Ultimas Noticias Destaque

Nas mãos de Fábio, Cruzeiro vence Flamengo nos pênaltis e é penta da Copa do Brasil

CRUZEIRO 0 (5) X (3) 0 FLAMENGO
CRUZEIRO
Fábio; Ezequiel, Leo, Murilo e Diogo Barbosa; Henrique, Hudson, Robinho (Rafinha, no intervalo) e Thiago Neves; Alisson (Elber, aos 30min do 2ºT) e Raniel (Arrascaeta, aos 5min do 1ºT)
Técnico: Mano Menezes
FLAMENGO
Alex Muralha; Pará (Rodinei, aos 39min do 2ºT), Réver, Juan e Trauco; Cuéllar e Willian Arão; Berrío, Diego e Éverton (Lucas Paquetá, aos 34min do 2ºT); Guerrero
Técnico: Reinaldo Rueda
Pênaltis: Henrique, Leo, Hudson, Diogo Barbosa e Thiago Neves marcaram para o Cruzeiro. Guerrero, Juan e Trauco marcaram para o Flamengo. Fábio defendeu a cobrança de Diego.
Cartões amarelos: Ezequiel, aos 10min, Hudson, aos 35min, do 2ºT (CRU); Pará, aos 38min, Guerrero, aos 45min do 2ºT (FLA)
Motivo: jogo de volta da final da Copa do Brasil
Estádio: Mineirão
Data: quarta-feira, 27 de setembro de 2017
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (Fifa/SP)
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (Fifa/SP) e Danilo Ricardo Simon Manis (Fifa/SP)
Assistentes adicionais: José Cláudio Rocha Filho (CBF/SP) e Adriano de Assis Miranda (CBF/SP)
Pagantes: 56.467
Presentes: 61.017

Em fases turbulentas, Sport e Ponte Preta decidem vaga nas quartas da Sul-Americana

Ficha do jogo

Ponte Preta

João Carlos; Nino Paraíba (Jeferson), Marllon, Luan Peres (Rodrigo) e Danilo Barcelos; Naldo, Elton (Wendel) e Renato Cajá; Felipe Saraiva, Lucca e Léo Gamalho. Técnico: João Brigatti (interino).

Sport

Magrão; Raul Prata, Ronaldo Alves, Henriquez e Sander; Patrick, Rithely, Mena, Lenis e Diego Souza; André. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.
Estádio: Moisés Lucarelli (Campinas-SP). 
Horário: 19h15.
 Árbitro: Roddy Zambrano Olmedo (Equador). 
Assistentes: Byron Romero e Juan Macias (ambos do Equador).

Brasil empata com a Colômbia e perde os 100% com Tite nas Eliminatórias

COLÔMBIA 1 X 1 BRASIL
 
COLÔMBIA
Ospina; Zapata, Santiago Arias, Davinson Sánchez e Fabra (Tesillo); Carlos Sánchez, Aguilar, Cuadrado (Chará), James Rodríguez e Cardona (Téo Gutiérrez); Falcao García
Técnico: José Pekerman
BRASIL
Alisson; Daniel Alves, Marquinhos, Thiago Silva (Rodrigo Caio) e Filipe Luís; Fernandinho, Paulinho, Willian, Renato Augusto (Philippe Coutinho) e Neymar; Roberto Firmino (Gabriel Jesus)
Técnico: Tite

Local:
 Estádio Metropolitano Roberto Meléndez, em Barranquilla (Colômbia)
Data: 5 de setembro de 2017, terça-feira
Árbitro: Jesus Valenzuela (Venezuela)
Assistentes: Carlos López e Jorge Urrego (ambos da Venezuela)
Cartões amarelos: Cardona (Colômbia); Daniel Alves (Brasil)
GOLS: Willian, 46min do 1ºT; Falcao García, aos 10min do 2ºT

Brasil vence o Equador e assegura primeiro lugar das Eliminatórias Sul-Americanas

BRASIL 2 X 0 EQUADOR
 
BRASIL
Alisson; Daniel Alves, Marquinhos, Miranda (Thiago Silva) e Marcelo; Casemiro, Paulinho, Willian (Luan), Renato Augusto (Philippe Coutinho) e Neymar; Gabriel Jesus
Técnico: Tite
EQUADOR
Banguera; Velasco, Arboleda, Achilier e Cristian Ramírez; Pedro Quiñónez, Noboa, Antonio Valencia, Gaibor (Cazares) e Fidel Martínez (Marcos Caicedo); Enner Valencia (Felipe Caicedo)
Técnico: Gustavo Quinteros
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Data: 31 de agosto de 2017, quinta-feira
Árbitro: Mario Díaz Vivar (Paraguai)
Assistentes: Milcíades Saldivar e Rodney Aquino (ambos do Paraguai)
Cartões amarelos: Neymar, Gabriel Jesus e Marcelo (Brasil); Fidel Martínez e Velasco (Equador)
GOLS: Paulinho, aos 23, e Philippe Coutinho, aos 30min do 2ºT

Etiene Medeiros faz história na natação e conquista ouro no Mundial de Budapeste

Foi no toque. Foi no detalhe. Mas foi medalha de ouro. Foi assim que a nadadora pernambucana Etiene Medeiros venceu a prova dos 50m costas no Mundial de Esportes Aquáticos em Budapeste, na tarde desta quinta-feira, e conquistou a primeira medalha de ouro de uma brasileira em provas de piscina longa (50m) na competição.

Nadando lado a lado com a chinesa Yuanhui Fu, sua principal rival na disputa, Etiene largou bem e foi até o fim da prova disputando a ponta da prova. Perto da batida, a impressão era que a adversária estava à sua frente, mas a pernambucana foi mais rápida e venceu por um centésimo com o tempo de 27s14 contra 27s15 de Yuanhui Fu.

Ao sair da piscina, a recifense falou com a equipe do Sportv e revelou toda a sua emoção pela conquista. “Que prova! Acho que tive várias pessoas ao meu lado para nadar essa prova. Foi uma temporada muito diferente. Estava relaxada, mas entrei mais nervosa do que o normal. Estou muito feliz! Foi por pouco e ela (Yuanhui Fu) é uma ótima adversária. Ela lhe aborda de forma diferente às vezes, mas só pego energia boa”, afirmou, ainda ofegante.

Outra marca inédita para Etiene

Conquistar medalhas em mundiais não é novidade para a pernambucana. Ela já tinha ganho a prata nesta mesma competição em 2015 (Kazan), primeira vez que uma brasileira subiu ao pódio em competições de piscina longa e já tinha outra medalha de ouro nesta prova, mas em competições de piscina curta (Doha, 2014). O feito inédito desta quinta-feira crava o nome da pernambucana de vez na história da natação brasileira.

 Rafael Brasileiro /Diário de Pernambuco

GEL DE CARBOIDRATO, COMO FUNCIONA, PORQUE E COMO USAR

O Gel de Carboidrato é um suplemento no formato de sachê utilizado para fornecer energia durante o exercício e ajuda a promover a recuperação.

O consumo de Gel de Carboidrato se tornou muito popular entre os atletas durante corridas mais longas como meias maratonas e maratonas. Isto ocorreu desde que a nutrição esportiva passou a compreender especificamente como o glicogênio é usado junto com o funcionamento dos músculos.

Neste artigo vamos descrever como o gel de carboidrato funciona e ajudá-lo a entender quando e com que frequência você deve utilizar o gel de carboidrato para garantir o máximo desempenho e abastecimento ideal no dia da corrida.

COMO FUNCIONA O GEL DE CARBOIDRATO

Seu corpo utiliza duas fontes primárias de combustível para alimentar os músculos quando você está praticando algum tipo de atividade esportiva – Gordura e Carboidratos.

A gordura é um recurso abundante para ser transformado em energia, o problema é que a conversão da gordura em energia ocorre muito lentamente, tornando-se uma fonte de combustível ineficaz.

Portanto, seu corpo depende de carboidratos como fonte primária de combustível nos treinos. Geralmente, quanto mais rápido você corre, maior a porcentagem de seu combustível virá de carboidratos.

O problema com o carboidrato é que só pode armazenar uma quantidade limitada em nossos músculos. É ai que entra o Gel de Carboidrato!

POR QUE USAR GEL DE CARBOIDRATO?

Em síntese, o gel de carboidrato ajudar a repor o glicogênio e calorias que você está queimando em treinos fortes e longos. O consumo de carboidratos de rápida absorção durante a corrida fornece glicose e permite a continuidade da atividade, retardando a fadiga.

QUANDO USAR GEL DE CARBOIDRATO?

Cada pessoa absorve e processa os carboidratos de forma diferente – alguns podem sentir o efeito dentro de três minutos, enquanto outros podem levar até 15 minutos.

A sugestão de alguns nutricionistas é tomar o seu primeiro gel em por volta de 45 a 60 minutos, dependendo de quão bem você reage ao gel no treino.

QUANTAS VEZES TOMAR O GEL DE CARBOIDRATO?

As marcas de Gel de Carboidrato possuem concentrações variadas de carboidratos, vitaminas e minerais. Alguns também contém cafeína, que é um estimulante energético.

Sempre tome o gel de carboidrato com água, nunca sozinho e nunca com uma bebida esportiva. Sem água, o gel de carboidrato levará mais tempo para digerir e entrar na corrente sanguínea.

Se você tomar um gel de carboidrato com uma bebida esportiva, você corre o risco de ingerir muito açúcar simples ao mesmo tempo.

Os efeitos podem variar conforme a dieta. Se ela for balanceada, os resultados serão melhores e é por isto que é muito importante o acompanhamento de um nutricionista.

Uma opção indicada é consumi-los da seguinte maneira:

Exercícios/Competições de até 1 hora: Apenas água
Duração de 1h30min: 1 Sachê de Gel a cada 45 minutos
Duração de 2 horas: 1 Sachê a cada 30 minutos (a partir dos 40 minutos)
Duração de 3 horas: 1 Sachê a cada 25 minutos (a partir dos 40 minutos)
Duração de 4 horas: 1 Sachê a cada 20minutos (a partir dos 40 minutos)
Lembre-se: É importante ter o acompanhamento de um profissional, para saber a dose certa a ser consumida.

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Com o avanço da medicina esportiva e um melhor entendimento de como o corpo utiliza as fontes de energia, descobriu-se que o consumo deste tipo de suplemento é muito indicado para atividades intensas e longas.

Fonte: Docedieta.com

Com time B, Alemanha frustra Chile e conquista a Copa das Confederações

FICHA TÉCNICA CHILE 0 X 1 ALEMANHA  

Local: Estádio de São Petersburgo, em São Petersburgo (Rússia)

Data: 2 de julho de 2017 (Domingo)

Horário: 15 horas (de Brasília)

Árbitro: Milorad Mazic Assistentes: Milovan Rsitc e Dalibor Djurdjevic

Cartões amarelos: Vidal, Bravo e Jara (Chile); Kimmich, Rudy e Can (Alemanha)

Gol: Stindl, aos 20 do 1º tempo

CHILE: Claudio Bravo, Mauricio Isla, Gary Medel, Gonzalo Jara e Beausejour; Marcelo Díaz (Leonardo Valencia), Charles Aránguiz (Sagal), Arturo Vidal e Pablo Hernández; Eduardo Vargas (Édson Puch) e Alexis Sánchez. Técnico: Juan Antonio Pizzi

ALEMANHA: Marc-André ter Stegen, Matthias Ginter, Shkodran Mustafi e Antonio Ruediger; Joshua Kimmich, Sebastian Rudy, Jonas Hector, Leon Goretzka (Sule) e Julian Draxler; Timo Werner (Emre Can) e Lars Stindl. Técnico: Joachim Low

Sport é Campeão Pernambucano de Futebol Feminino, após empate com o Vitória, na Ilha

 Por Sabbahana Cavalcanti /Especial para o Diário

O Sport quebrou a sequência de títulos do Vitória e levantou a taça do pernambucano de futebol feminino 2017. O empate de 1 a 1, neste sábado, na Ilha do Retiro, definiu a conquista rubro-negro, após o time ter vencido a primeira partida da decisão, por 5 a 1, em Chã Grande. Depois de oito anos, as leoninas conseguiram o sexto título do clube.

Apesar da dificuldade em tocar a bola no gramado encharcado, devido as fortes chuvas que caem no Recife, o Sport conseguiu dominar a partida. O gol do time rubro-negro foi marcado por Juliana, aos 31 minutos do primeiro tempo. Regiane ainda perdeu um pênalti desperdiçando a chance de ampliar o placar rubro-negro na primeira etapa.

No segundo tempo, o Vitória conseguiu equilibrar o confronto. Aos 38 minutos, Bruna Natiely igualou o placar na Ilha do Retiro. Apesar da pressão em busca da vitória, O marcador não foi mais alterado e o Sport conquistou o título pernambucano. O gol de Juliana deixou a atacante empatada com Paloma Nair, artilheira do campeonato. As duas balançaram as redes em dez oportunidades no torneio.

TERCEIRO LUGAR

A decisão do terceiro lugar do Campeonato Pernambucano aconteceu também neste sábado, no estádio Grito da República, em Olinda. O Náutico goleou o Porto por 6 a 1. Os gols foram marcados por Ana Popó (4), Lawana e Rafa.

Com participação de árbitro de vídeo, Sport vence Salgueiro e é campeão pernambucano

Ficha do Jogo

Salgueiro 0

Mondragon; Marcos Tamandaré, Ranieri, Luiz Eduardo e Daniel; Rodolfo Potiguar, Moreilândia, Toty e Álvaro; Jean Carlos (Dadá) e William Lira. Técnito: Evandro Guimarães.

Sport 1

Magrão; Samuel Xavier, Ronaldo Alves, Durval e Raul Prata (Evandro); Rodrigo (Thallyson), Rithely, Everton Felipe e Diego Souza; Lenis (Leandro Pereira) e André. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

Estádio: Cornélio de Barros, em Salgueiro-PE. Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (FIFA-GO). Assistentes: Emerson A. de Carvalho (FIFA-SP) e Marcelo Van Gasse (FIFA-SP). Árbitro de vídeo: Péricles Bassols. Gol: Everton Felipe (31’ do 2T) (SPO). Cartões amarelos: Jean Carlos, Rodolfo Potiguar e Daniel (SAL); Durval, Lenis, Fábio e André (SPO). Público e Renda: Não divulgado.

Salgueiro e Sport se reencontram após 52 dias para decidir o campeão pernambucano

Ficha do jogo

Salgueiro
Mondragon; Diego Aragão (Marcos Tamandaré), Ranieri, Maurício e Paulo Vitor; Rodolfo Potiguar, Toty, Jaildo e Dadá (Gustavo); Álvaro e Jean Carlos. Técnico: Evandro Guimarães.

Sport

Magrão; Samuel Xavier, Ronaldo Alves, Henríquez (Durval) e Raul Prata; Rithely, Rodrigo, Everton Felipe e Diego Souza; Reinaldo Lenis e André. Técnico Vanderlei Luxemburgo.

Estádio: Cornélio de Barros (Salgueiro-PE). Horário: 21h45. Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (Fifa-GO). Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho (Fifa-SP) e (Fifa-SP). Árbitro de vídeo: Péricles Bassols.