Copa Sul Americana

Na Sul-Americana, Sport vence e abre vantagem diante o Arsenal-ARG

Ficha do Jogo

Sport 2
Magrão; Samuel Xavier, Henríquez, Durval e Sander;  Patrick (Rodrigo), Rithely, Everton Felipe, Rogério (Mena) e Diego Souza; André (Thallyson). Técnico: Júnior Lopes (interino).

Arsenal-ARG 0
Santillo; Velázquez (Contreras), Monteseirín e Marcos Curado; Corvalán, Milo, Germán Ferreyra, Rolón (Fragapane) e Papa (Imbert); Brunetta e Lucas Wílchez. Técnico: Humberto Grondona.

Estádio: Ilha do Retiro (Recife-PE). Árbitro: Gery Vargas (Bolívia). Assistentes: Jorge Baldiviezo e Roger Orellana (ambos da Bolívia). Cartões amarelos: Velázquez, Corvalán, Milo, Curado e Ferreyra (Arsenal); Mena (Sport). Gols: André (9’ e 27’ do 2T, Sport).  Público: 7.694. Renda: R$ 174.755,00.

Sem Vanderlei Luxemburgo, Sport recebe Arsenal de Sarandí pela Copa Sul-Americana

SPORT x ARSENAL SARANDÍ

SPORT
Magrão; Samuel Xavier, Ronald Alves Durval e Sander; Rithely, Rodrigo, Everton Felipe e Diego Souza; André e Lenis
Técnico: Júnior Lopes (auxiliar técnico)

ARSENAL SARANDÍ
Sergio Velázquez, Facundo Monteseirín e Marcos Curado; Claudio Corvalán, Federico Milo, Germán Ferreyra, Juan Imbert e Juan Brunetta; Lucas Wílchez e Franco Gragapane
Técnico: Humberto Grondona

Local: Estádio Adelmar da Costa Carvalho (Ilha do Retiro), Recife (PE)
Data: 06 de julho de 2017, quinta-feira
Horário: 21h45 (Brasília)
Árbitro: Gery Vargas (Bolívia)
Assistentes: Jorge Baldiviezo (Bolívia) e Roger Orellana (Bolívia)

Sport vai enfrentar o Arsenal, da Argentina, pela segunda fase da Copa Sul-Americana

O Sport vai enfrentar o Arsenal, da Argentina, na segunda fase da Sul-Americana. O Leão fará a primeira partida na Ilha do Retiro, decidindo a vaga na casa do adversário. Quem passar, enfrenta o vencedor do confronto entre Ponte Preta e Sol de América. O sorteio foi realizado na noite desta quarta-feira, pouco tempo depois do empate em 0 a 0 entre o Rubro-negro e o São Paulo, e definiu os confrontos entre 32 times. Além das 22 equipes classificadas após a primeira fase da competição, incluindo o time pernambucana, também se juntaram outros dez clubes desclassificados na fase de grupos da Copa Libertadores.

Para a definição do chaveamento, foram criados dois postes. No primeiro, foram colocadas as 10 equipes que deixaram a Libertadores  em melhor posição além de seis times com melhor campanha no primeiro mata-mata da própria Copa Sul-Americana. Foram eles: Estudiantes, Tucumán, Flamengo, Chapecoense, Iquique, Independiente Medellín, Santa Fé, Junior, Libertad, Olimpia, Sol de América, Arsenal, Universidad Católica (Equador), Corinthians, Boston River e LDU.

No outro lado, estiveram os times que avançaram após a primeira fase da competição em questão: Cerro Porteño, Racing, Independiente, Oriente Petrolero, Potosí, Huracán, Fluminense, Fuerza Amarilla, Sport, Nacional (Paraguai), Deportivo Cali, Bolívar, Palestino, Patriotas, Ponte Preta e Defensa y Justicia.

Nomenclatura do mata-mata

A partir de agora, restam cinco fases até a grande final. No sorteio desta quarta-feira, também se definiu a nomenclatura de 01 a 16 de cada embate. O vencedor de cada uma delas leva a condição para as etapas seguintes.

Assim, apesar de o Sport definir este mata-mata como visitante, ele pode avançar como O10 – já que seu duelo recebeu essa nomenclatura. Assim, o Leão tem a possibilidade de decidir os próximos confrontos em casa. Isso só não acontecerá caso o time encare, em possível avanços, os vencedores dos duelos O1 a O9.

Confira a lista de confrontos abaixo

Racing (ARG) x Independiente Medellín (COL)

Deportivo Cali (COL) x Junior Barranquilla (COL)

Palestino (CHI) x Flamengo

Nacional Potosi (BOL) x Estudiantes (ARG)

Independiente (ARG) x Deportes Iquique (CHI)

Bolívar (BOL) x LDU (EQU)

Ponte Preta x Sol de América (PAR)

Fuerza Amarilla (EQU) x Independiente Santa Fe (COL)

Huracán (ARG) x Libertad (PAR)

Sport x Arsenal de Sarandí (ARG)

Fluminense x Universidad Católica (QUE)

Oriente Petrolero (BOL) x Atlético Tucumán (ARG)

Nacional (PAR) x Olimpia (PAR)

Defensa y Justicia (ARG) x Chapecoense

Cerro Porteño (PAR) x Boston River (URU)

Patriotas (COL) x Corinthians

 

Fonte:Redação Superesportes /Diario de Pernambuco

Mais uma vez Magrão salva nos pênaltis e classifica Sport para 2ª fase da ‘Sula’

Ficha do jogo

Danubio 3 (2)
Ichazo; Peña, De Los Santos, Fernandez e Olaza; Malrechauffe, Gonzalo González, Zarfino e Ignacio González (Tabarez); Arroyo (Olivera) e Jonathan dos Santos (Gravi). Técnico: Gastón Machado.
Sport 0 (4)
Magrão; Raul Prata, Matheus Ferraz (Henriquez), Durval e Mena; Fabrício, Ronaldo (Everton Felipe) e Rodrigo (Paulo Henrique); Fábio, André e Rogério. Técnico: Ney Franco.
Local: Estádio Centenário, em Montevidéu (URU).
Árbitro: Eduardo Gamboa (Chile).
Assistentes: Raul Orellana e Edson Cisternas (ambos do Chile).
Gols: Jonathan dos Santos (14 min do 1º) e Olaza (22 min do 1º e 10 min do 2º).
Cartões amarelos: Raul Prata, Matheus Ferraz, Ronaldo, Henriquez (S).
Expulsão: Malrechauffe (D).
Nos pênaltis: Everton Felipe, Raul Prata, Fabrício e André converteram para o Sport. Oliveira e Olaza, converteram para o Danubio, com Gonzalo Gonzalez e Tabarez perdendo.

Apesar de boa vantagem construída, Fabrício prega cautela do Sport contra o Danubio

FICHA DA PARTIDA – SPORT X DANUBIO

Danubio: Salvador; Diogo Silvestre, Lucas Olaza, Leandro Fernandez e Damian Malrechauffe; Agustín Peña; Ignacio Gonzáles, Giovanni Zarfino e Gonzalo Gonzáles; Jonathan dos Santos e Abdiel Arroyo. Técnico: Gastón Machado

Sport: Magrão; Raul Prata, Matheus Ferraz, Durval e Mena; Ronaldo, Fabrício, Fábio e Everton Felipe (Lenis); Rogério e André. Técnico: Ney Franco.

Copa Sul-Americana (primeira fase).

Local: estádio Centenário, Montevideo, Uruguai.

Horário: quarta-feira, às 21h45.

Árbitro: Eduardo Gamboa (Chile).

Assistentes: Raul Orellana e Edson Cisternas (ambos do Chile).

Com show de Diego Souza, Sport “pedala” rumo à classificação na Copa Sul-Americana

Ficha do jogo

Sport 3
Magrão; Samuel Xavier, Ronaldo Alves (Matheus Ferraz), Durval e Mena (Evandro); Fabrício, Rithely e Everton Felipe; Diego Souza, André (Leandro Pereira) e Rogério. Técnico: Ney Franco.

Danubio 0
Cristóforo; Peña, De Los Santos, Malrechauffe e Olaza; Fernández, Gravi, Zarfino e González (Grossmuller); Olivera (Jonathan dos Santos) e Ardaiz (Saracchi). Técnico: Gastón Machado.

Local: Ilha do Retiro.

Árbitro: Jorge Baliño (ARG).

Assistentes: Lucas Germanotta e Gabriel Chade (ambos da ARG).

Gols: Rithely (34 min do 1º) , Diego Souza (41 min do 1º) e Fabrício (22 min do 2º).

Cartões amarelos: Zarfino, Fernandez, Malrechauffe, Gravi (D), Diego Souza (S).

Renda: R$ 267.485.

Publico: 13.582

Sonhando alto, Sport dá largada na Copa Sul-Americana contra o Danubio-URU

Ficha do jogo

Sport
Magrão; Samuel Xavier, Ronaldo Alves, Durval e Mena; Fabrício, Rithely e Everton Felipe; Diego Souza, André e Rogério. Técnico: Ney Franco.
Danubio
Cristóforo; Peña, Matías De los Santos, Olaza e Malrechauffe; Fernández, Gravi, Zarfino e González; Olivera e Ardaiz. Técnico: Gastón Machado
Local: Ilha do Retiro.
Horário: 19h15.
Árbitro: Jorge Baliño (ARG).
Assistentes: Lucas Germanotta e Gabriel Chade (ambos da ARG).
Ingressos: R$ 30 (arquibancada frontal) e R$ 15 (sócio); R$ 20 (arquibancada lateral) e R$ 10 (sócio).

Chapecoense x Atlético Nacional-COL – Um jogo diferente de todos os outros

Ficha do Técnica

Chapecoense-BRA

Artur Moraes; João Pedro (Apodi), Douglas Grolli, Nathan e Reinaldo; Andrei Girotto, Luiz Antonio e Dodô; Rossi, Túlio de Melo (Wellington Paulista) e Arthur
Técnico: Vágner Mancini.

Atlético Nacional-COL

Armani; Bocanegra, Nájera, Alexis Henríquez e Farid Díaz; Bernal, Diego Arias, Mateus Uribe e Macnelly Torres;
John Mosquera (Ibarguen) e Dayro Moreno
Técnico: Reinaldo Rueda
Local: Arena Condá – Chapecó (SC)
Árbitro:Mario Diaz de Vivar (PAR)
Assistentes:Milciades Saldivar (PAR) e Roberto Cañete (PAR)
Data:04/04/2017
Horário:19h15
Chapecó, SC, 03 (AFI) – Os caminhos de Chapecoense e Atlético Nacional-COL voltam a se encontrar nesta terça-feira, a partir das 19h15, na Arena Condá, pelo jogo de ida da Recopa Sul-Americana. Assim que a bola rolar, porém, vai ser impossível não lembrar do fatídico dia 29 de novembro de 2016, quando um acidente aéreo abalou o mundo do futebol.

Chape é declarada campeã e garante ao menos US$ 4,8 mi em premiações

Por Martín Fernandez São Paulo

A Conmebol definiu nesta segunda-feira, em reunião virtual, por teleconferência, que a Chapecoense é a campeã da edição de 2016 da Copa Sul-Americana.

Foi oficializada em reunião virtual do Conselho da entidade – que tem representantes dos 10 países sul-americanos.

A decisão foi comunicada pela Conmebol em seu site oficial. A nota publicada pela confederação diz que a Chapecoense “receberá todas as honras e prerrogativas de campeão da Copa Sul-Americana de 2016”. O texto reconhece o Atlético Nacional como vice-campeão da competição.

Além disso, o clube colombiano receberá o prêmio “Centenário da Conmebol ao Fair Play” e a quantia de US$ 1 milhão (cerca de R$ 3,4 milhões) pela atitude de ter pedido o título para a Chapecoense.

A Chape, que na semana passada perdeu jogadores, comissão técnica e dirigentes na tragédia da Colômbia, agora tem vaga garantida na Recopa Sul-Americana de 2017 (que disputará contra o Atlético Nacional de Medellín em data a ser definida) e na fase de grupos da Taça Libertadores do ano que vem.

A decisão da Conmebol reforça as finanças da Chape. Pelo título da Sul-Americana, o clube catarinense vai receber premiação de US$ 2 milhões (R$ 6,86 milhões). Pela vaga na Recopa, mais US$ 1 milhão (R$ 3,43 milhões). A participação na Libertadores renderá ainda mais US$ 600 mil (pouco mais de R$ 2 milhões) por jogo como mandante. Como fará ao menos três partidas na fase de grupos, o time catarinense já garantiu US$ 1,8 milhão (R$ 6,17 milhões).

Chapecoense Sul-Americana (Foto: Giba Pace Thomaz/Chapecoense)
Chapecoense é declarada campeã da Copa Sul-Americana de 2016 (Foto: Giba Pace Thomaz/Chapecoense)

Avião com equipe da Chapecoense cai na Colômbia e deixa mortos

Um avião que levava a delegação da Chapecoense para Medellín, na Colômbia, caiu na madrugada desta terça-feira (29) a poucos quilômetros da cidade colombiana.

O Diretor Geral da Unidade Nacional para Gestão de Risco e Desastres colombiana, Carlos Iván Márquez Pérez, disse que as operações de busca e resgate foram encerradas com o seguinte balanço: 6 feridos e 71 mortos.

Anteriormente a Aeronáutica Civil havia informado que 72 corpos foram resgatados, mas o órgão já corrigiu a informação para 71. Os corpos serão levados para uma base da Força Aérea, de onde seguirão para o Instituto Médico Legal de Medellín.

Clubes brasileiros se uniram e publicaram nota oficial em conjunto para, além de manifestar pesar pela tragédia com a delegação da Chapecoense, também oferecer ajuda com empréstimo gratuito de atletas e solicitar à CBF que a equipe catarinense fique imune ao rebaixamento pelas próximas três temporadas.

Atlético-PR, Botafogo, Coritiba, Corinthians, Cruzeiro, Fluminense, Palmeiras, Portuguesa, Santos,  São Paulo e Vasco divulgaram nota nesta terça-feira, e há expectativa de que outros clubes também venham a aderir ao movimento, como o Grêmio.

Num vídeo divulgado em seu site oficial, o Cruzeiro, através de seu presidente, Gilvan de Pinho Tavares, também se coloca à disposição para emprestar jogadores à Chape.

– Nós estamos tristes, sentidos com essa tragédia, mas haveremos de ajudar. Trabalhando unidos, nós, presidentes de clubes do futebol brasileiro, para ela voltar com galhardia a disputar as competições do futebol brasileiro. Estou propenso a conversar com os outros clubes para que desenvolvamos um projeto para emprestarmos jogadores de bom nível para que eles possam disputar as competições de 2017 – disse Gilvan, em vídeo.

Paralelamente a isso, a Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol) planeja incluir a Chapecoense na Libertadores e na Recopa de 2017.

Na madrugada desta terça-feira, a aeronave que levaria a delegação da Chapecoense à Colômbia para a final da Copa Sul-Americana, contra o Atlético Nacional, caiu antes de chegar a Medellín.

Há confirmação de 71 mortes, entre atletas, membros da comissão técnica, dirigentes, jornalistas e tripulação. Clique aqui e acompanhe a repercussão em tempo real da tragédia envolvendo a Chapecoense na Colômbia.

Veja a nota divulgada pelos clubes:

Neste momento de perda e de profunda tristeza, nós, presidentes dos clubes brasileiros que publicam essa nota, gostaríamos de manifestar nossos mais sinceros sentimentos de pesar e solidariedade à Associação Chapecoense de Futebol e seus torcedores, e em especial às famílias e amigos dos atletas, comissão técnica e dirigentes envolvidos na tragédia ocorrida na madrugada desta terça-feira (29).

Mesmo cientes dos prejuízos irreparáveis provocados por este terrível acontecimento, os Clubes entendem que o momento é de união, apoio e auxílio à Chapecoense.

Neste sentido, os Clubes anunciam Medidas Solidárias à Chapecoense, que consistirão, dentre outras, em:

(i) Empréstimo gratuito de atletas para a temporada de 2017; e
(ii) Solicitação formal à Confederação Brasileira de Futebol para que a Chapecoense não fique sujeita ao rebaixamento à Série B do Campeonato Brasileiro pelas próximas 3 (três) temporadas. Caso a Chapecoense termine o campeonato entre os quatro últimos, o 16o colocado seria rebaixado.

Trata-se de gesto mínimo de solidariedade que se encontra ao nosso alcance neste momento, mas dotado do mais sincero objetivo de reconstrução desta instituição e de parte do futebol brasileiro que fora perdida hoje.

Fonte:G1 & Globo Esportes