Futebol Internacional

Brasil tenta conter euforia e confirmar vaga diante do Paraguai

FICHA TÉCNICA
BRASIL X PARAGUAI

Local: Estádio de Itaquera, em São Paulo (SP)
Data: 28 de março de 2017, terça-feira
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Víctor Carrillo (Peru)
Assistentes: Jonny Bossio e Coty Carrera (ambos do Peru)

BRASIL: Alisson; Fagner, Marquinhos, Miranda e Marcelo; Casemiro, Paulinho, Philippe Coutinho, Renato Augusto e Neymar; Roberto Firmino
Técnico: Tite

PARAGUAI: Antony Silva, Bruno Valdez, Paulo da Silva, Marcos Cáceres e Junior Alonso; Cristian Riveros, Rodrigo Rojas, Víctor Cáceres e Derlis González; Cecilio Domínguez e Dario Lezcano
Técnico: Francisco Arce

Olé Centenário: Paulinho vira carrasco, Brasil goleia Uruguai e pode garantir vaga na terça

FICHA TÉCNICA
URUGUAI 1 X 4 BRASIL

Local: Estádio Centenário, em Montevidéu (Uruguai)
Data: 23 de março de 2017, quinta-feira
Horário: 20 horas (de Brasília)
Árbitro: Patricio Loustau (Argentina)
Assistentes: Diego Bonfa e Gustavo Rossi (ambos da Argentina)
Cartões amarelos: Maxi Pereira, Godín e Coates (Uruguai); Casemiro, Marcelo e Daniel Alves (Brasil)
Gols: URUGUAI: Cavani, aos 9 minutos do primeiro tempo; BRASIL: Paulinho, aos 18 minutos do primeiro tempo e aos 7 e aos 42 minutos do segundo tempo; Neymar, aos 29 minutos do segundo tempo

URUGUAI: Martín Silva; Maxi Pereira, Coates, Godín e Gastón Silva; Arévalo Ríos, Vecino, Sánchez (Hernández) e Cristian Rodríguez; Rolán (Stuani) e Cavani
Técnico: Óscar Tabárez

BRASIL: Alisson; Daniel Alves, Marquinhos, Miranda e Marcelo; Casemiro, Paulinho, Philippe Coutinho (Willian), Renato Augusto (Fernandinho) e Neymar; Roberto Firmino (Diego Souza)
Técnico: Tite

O maior clássico dessas eliminatórias que você respeita

ICHA TÉCNICA

BRASIL: Alisson, Daniel Alves, Marquinhos, Miranda e Marcelo; Casemiro; Paulinho, Renato Augusto, Philippe Coutinho e Neymar; Roberto Firmino. Técnico: Tite

URUGUAI: Martín Silva, Máxi Pereira, Coates, Godín e Gastón Silva; Arévalo Rios; Vecino, Carlos Sánchez, Crístian Rodríguez e Cavani; Diego Rolán. Técnico: Oscar Tabárez

Local: estádio Centenário, em Montevidéu (URU)

Data e horário: quinta-feira, às 20h (de Brasília)

Pendurados do Brasil: Daniel Alves, Miranda, Paulinho, Renato Augusto, Filipe Luís, Fernandinho e Giuliano

Arbitragem: Patricio Loustau, auxiliado por Diego Bonfa e Gustavo Rossi (todos da Argentina)

Transmissão: TV Globo (com Galvão Bueno, Casagrande, Ronaldo, Arnaldo Cézar Coelho, Tino Marcos e Mauro Naves), SporTV (com Milton Leite, Muricy Ramalho, Maurício Noriega e Alexandre Oliveira) e GloboEsporte.com (com pré-jogo especial a partir das 19h)

 

No retorno das eliminatórias, Tite volta a dar chance a Diego e Diego Souza

Confira a lista completa:

Goleiros: Alisson (Roma), Weverton (Atlético-PR) e Ederson (Benfica);

Zagueiros: Marquinhos e Thiago Silva (PSG), Miranda (Inter de Milão) e Gil (Shandong Luneng)

Laterais: Daniel Alves (Juventus), Fagner (Corinthians), Marcelo (Real Madrid e Filipe Luis (Atlético de Madrid);

Meias: Casemiro (Real Madrid), Fernandinho (Manchester City, Paulinho (Guangzhou Evergrande), Giuliano (Zenit), Renato Augusto (Beijing Guoan), Diego (Flamengo), Philippe Coutinho (Liverpool) e Willian (Chelsea);

Atacantes: Neymar (Barcelona), Douglas Costa (Bayern de Munique), Roberto Firmino (Liverpool) e Diego Souza (Sport).

Tite convocação seleção brasileira Brasil lista Uruguai Paraguai (Foto: Reprodução/Twitter)

Brasil vence Jogo da Amizade contra Colômbia e lidera o ranking da Fifa

BRASIL 1 x 0 COLÔMBIA

BRASIL

Weverton; Fagner, Geromel, Rodrigo Caio e Fábio Santos (Jorge); Wallace, Willian Arão (Rodriguinho) e Lucas Lima (Gustavo Scarpa); Robinho (Diego), Dudu (Camilo) e Diego Souza (Luan)
Técnico: Tite

COLÔMBIA

David González; Bocanegra, Felipe Aguilar, Tesillo e Farid Díaz (Balanta); Uribe, Abel Aguilar (Cuéllar) e Macnelly Torres (Santiago Montoya); Teo Gutiérrez (Berrío), Copete (Hernández) e Borja (Rangel)
Técnico: José Pékerman

Local: Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 25 de janeiro de 2017, quarta-feira
Árbitro: Jorge Ignacio Baliño (ARG)
Assistentes: Lucas Andres Germanotta e Gabriel Alfredo Chade (Ambos da Argentina)
Cartões amarelos: BRASIL: Geromel, Lucas Lima, Rodrigo Caio. COLÔMBIA: Abel Aguilar
Renda: R$ 1.219.675,00
Público: 18.695 pagantes
GOL: Dudu, 1min do 2ºT

Amistoso Brasil x Colômbia terá preliminar com Zico e outros ex-jogadores

A CBF anunciou nesta quarta-feira que o “Jogo da Amizade” entre Brasil e Colômbia, nesta quarta-feira, terá uma preliminar com ex-jogadores e artistas. Antes do amistoso no Engenhão, marcado para as 21h45, acontecerá uma partida festiva com direito à participação de Zico, nome já confirmado para o evento.

Trata-se de uma ação para atrair mais público ao estádio e dar à Chapecoense a festa que ela merece nesta homenagem. O amistoso colocará frente a frente os países que se uniram na tragédia aérea do clube catarinense no fim do ano passado e terá a renda revertida para às famílias das vítimas do acidente.

De acordo com comunicado divulgado pela CBF, 25 nomes já estão confirmados para esta preliminar festiva. Além de Zico, Mauro Galvão, Washington e Gonçalves são os ex-jogadores que estarão em campo. Outro esportista, o lutador José Aldo também jogará. O elenco ainda conta com nomes da música e da tevê, como os cantores Diogo Nogueira, Toni Garrido e Nego do Borel, os atores Caio Castro, Eduardo Moscovis e Eri Johnson e o apresentador Otaviano Costa.

Os ingressos para a partida continuam à venda pela internet, nas sedes do Botafogo, em Caio Martins, do Fluminense, em Laranjeiras, do Flamengo, na Gávea, e do Vasco, em São Januário. Quem não puder ir ao amistoso e quiser ajudar pode adquirir o “ingresso solidário”, com valores de R$ 50, R$ 100, R$ 200 ou R$ 500 que irão direto para as famílias das vítimas.

Fonte: Estadão

Sport vence o The Strongest nos pênaltis e conquista a Taça Ariano Suassuna pela 3ª vez

Ficha do jogo
Sport
Magrão (Agenor); Samuel Xavier (Raul Prata), Ronaldo Alves, Durval (Henriquez) e Renê (Mansur); Rithely (Thallyson), Ronaldo (Neto Moura), Everton Felipe (Lenis), Diego Souza (Fábio) (Paulo Henrique) e Rogério (Marquinhos); Leandro Pereira (Matheus Ferraz). Técnico: Daniel Paulista.
The Strongest
Vaca;  Diego Bejarano (David Checa), Luis Maldonado (Walter Vaizaga), Fernando Marteli e Marvin Bejarano (Ramiro Ballivian); Raúl Castro, Diego Wayar (Gabriel Valverde), Jara e Chumacero, Pablo Escobar e Matías Alonso (Rodrigo Vargas). Técnico: César Farías.
Local: Arena Pernambuco. Árbitro: Pericles Bassols (Fifa-PE). Assistentes: Fabrício Leite e Marcelino Castro.
Gols: Rithely (10 min do 1º) e Marvin Bejarano (44 min do 1º).
Cartões amarelos: Rithely(S), DIego Wayar (TS).
Expulsão: Ronaldo Alves (S).
Público: 7.956. Renda: R$ 130.220
Nos pênaltis:
Sport
Matheus Ferraz – converteu
Lenis – converteu
Henriquez – perdeu
Paulo Henrique – converteu
Marquinhos – converteu
The Strongest
Fernando Martelli – converteu
Gabriel Valverde – perdeu
Chumacero – perdeu
Rodrigo Vargas – converteu

Sport apresenta o “novo” time contra o The Strongest

FICHA DA PARTIDA – SPORT X THE STRONGEST

Sport: Magrão; Samuel Xavier, Ronaldo Alves, Durval e Renê; Rithely, Ronaldo e Diego Souza; Everton Felipe, Rogério e Leandro Pereira. Técnico: Daniel Paulista.

The Strongest: Vaca; Valverde, Maldonado, Bejarano, Bejarano; Wayar, Castro, Veizaga; Vargas, Escobar, Alonso. Técnico: César Fárias.

Taça Ariano Suassuna.

Local: Arena Pernambuco, São Lourenço da Mata.

Horário: domingo, às 15h (horário do Recife).

Árbitro: Pericles Bassols.

Auxiliares: Marcelino Leite e Fabrício Leite.

Morre, em BH, Carlos Alberto Silva, ex-técnico de Cruzeiro, Atlético e Seleção

Morreu na manhã desta sexta-feira, aos 77 anos, o ex-técnico Carlos Alberto Silva, que trabalhou em Cruzeiro, Atlético e Seleção Brasileira, entre vários outros clubes. A causa da morte ainda não foi divulgada. Segundo uma sobrinha de Carlos Alberto, ele estava em sua residência, quando faleceu.

Carlos Alberto Silva passou por uma cirurgia no começo de dezembro para colocação de uma válvula no coração, e já havia sofrido aneurisma no abdomen. Nesta quinta-feira ele teria ido dormir normalmente e morrido durante o sono.

Natural de Bom Jardim de Minas, no Sul do estado, ele comandava uma agência de turismo em Belo Horizonte. Carlos Alberto Silva ganhou destaque no futebol nacional ao comandar o Guarani de Campinas, em 1978, quando conquistou o Campeonato Brasileiro, em cima do Palmeiras. Depois disso, trabalhou em alguns dos principais clubes do Brasil. Dentre eles Atlético, Cruzeiro, América, Corinthians, Palmeiras, São Paulo, Santos, Santa Cruz e Sport.

O treinador mineiro acabou chegando ao comando da Seleção Brasileira em 1987, quando conquistou os Jogos Pan-Americanos daquele ano. No ano seguinte, o Brasil ganhou a medalha de prata nos Jogos Olímpicos de Seul, sob o comando do treinador. Carlos Alberto Silva também se destacou no futebol internacional. Ele foi campeão japonês com o Yomiuri Kawasaki, em 1991 e bicampeão português com o Porto (1992 e 1993). No exterior, ele também treinou o Santa Clara-POR e o Deportivo La Coruña-ESP.

Alguns dos outros títulos importantes que venceu, são os Campeonatos Paulistas de 1980 e 1989, com o São Paulo, o Mineiro de 1982, com o Atlético, e o Pernambucano de 1983, pelo Santa Cruz.

Carlos Alberto encerrou sua carreira como técnico de futebol em 2005. Neste mesmo ano ele assumiu o cargo de diretor de futebol do Atlético. Carlos Alberto também foi dirigente de outro clube mineiro. Em 2014, o ex-treinador assumiu o cargo de vice-presidente de futebol do Villa Nova. O velório será no Cemitério Parque da Colina, com início às 19h desta sexta-feira, com o enterro previsto para sábado, às 11h.

Fonte: Redação /Superesportes

Chape é declarada campeã e garante ao menos US$ 4,8 mi em premiações

Por Martín Fernandez São Paulo

A Conmebol definiu nesta segunda-feira, em reunião virtual, por teleconferência, que a Chapecoense é a campeã da edição de 2016 da Copa Sul-Americana.

Foi oficializada em reunião virtual do Conselho da entidade – que tem representantes dos 10 países sul-americanos.

A decisão foi comunicada pela Conmebol em seu site oficial. A nota publicada pela confederação diz que a Chapecoense “receberá todas as honras e prerrogativas de campeão da Copa Sul-Americana de 2016”. O texto reconhece o Atlético Nacional como vice-campeão da competição.

Além disso, o clube colombiano receberá o prêmio “Centenário da Conmebol ao Fair Play” e a quantia de US$ 1 milhão (cerca de R$ 3,4 milhões) pela atitude de ter pedido o título para a Chapecoense.

A Chape, que na semana passada perdeu jogadores, comissão técnica e dirigentes na tragédia da Colômbia, agora tem vaga garantida na Recopa Sul-Americana de 2017 (que disputará contra o Atlético Nacional de Medellín em data a ser definida) e na fase de grupos da Taça Libertadores do ano que vem.

A decisão da Conmebol reforça as finanças da Chape. Pelo título da Sul-Americana, o clube catarinense vai receber premiação de US$ 2 milhões (R$ 6,86 milhões). Pela vaga na Recopa, mais US$ 1 milhão (R$ 3,43 milhões). A participação na Libertadores renderá ainda mais US$ 600 mil (pouco mais de R$ 2 milhões) por jogo como mandante. Como fará ao menos três partidas na fase de grupos, o time catarinense já garantiu US$ 1,8 milhão (R$ 6,17 milhões).

Chapecoense Sul-Americana (Foto: Giba Pace Thomaz/Chapecoense)
Chapecoense é declarada campeã da Copa Sul-Americana de 2016 (Foto: Giba Pace Thomaz/Chapecoense)