Futebol Feminino

Vitória vence o Botafogo-PB e avança na Copa do Brasil

O Vitória ganhou do Botafogo-PB por 1×0, neste domingo (9), no Estádio Carneirão, e avançou para a segunda fase da Copa do Brasil de futebol feminino. Agora, o adversário do Tricolor das Tabocas será o Viana-MA, que passou pelo São Raimundo-RR.

Depois de empatar por 0×0 no jogo de ida, em Patos-PB, o Vitória fez o dever de casa e venceu o Botafogo com gol de Cida, aos 26 minutos do segundo tempo. O atual vice-campeão da Copa do Brasil segue em busca do seu primeiro título nacional.

Vale lembrar que o Sport também se classificou para a segunda fase da competição. As rubro-negras eliminaram o Bahia e enfrentarão a Ferroviária-SP.

Fonte: FPF

Com goleada, Brasil desbanca o Chile e vence Torneio Internacional de Futebol Feminino

Do R7

A seleção brasileira de futebol feminino venceu a quinta edição do Torneio Internacional de Brasília – a primeira que acontece na capital brasileira. O Brasil entrou em campo com a vantagem do empate para ficar com o título, mas venceu por 5 x 0 com gols do triunfo foram anotados por Formiga, Marta, Darlene, Cristiane e Debinha, no Estádio Nacional Mané Garrincha.

Logo aos oito minutos, o Brasil abriu o placar em Brasília com um rebote de Formiga. O segundo gol foi da melhor jogadora do mundo, Marta, que invadiu a área e finalizou à esquerda de Endler.

Aos 11 minutos do segundo tempo, o Brasil marcou seu terceiro com outro rebote, dessa vez de Darlene. Aos 19 minutos, Debinha foi lançada por Formiga, invadiu a área e foi parada por Endler, que praticou grande defesa.

A camisa 10 da seleção, Marta, saiu aos 23 minutos do segundo tempo com dores no tornozelo e abandonou o campo,  e foi substituída por Andressa Alves. O quarto gol foi marcado por Cristiane, aos 32 minutos e Debinha finalizou a goleada no fim da partida.

Nesta edição do Torneio, o Brasil já tinha derrotado o Chile na estreia da competição por 2 a 0. Marta e Thaísa marcaram os gols da Seleção Brasileira.

Brasil Olímpico aponta os melhores atletas de 2013 "Fotos"

Por Uol Esportes

Os destaques brasileiros nas quadras, piscinas, mares, ginásios e pistas do mundo inteiro em 2013 são as grandes estrelas da 15ª edição do Prêmio Brasil Olímpico 2013, que acontece nesta terça-feira, 17, em São Paulo, às 19h (da Bahia).

Ganharão troféus os melhores atletas da temporada por modalidade. O ‘Oscar do esporte brasileiro’ premia ainda os melhores treinadores do ano (coletivo e individual). O grande evento da noite, porém, fica pelo título de Melhor Atleta de 2013, disputado no feminino por Poliana Okimoto (maratona aquática), Rafaela Silva (judô) e Yane Marques (pentatlo moderno), e no masculino por Arthur Zanetti (ginástica artística), Cesar Cielo (natação) e Jorge Zarif (vela).

A escolha dos melhores atletas em cada modalidade (veja a lista abaixo) e a definição dos indicados a Melhor Atleta do Ano foi realizada por um júri composto por jornalistas, dirigentes, ex-atletas e personalidades do esporte. Esse voto terá peso de 50% na eleição final para os melhores do ano, depois de serem computados os votos do público pela Internet, feita através do site do COB (www.cob.org.br) e que se encerrará durante a cerimônia, que terá transmissão ao vivo pelo SporTV.

Dentre os melhores por modalidades, destaque para dois baianos:Isaquias Queiroz  (canoagem de velocidade) e Robson Conceição (boxe).

Homenagem

Além de premiar os melhores atletas do ano, o COB homenageará o cinquentenário da primeira edição de Jogos Pan-americanos organizada no Brasil (São Paulo, em 1963). Mais de 90 ex-atletas que conquistaram medalhas naquele evento confirmaram presença na festa, entre eles os tenistas Maria Esther Bueno e Thomaz Koch, o jogador de basquete Amaury Passos, além de Carlos Alberto Torres, do futebol.

Maior medalhista olímpico brasileiro da história, ao lado de Robert Scheidt, o velejador Torben Grael receberá o Troféu Adhemar Ferreira da Silva, dedicado a atletas que mantém o legado deixado por Adhemar, o primeiro bicampeão olímpico do Brasil.

Pelo segundo ano consecutivo o COB concederá o troféu de Melhor Treinador do Ano a Marcos Goto (técnico de Arthur Zanetti), na categoria modalidade individual, e a José Roberto Guimarães, do voleibol, nos esportes coletivos. O Prêmio Brasil Olímpico também será concedido a quatro atletas dos Jogos Escolares da Juventude deste ano.

Os melhores de 2013 em cada modalidade:

Atletismo: Mauro Vinicius da Silva
Badminton: Lohaynny Vicente
Basquete: Tiago Splitter
Boxe: Robson Conceição
Canoagem Slalom: Ana Sátila
Canoagem Velocidade: Isaquias Queiroz
Ciclismo BMX:  Renato Rezende
Ciclismo Estrada: Rafael Andriato
Ciclismo Mountain Bike: Henrique Avancini
Ciclismo Pista:  Flavio Cipriano
Desportos na Neve: Isabel Clark
Desportos no Gelo:  Isadora Williams
Esgrima:  Gabriela Cecchini
Futebol:  Neymar Junior
Ginástica Artística:  Arthur Zanetti
Ginástica de Trampolim:  Giovanna Matheus
Ginástica Rítmica:  Angelica Kvieczynski
Golfe:  Adilson da Silva
Handebol:  Alexandra Nascimento
Hipismo Adestramento:  Luíza Almeida
Hipismo CCE:  Marcelo Tosi
Hipismo Saltos:   Alvaro A. de Miranda Neto
Hóquei Sobre Grama: Matheus B. Ferreira
Judô:  Rafaela Silva
Levantamento de Peso:  Fernando Reis
Lutas:  Joice Silva
Maratona Aquática:  Poliana Okimoto
Natação:  Cesar Cielo
Natação Sincronizada:  Lorena Molinos
Pentatlo Moderno:  Yane Marques
Polo Aquático:  Izabella Chiappini
Remo:  Fabiana Beltrame
Rugby:  Julia Sardá
Saltos Ornamentais:  Cesar Castro
Taekwondo:  Guilherme Dias
Tênis:   Bruno Soares
Tênis de Mesa:  Hugo Calderano
Tiro com Arco:  Sarah Nikitin
Tiro Esportivo: Cassio Rippel
Triatlo:  Pâmella Oliveira
Vela:  Jorge Zarif
Vôlei de Praia:  Talita Antunes
Vôlei:  Thaisa Daher

Seleção Feminina convocada para a competição

Por Assessoria CBF

O técnico Márcio de Oliveira convocou nesta segunda-feira a Seleção Brasileira Feminina para a disputa do Torneio Internacional de Brasília, que será realizado de 11 a 22 de dezembro. 25 jogadoras foram chamadas para a competição.

A delegação brasileira se apresenta no dia 26 de novembro para iniciar a fase de preparação para o Torneio. Os treinos serão realizados em Pinheiral, no Rio de Janeiro.

Na competição, o Brasil enfrentará Canadá, Escócia e Chile, respectivamente. A estreia está marcada para o dia 11 de dezembro.

Confira a lista de convocadas:

GOLEIRAS

Thais Picarte

Luciana

Andréia Suntaque

ZAGUEIRAS

Tayla

Andréia Rosa

Bruna Benites

Gislaine

LATERAIS

Rílany

Poliana

Tamires

Andressa Alves

Barrinha

VOLANTES

Formiga

Mayara

Thaisa

Bia

MEIAS

Rosana

Raquel

Débinha

Marta

Adriane

Thaisinha

Fabiana Baiana

ATACANTES

Cristiane

Darlene

Vitória empata com o São Francisco e garante vaga na proxima fase do Brasileiro Feminino Caixa

Foto: Luciano Abreu

Vitória-PE e São Francisco-BA empataram em 1 a 1, nesta quarta feira (9), na partida disputada no Estádio Carneirão, em Vitória de Santo Antão, válida pela 4ª rodada da primeira fase do Brasileirão Feminino Caixa.

Com o resultado, o Tricolor das Tabocas assegurou a classificação para a próxima fase junto com o próprio São Francisco. O time de Pernambuco é o vice-líder do Grupo 3, com sete pontos. O São Francisco, que já entrou em campo classificado, é o 1º colocado, com 10.
A equipe pernambucana volta a campo no próximo dia 16, para enfrentar o Mixto-MT, em Cuiabá. O São Francisco já realizou suas três partidas na competição e aguarda o término da 5ª rodada para a definição das posições.
O jogo
A primeira chance de gol veio com as donas da casa logo aos 4 minutos. Joicinha fez boa jogada na linha de fundo pelo lado esquerdo e cruzou para Raquel, que não alcançou a bola e desperdiçou a chance de abrir o placar. Com um chute de fora da área, novamente Joicinha levou perigo ao gol de Bia, que conseguiu fazer a defesa.
A primeira e única oportunidade clara do São Francisco aconteceu apenas aos 21 minutos. No contra-ataque, a camisa 9 Larissa, recebeu em profundidade, ficou cara a cara com a goleira Dani, mas pegou mal na bola e a camisa 1 fez a defesa com tranquilidade
No intervalo, os dois treinadores promoveram mudanças nas equipes. Bruno Angeiras tirou Amanda, que deu lugar para Lili Bala, e Mário Augusto colocou Ju Maria no lugar de Laís.
As alterações parecem ter surtido mais efeito a favor do time baiano. Logo aos 7 minutos, Larissa iniciou jogada no campo de ataque, fez jogada com Bárbara, e chegou batendo forte, da entrada da área, para abrir o placar no Carneirão e comemorar seu quarto gol na competição.
Aos 20 minutos, Flavinha surpreendeu Bia. Esperta, a camisa 7, quase do meio-campo, chutou por cima e encobriu a goleira para empatar com um golaço de perna direita.
Próximo do fim da partida, Duda quase ampliou para o Vitória, após boa cabeçada em jogada de escanteio, mas novamente a bola passou por cima. O Vitória se animou nos minutos finais, chegou a pressionar, mas não conseguiu ser efetivo na finalização e o jogo terminou mesmo empatado.
Fox sports

Ex-capitã do Brasil larga futebol e vira corretora: "estou até panfletando"

Vitor Pajaro
Do UOL, em São Paulo

Aline Pellegrino esteve presente no que pode ser considerado o melhor momento do futebol feminino no Brasil. Ao lado de Marta e companhia, ela conquistou os Jogos Pan-Americanos de 2007, foi finalista da Copa do Mundo do mesmo ano e esteve no grupo de prata das Olimpíadas de 2004. O retrocesso do esporte no Brasil, no entanto, fez com que a ex-capitã da seleção, aos 31 anos, abandonasse o futebol e passasse a investir no ramo imobiliário.

Após voltar do futebol russo e defender o Novo Mundo, do Paraná, Aline até tentou continuar no esporte como treinadora. Assumiu o comando do Vitória de Santo Antão (PE), mas viu que todo o seu esforço não valeria a pena para ajudar o renegado futebol feminino. Sem opções, decidiu trabalhar como corretora de imóveis.

“Eu coloquei meu corpo na guerra. Senti que era o momento de parar, hora de me preservar. É bem aquela história: tentar parar por cima”, disse a ex-zagueira em entrevista ao UOL Esporte.

“É bom poder estar em casa, preciso continuar a vida e achei que valia a pena investir. É um desafio novo, tem bastante gente trabalhando e agora estou em momento de adaptação. Fico ligando para as pessoas, busco clientes e estou até panfletando”, revelou a ex-atleta, natural de São Paulo.

Aline, que iniciou a carreira aos 15 anos de idade e por oito serviu a seleção do Brasil, conta que mantém contato com as ex-companheiras e que muitas ainda não acreditam que a decisão seja definitiva. Ela garante que sim.

“Todas acham que eu vou voltar, mas eu estou bem tranquila com a minha decisão. Não balancei em nenhum momento. Eu dei uma desanimada e nem estou acompanhando muito. Infelizmente estamos distantes do ideal e não vejo perspectivas de melhoras. A minha geração conquistou muita coisa bacana e nada mudou”, lamenta.

Além da passagem pela seleção brasileira, Aline também estava no elenco das Sereias da Vila, como ficou conhecido o time de futebol feminino do Santos. Lá ergueu as taças do bicampeonato da Copa Libertadores e da Copa do Brasil, entre outros títulos.

Apesar de não projetar uma vida no esporte, Aline, que é formada em educação física, mantém uma chama acesa. Pelo menos três vezes por semana, ela trabalha em uma escolinha de futebol apenas para meninas, de sete a 17 anos.

“Eu não consigo mais ver as coisas como via quando tinha 18 anos. Sempre acreditei que algo poderia mudar. As aulas na escolinha são três vezes por semana, mas eu quero focar no ramo imobiliário”, afirma para a tristeza, segundo ela, da ex-companheira de Santos e seleção, Cristiane.

“Ela é uma das que ainda não acreditou. Falou que eu ainda tenho lenha para queimar. Ela ficou triste e eu sei que isso tudo pode dar errado, mas preciso acreditar. Vou direcionar para uma coisa e me dedicar como sempre fiz”, concluiu.

Vitória-PE garante favoritismo e faz 3 a 0 no Bota-PB no Brasileiro Feminino

Por Globo Esporte-PB

O Vitória-PE fez prevalecer o favoritismo e mesmo jogando fora de casa venceu o Botafogo-PB por 3 a 0, em jogo válido pela segunda rodada do Grupo 3 do Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino. O jogo aconteceu no Estádio da Graça, em João Pessoa, e representou a segunda vitória do time pernambucano na competição. Já para as “Belas do Belo”, foi o primeiro jogo e a primeira derrota.

Na verdade, apenas um time jogou. As donas da casasó tiveram uma chance de gol. Logo no início de jogo. Aos sete minutos de primeiro tempo, Cabron passou para Jeniffer que chutou forte em gol. A bola, contudo, subiu muito e foi para fora.

Botafogo-PB, Futebol feminino, Campeonato Brasileiro de futebol feminino, Paraíba, Vitória de Santo Antão (Foto: Richardson Gray / Globoesporte.com/pb)
Raquel comemora o primeiro gol do Vitória sobre o Botafogo (Foto: Richardson Gray / Globoesporte.com/pb)

Daí em diante, só as pernambucanas atacaram. Que abriu o placar logo depois. Aos 10 minutos Joice avançou e passou com categoria para Raquel, que chutou cruzado em gol, sem chances para a goleira botafoguense: 1 a 0.

Ainda no primeiro tempo, mais um gol pernambucano. Aos 41 minutos, Duda recebeu a bola da esquerda, puxou e com velocidade chutou para ampliar a partida.

No intervalo, os cerca de 200 torcedores do Botafogo que compareceram à partida já não acreditavam numa virada. E aos nove minutos da etapa final, aconteceu o gol final.

Novamente de Duda. E foi um golaço. Ela recebeu a bola e rapidamente puxou da zagueira. Teve tempo então de se ajeitar e driblar a goleira antes de entrar com bola e tudo. Números finais de jogo: 3 a 0.

Botafogo-PB, Futebol feminino, Campeonato Brasileiro de futebol feminino, Paraíba, Vitória de Santo Antão (Foto: Richardson Gray / Globoesporte.com/pb)
Meninas do Botafogo não conseguiram superar as vice-campeãs da Copa do Brasil de 2013
(Foto: Richardson Gray / Globoesporte.com/pb)

Assembleia Legislativa de PE presta homenagem "Vitória Feminino"

A Assembleia Legislativa do Estado de Pernambuco homenageou na noite desta quarta-feira (14), em sessão solene,  o time de futebol feminino do Vitória de Santo Antão pela conquista do vice-campeonato da Copa do Brasil em 2011 e 2013 e pela representação do estado de Pernambuco em competição nacional e internacional. Na homenagem também consta o recente  tetracampeonato pernambucano  invicto e as sucessivas convocações  de  jogadoras do elenco tricolor para a Seleção Brasileira de Futebol Feminino em competições com o Mundial, Universíades, Sul-Americano e Jogos Olímpicos.

Assembleia Legislativa de PE presta homenagem em sessão solene ao time de futebol feminino do Vitória

Por Luciano Abreu

A Assembleia Legislativa do Estado de Pernambuco homenageou na noite desta quarta-feira (14), em sessão solene,  o time de futebol feminino do Vitória de Santo Antão pela conquista do vice-campeonato da Copa do Brasil em 2011 e 2013 e pela representação do estado de Pernambuco em competição nacional e internacional. Na homenagem também consta o recente  tetracampeonato pernambucano  invicto e as sucessivas convocações  de  jogadoras do elenco tricolor para a Seleção Brasileira de Futebol Feminino em competições com o Mundial, Universíades, Sul-Americano e Jogos Olímpicos.

A solenidade proposta pelo deputado Sebastião Rufino (PSB) foi acompanhada pelo vice-governador, João Lyra, pela secretária Estadual de Esportes, Ana Cristina  Cavalcanti  e pelo apresentador da Rede Globo Nordeste, Rembrandt Junior, entre outros. O deputado Zé Maurício (PR), abriu a cerimônia ressaltando que os investimentos realizados pelo Vitória de Santo Antão no futebol feminino tem quebrado paradigmas e gerado  importantes resultados para o esporte pernambucano. O deputado destacou ainda que a Assembleia Legislativa de Pernambuco reconhece esse esforço e presta uma justa homenagem às atletas, comissão técnica e dirigentes.

Na tribuna, o deputado Sebastião Rufino (PSB), autor da proposta, saudou o presidente do Vitória, Paulo Roberto, e afirmou que a homenagem é uma forma de enaltecer a dedicação, empenho e excelente gestão que tornaram, em quatro anos, o Vitória um clube referência no Brasil e que as conquistas revelam o quanto as meninas do Vitória são guerreiras na função que ocupam. O deputado também destacou que o Tricolor das Tabocas é o único clube brasileiro a reconhecer oficialmente com uma estrela rosa as conquistas da modalidade feminina em seu escudo e que tem representado de forma imponente o estado de Pernambuco em importantes competições, a exemplo da Copa Libertadores da América. “Cada uma merece uma medalha de ouro por jogar futebol, paixão dos brasileiros”, concluiu.

O presidente do Vitória, Paulo Roberto, recebeu uma placa comemorativa da Assembleia e agradeceu pelo reconhecimento dos parlamentares e do povo pernambucano aos esforços do clube em levar o nome do Estado cada vez mais longe. O presidente afirmou que o grande desafio de se fazer esporte de alto rendimento ainda é a falta de  incentivo e ressaltou a necessidade do Estado criar políticas públicas para dar apoio às mulheres, bem  como, incentivar e estimular a transmissão de jogos e competições. O presidente lembrou que Pernambuco ocupa hoje lugar de destaque no cenário nacional devido a iniciativas ousadas, como a da Federação Pernambucana de Futebol (FPF) em aceitar a sugestão de registrar as primeiras atletas de futebol  profissional do Brasil, e lembrou que o Tricolor das Tabocas é o único clube do Nordeste a receber do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) o Prêmio Brasil Olímpico, por duas vezes, como reconhecimento por ter contribuído para a evolução do esporte brasileiro.

Ao final o presidente do Vitória homenageou parlamentares e personalidades com a entrega das medalhas da conquista do vice-campeonato brasileiro. Estiveram presentes a solenidade o vice-prefeito Henrique Filho, representando o prefeito e ex-deputado estadual, Elias Lira; o secretário de Governo, Ozias Valentin; o secretário Executivo de Desenvolvimento Industrial e Tecnológico, Marcos Mendes; o secretário Executivo de Trabalho e Juventude, Ronaldo de Deus; e o secretário Executivo de Comunicação Social, Djalma Andrade.

Jogadora do Vitória de Santo Antão é convocada para a Seleção Brasileira

Volante do Vitória, Maria foi convocada nesta sexta-feira para a Seleção Brasileira principal de futebol feminino que disputará a Copa da Suíça, que começa no dia 22 de setembro. O Brasil ganhou a competição ano passado.

Quatro países disputam o torneio deste ano: Nova Zelândia, China e África do Sul. Os jogos de estreia serão no dia 22 de setembro.

Para a etapa de treinamento antes da disputa, o técnico Márcio de Oliveira convocou 24 jogadoras e, destas, 20 viajarão à Suíça. O treinamento será no CT de Pinheiral, de 26 de agosto a 18 de setembro.

 

Por Blog do Torcedor