil (tarde na Inglaterra).

O Liverpool teria pago € 13,7 milhões (R$ 37 milhões) ao Internazionale de Milão para contar com o meia-atacante brasileiro. Ele se junta ao goleiro Doni e ao volante Lucas Leiva no elenco dirigido por Brendan Rodgers. Coutinho vai jogar com a camisa 10 e em sua primeira entrevista ao site oficial explicou os motivos que o levaram a assinar com os Reds.

– Liverpool é um grande time com grandes jogadores. Sempre ouvimos falar sobre a história do clube no Brasil. Foi o time que mais demonstrou interesse, portanto sei que acreditam em mim e no meu futebol – disse.

Revelado pelo Vasco, Philippe Coutinho trocou o clube carioca em 2010, com apenas 18 anos, pelo Inter de Milão, em uma transferência que custou € 4 milhões (aproximadamente R$ 10 milhões) aos italianos. Após uma temporada e meia, o brasileiro foi emprestado ao Espanyol por seis meses, retornando aos Nerazzurri no início de 2012.

Philippe Coutinho liverpool (Foto: Divulgação/Site Oficial Liverpool)
Philippe Coutinho assinou o acordo com o Liverpool (Foto: Divulgação/Site Oficial Liverpool)

Com passagens por dois grandes centros do futebol europeu, Coutinho espera se adaptar rapidamente à realidade do futebol inglês. A sua versatilidade em campo, segundo ele próprio, é uma das vantagens que poderá utilizar para conquistar uma vaga na equipe.

– Estou muito confiante em chegar e começar a treinar com o time e ser avaliado pelo treinador. Estive na Itália por dois anos e meio, por isso creio que minha adaptação será tranquila aqui. Sempre falo que jogador gosta de jogar. Eu não sou diferente. Apesar disso prefiro atuar perto do gol. Essa é a minha posição preferida.

Na história do Liverpool, Coutinho é o quinto brasileiro a vestir a camisa vermelha, durante os 120 anos do clube. Além dos três do atual elenco, o goleiro Diego Cavalieri, hoje no Fluminense, e Fábio Aurélio, do Grêmio. O diretor geral da equipe Ian Ayre comemorou o desfecho positivo na negociação com o novo camisa 10 da equipe.

Philippe Coutinho liverpool (Foto: Divulgação/Site Oficial Liverpool)
Liverpool apresentou o seu twitter oficial no Brasil
(Foto: Divulgação/Site Oficial Liverpool)

– Ele é obviamente um jogador muito novo, mas já provou seu valor nas seleções brasileiras sub-19, sub-20 e na principal. Ele foi um jogador muito importante para eles, e agora para nós também – revelou o dirigente.

A oportunidade de jogar com a camisa 10, que pertencia a Joe Cole (o meia britânico foi emprestado ao West Ham), em um grande clube da Europa pode ser um grande passo para voltar à Seleção. Coutinho sabe disso e espera que com a nova comissão técnica brasileira novas oportunidades apareçam.

– Seleção sempre vai estar nos meus planos. O Felipão está começando um novo trabalho e tenho certeza que está sempre atento a tudo que acontece. Vou tentar fazer a minha parte para merecer uma nova chance. Jogar a Copa de 2014 no Brasil é um sonho que continua vivo – falou.

Com seu futuro definido, o jogador agradeceu aos anos que passou na Itália, aos torcedores nerazzurri e a todo o elenco do Inter. Mas diz que está pensando no futuro neste momento e que o novo desafio é uma força a mais para realizar suas conquistas pessoais.

– Passei por muita coisa boa na Inter e só tenho a agradecer a todos. Dos dirigentes do cube passando pelo pessoal do comando do futebol e os meus companheiros, só posso agradecer a todo apoio que sempre me deram. Se hoje estou tendo a oportunidade de jogar em outro clube grande da Europa devo isso ao bom trabalho que sempre me foi permitido fazer na Inter. Estou muito animado com essa nova etapa da minha vida. O Liverpool é grande clube, tem uma estrutura excelente e tenho certeza de que vou ser muito feliz lá também – disse o apoiador brasileiro.

globo.com