Futsal

Entenda qual a importância de saber seu V02 máximo antes de se exercitar

O VO2 máximo também chamado de consumo máximo de oxigênio representa a capacidade aeróbica máxima de um indivíduo. Na tradução, o VO2 seria a maior capacidade de oxigênio que uma pessoa consegue utilizar do ar inspirado enquanto faz um exercício físico aeróbico. Ele pode ser estimado por uma série de testes e fórmulas, mas seu valor exato só pode ser medido através do Teste Cardiopulmonar do Exercício (TCPE) também conhecido como Ergoespirometria. Esse exame feito pelo Cardiologista ou Médico do Esporte, acopla os dados obtidos no tradicional Teste Ergométrico, a análise dos gases expirados durante o exercício.

euatleta respiração (Foto: Getty Images)
Consumo máximo de oxigênio, ou VO2 máximo, representa a capacidade aeróbica de um indivíduo (Foto: Getty Images)

Além do consumo direto do oxigênio, o TCPE fornece variáveis que adicionam diversas informações sobre as respostas dos sistemas cardiovascular, respiratório, vascular pulmonar e muscular esquelético ao estresse físico, tendo especial valor na prescrição mais precisa de exercícios físicos aeróbicos e em pacientes com doenças cardiovasculares.

Qual o valor normal do VO2?
Para explicar melhor vamos considerar um indivíduo em repouso, lendo um livro, por exemplo. O VO2 desse indivíduo em repouso poderia ser estimado em aproximadamente 3,5 ml/(kg.min) o que é também chamado de 1 MET.

Esportes que mais gastam calorias: conheça o MET, seu aliado na dieta

O MET ou equivalente metabólico é uma unidade que representa o consumo de oxigênio no repouso, ou seja, 1 MET = 3,5 ml/(kg.min). No entanto, esse valor pode variar muito entre as pessoas devido a idade, sexo, hábitos, hereditariedade e condicionamento cardiovascular.

Espera-se de um homem saudável que ele alcance no esforço um VO2 máximo em torno de 35 a 40 ml/(kg.min), ou seja, 10 vezes o VO2 de “repouso“ (ou 10 METS).

Atletas de elite chegam a alcançar um VO2 máximo de 70 ml/(kg.min), ou seja, conseguem aumentar em até 20 vezes o VO2 de repouso. Já as mulheres possuem tipicamente um VO2 40-60% menor do que os homens, em torno de 27 a 30 ml/(kg.min). Vale lembrar que o VO2 máximo pode aumentar com o treinamento e diminuir com a idade.

 Quem precisa fazer um Teste Cardiopulmonar do Exercício para medir o VO2?
– Atletas amadores para prescrição adequada de exercícios
– Atletas profissionais para acompanhamento de treinamento
– Pessoas com queixas de cansaço ou falta de ar no exercício.
– Avaliação de resposta de medicamentos (em hipertensos, por exemplo)
– Para prescrição de exercícios para cardiopatas ou pneumopatas
– Seleção de pacientes para transplante cardíaco ou pulmonar
– Avaliação da gravidade e prognóstico da insuficiência cardíaca ou pneumopatias crônicas.
– Grandes obesos e aqueles que vão ser submetidos a cirurgia bariátrica
– Para risco cirúrgico ou pré-operatório

euatleta falta de ar (Foto: Getty Images)
Pessoas com falta de ar ou cansaço durante o exercício devem fazer o teste cardiopulmonar (Foto: Getty Images)

Pacientes com doenças arteriais dos membros inferiores com um VO2  baixo podem ter alguma doença no coração?

Durante o esforço é normal que o consumo de oxigênio suba progressivamente em qualquer indivíduo. Quando isso não acontece, o médico deve investigar, principalmente, doenças como a insuficiência cardíaca e as doenças pulmonares (pneumopatias crônicas). Segundo a classificação da American Heart Association (AHA) um VO2 pico <20 ml/(kg.min) já pode significar doença.

VO2 máximo é a mesma coisa que Limiar Anaeróbio?
Não, o Limiar Anaeróbio (LA) ou 1º Limiar Ventilatório é o ponto do exercício no qual inicia-se o acúmulo de lactato no sangue, com conseqüente tamponamento pelo sistema do bicarbonato, elevação da produção de gás carbônico (VCO2) e necessidade de aumento da ventilação para a sua excreção. Ao contrario do que se pensa, no exercício respiramos mais rápido não porque precisamos de mais oxigênio mas para retirar o CO2 produzido pelas células.

Há também o 2º Limiar Ventilatório, ou Ponto de Compensação Respiratória, que é o momento no qual se detecta a incapacidade do sistema metabólico em tamponar a acidose progressiva, resultando na necessidade de se excretar maior quantidade de CO2 através de maior hiperventilação.

euatleta personal (Foto: Getty Images)
Teste cardiopulmonar serve também para definir o treino de acordo com as necessidades de cada indivíduo (Foto: Getty Images)

 Porque o VO2 e o Limiar Anaeróbio (LA) são importantes para prescrever o exercício?
Os limiares 1º e 2º são importantes para a prescrição do exercício pois realizá-lo muito abaixo do 1º Limiar não promove condicionamento, e muito próximo ou acima do 2º Limiar traz o risco de se trabalhar em acidose descompensada, o que não é saudável. O percentual do VO2 no LA está em torno de 50% do VO2 máximo em indivíduos normais, elevado a mais de 70% em atletas e rebaixado a cerca de menos de 30% em doentes graves.

O Teste Cardiopulmonar do Exercício só serve para medir o VO2?
Não, além da avaliação do VO2 máximo, do LA e do Ponto de Compensação respiratória, o exame avalia o comportamento da pressão arterial antes, durante e após o exercício. Avalia também a variação da frequência cardíaca no esforço e na recuperação, podendo ajudar no diagnóstico da asma induzida pelo exercício e as alterações patológicas cardiovasculares como o infra-desnivelamento do segmento ST e as arritmias cardíacas malignas. Além disso, diversas variáveis são avaliadas pelo médico no TCPE como o Pulso de Oxigênio, os equivalentes ventilatórios VE/VCO2 e VE/VO2, VE/CO2 Slope, a Reserva Ventilatória,  o T ½, entre outros…

Vou iniciar um treinamento ou quero emagrecer, vale a pena fazer um TCPE?
Sim, o mais importante é que o TCPE vai excluir possíveis contra-indicações que você possa ter para fazer exercício, principalmente os de alta intensidade. O Teste agregará segurança não somente para você, mas também para toda equipe de profissionais que lhe acompanham (médicos, nutricionistas, educadores físicos e o fisioterapeutas). Além disso, com a realização de exames seriados é possível que você avalie e quantifique a melhora da sua performance.

Bibliografia:
AHA Scientific Statement – Exercise Standards for Testing and Training. Gerald F. Fletcher; Gary J. Balady, MD; Ezra A. Amsterdam. March 3, 2015.
Descomplicando a Ergoespirometria para o Cardiologista Clínico – DERCAD/RJ – SOCERJ – Fernando Cesar de Castro e Souza. Volume 7, 2010
Arena A, Myers J, Aslam SS, et al. Peak VO2 and VE/ VCO2 slope in patients with heart failure: A prognostic comparison. Am Heart J 2004;147:354–60.
Corrà U, Mezzani A, Bosimini E, et al. Ventilatory response to exercise improves risk stratification in patients with chronic heart failure and intermediate functional capacity. Am Heart J 2002;143:418-26.
Arena A, Myers J, Abella J, et al. Development of a ventilatory classification system in patients with heart failure. Circulation. 2007;115:2410-2417.
Arena A, Myers J, Abella J, et al. The Ventilatory classification system effectively predicts hospitalization in patients with heart failure. J Cardiopulm Rehabil 2008;28:195–198.
Arena A, Myers J, Abella J, et al. The partial pressure of resting end-tidal carbon dioxide predicts major cardiac events in patients with systolic heart failure. Am Heart J 2008;156:982-88.
Sun X-G, Hansen JE, Beshai JF, et al. Oscillatory Breathing and Exercise Gas Exchange Abnormalities Prognosticate Early Mortality and Morbidity in Heart Failure. J Am Coll Cardiol 2010;55:1814–23.
Klainman E, Fink G, Lebzelter J, et al. The relationship between left ventricular function assessed by multigated radionuclide test and cardiopulmonary exercise test in patients with ischemic heart disease. Chest 2002;121:841- 845. 8. Belardinelli

*As informações e opiniões emitidas neste texto são de inteira responsabilidade do autor, não correspondendo, necessariamente, ao ponto de vista do Globoesporte.com / EuAtleta.com

Capitão argentino, Wilhelm leva a Bola de Ouro Fifa; Ricardinho é o artilheiro

Por GloboEsporte Cali, Colômbia

Capitão da seleção da Argentina campeã do mundo, Fernando Wilhelm foi contemplado com a Bola de Ouro Fifa logo depois da decisão contra a Rússia, neste sábado, em Cali, na Colômbia. A prata ficou com o brasileiro naturalizado russo, Eder Lima, e o bronze com o iraniano Ahmad Esmaeilpour. O prêmio é dado ao melhor jogador da Copa do Mundo, sempre após o término da competição. Em 2012, quem levou o troféu foi o brasileiro Neto, autor do gol do título do heptacampeonato do Brasil, na Tailândia.

Fernando Wilhelm Argentina Bola de Ouro mundial de futsal (Foto: Getty Images/Fifa)
Eder Lima, Wilhelm e o iraniano Esmaeilpour: os três melhores do Mundial (Foto: Getty Images/Fifa)

Essa foi apenas a segunda vez que um brasileiro não levou a Bola de Ouro desde que a Fifa começou a organizar os Mundiais de Futsal. A outra vez havia sido na primeira edição da Copa do Mundo, em 1989, quando o holandês Victor Hermans levou o prêmio. Desde 1992, o Brasil vem levando todas as premiações individuais de melhor jogador do mundo. Manoel Tobias (1996 e 2000) e Falcão (2004 e 2008) são os recordistas.

Autor de 12 gols no Mundial da Colômbia, Ricardinho levou a Chuteira de Ouro, dada ao artilheiro do torneio. A Luva de Ouro, dada ao melhor goleiro da competição, ficou com o argentino Nicolas Sarmiento, autor de defesas espetaculares na final. Por fim, o Vietnã faturou o prêmio de seleção mais disciplinada da Copa do Mundo 2016. O país asiático foi eliminado pela Rússia nas oitavas de final.

Fernando Wilhelm Argentina campeã mundial de futsal (Foto: Gabriel Aponte/STR/Getty Images)
Fernando Wilhelm ergue o troféu de campeão mundial de futsal (Foto: Gabriel Aponte/STR/Getty Images)

TODOS OS VENCEDORES DA BOLA DE OURO FIFA

1989 – Victor Hermans (Holanda)
1992 – Jorginho (Brasil)
1996 – Manoel Tobias (Brasil)
2000 – Manoel Tobias (Brasil)
2004 – Falcão (Brasil)
2008 – Falcão (Brasil)
2012 – Neto (Brasil)
2016 – Fernando Wilhelm (Argentina)

Decime que se siente! Argentina bate a Rússia e conquista o seu 1º Mundial

Por GloboEsporte Cáli, Colômbia

A história do futsal começou a ser reescrita quando o Brasil foi eliminado pelo Irã nas oitavas de final. Dona da uma hegemonia na modalidade que transcende a própria seleção e leva jogadores naturalizados a defenderem outros países, os brasileiros assistiram a uma nova realidade neste sábado, em Cáli, na Colômbia. Seu maior rival e antigo saco de pancadas, a Argentina com um time 100% argentino bateu a Rússia, que conta com quatro brasileiros no elenco, por 5 a 4 e sagrou-se pela primeira vez campeã do mundo. Isso em um dia no qualFalcão recebeu uma homenagem antes da decisão por ter se tornado o maior artilheiro da história da competição, com 48 gols.

Rússia x Argentina final Mundial de Futsal (Foto: Getty Images/Fifa)
Cuzzolino vibra com um dos gols da Argentina (Foto: Getty Images/Fifa)

De nada adiantou para os russos uma grande exibição de seus brasileiros. Valeu a disposição da Argentina para mudar sua história e se transformar em uma força do futsal mundial, tendo derrubado em sua campanha ainda na semifinal Portugal, que conta com o melhor do mundo Ricardinho. Mais cedo, os iranianos venceram e ficaram com o terceiro lugar nas cobranças de pênaltis (4 a 3), após empate em 2 a 2 no tempo normal.

A Rússia chegou a ter mais força ofensiva no começo do jogo. Com o brasileiro Robinho na armação, criou boas chances e acuou a Argentina. Outro jogador nascido no Brasil colocou os russos na frente. Depois de um início truncado, com dificuldades para receber bolas, Éder Lima aproveitou passe Rômulo e precisou finalizar três vezes antes de abrir o placar aos 15 minutos de jogo.

A Argentina não se intimidou com a desvantagem no placar e no ataque seguinte empatou o jogo com Alamiro Vaporaki. Os argentinos se animaram, conseguiram pendurar o adversário com faltas e, faltando 28 segundos, tiveram um tiro livre para cobrar. o goleiro Vikulov entrou no lugar de Gustavo apenas para tentar defender. No entanto, Cuzzolini bateu firme e virou o jogo.

Falcão recebe homenagem pelo recorde de gols em Copas do Mundo (Foto: EFE)
Falcão recebe homenagem pelo recorde de gols em Copas do Mundo (Foto: EFE)

Logo no começo do segundo tempo, Éder Lima mostrou toda a sua qualidade de pivô para girar sobre o marcador e empatar o jogo para a Rússia. A Argentina teve novamente poder de recuperação e, no ataque seguinte,  Brandi fez 3 a 2. Os russos se descontrolaram por alguns instantes e viram Brandi aumentar a vantagem dos argentinos para 4 a 2.

A Rússia passou a pressionar intensamente, e o goleiro Sarmiento começou a aparecer decisivamente com grandes defesas. Cuzzolini se deu ao luxo de desperdiçar uma cobrança de tiro livre, defendido pelo goleiro Zamtaradze. Os russos, então, colocaram o goleiro-linha Shayakhmetov nos últimos cinco minutos.

Borruto tenta se livrar da marcação de Éder Lima e Chishkala (Foto: EFE)
Borruto tenta se livrar da marcação de Éder Lima e Chishkala (Foto: EFE)

Sem conseguir penetrar na defesa, ainda viram Constantino Vaporaki aproveitar o gol vazio para marcar de longe faltando menos de dois minutos. Lyskov diminuiu para 5 a 3, e Éder Lima marcou em tiro livre a 19 segundos do fim. Tarde demais. A festa do título da Argentina já estava garantida e explodiu com o zerar do cronômetro.

Rússia: Gustavo, Chishkala, Eder Lima, Robinho e Davydov. Entraram: Zamtaradze, Lyskov, Shayakhmetov, Rômulo, Milovanov, Abramov, Niiazov e Abramovich. Técnico: Sergey Skorovich.

Argentina: Sarmiento, Wilhelm, Borruto, Brandi e Taborda. Entraram: Quevedo, Stazzone, Alamiro Vaporaki, Battistoni, Rescia, Cuzzolino, Basile e Constantino Vaporaki. Técnico: Diego Giustozzi.

Aprenda a identificar os sinais de cansaço

Por camilabrogliato

É tanta coisa na rotina diária que muitas vezes ignoramos aquela “dorzinha leve”, a falta de apetite, a insônia ou aquela puxada na panturrilha. Você sabe reconhecer os sinais de cansaço que o seu corpo envia?

Frases de superação como “Dor é inevitável, desistir é opcional” ou “Dor é sinal de que seu músculo está trabalhando” (entre tantas outras espalhadas por aí) podem até ajudar no quesito motivação… mas lesões mais sérias podem acontecer se o atleta ignorar os sinais de cansaço e continuar treinando.

Não podemos esquecer que cada um tem limites diferentes. O desafio, portanto, é descobrir como dosar seus treinos, respeitar os sinais de cansaço e não forçar além da conta. E claro, descansar. Fique atento aos exageros que fazem mal à sua saúde. A seguir, veja alguns sintomas que o corpo envia quando algo está errado:

Lesões constantes
Suportar uma dor e seguir em frente (ignorando os sinais de cansaço do corpo) pode parecer um ato heroico. Mas, atenção: mesmo que você consiga superar a dor, todas as lesões relacionadas ao esporte devem ser investigadas e tratadas. Maquiar dores crônicas e persistentes com remédios anti-inflamatórios, por exemplo, não é indicado. Pare até descobrir o motivo do incômodo.

Insônia e distúrbios no sono
Preste atenção ao seu sono. Falta de sono ou problemas para dormir não são eventos isolados. Quem dorme pouco tem seu rendimento atrapalhado, além de ficar mais estressado durante o dia. Para dormir melhor, evite cafeína de forma exagerada, açúcar e bebidas energéticas– que só aumentam a sensação de cansaço do corpo. Se a insônia persistir, procure um médico.

Overtraining
Exercícios intensos e pouco tempo para a recuperação podem provocar overtraining. Os sintomas vão desde a sensação de fadiga generalizada às dores que não vão embora, insônia, irritabilidade, perda de motivação, gripes e resfriados frequentes, calafrios e até batidas irregulares do coração. Se, após exercícios intensos, o seu coração estiver acelerado demais mesmo em repouso e demorar muito a voltar ao normal, você pode estar em overtraining.

Cuidados
Se sentir algum desses sintomas, considere uma pausa nos treinos e concentre-se na recuperação com descanso, mais horas de sono e melhor alimentação. Para saber como está seu coração, procure um médico. Invista também em um monitor de frequência cardíaca, para verificar as batidas do coração em repouso e em atividade.

A sugestão dos especialistas é estar atento ao fortalecimento dos músculos, caprichar no alongamento após os exercícios, no aquecimento, no repouso, e em técnicas para melhorar o movimento muscular durante as pedaladas.

(Fontes: Dr. Rogério Teixeira, ortopedista e traumatologista especialista em medicina esportiva, membro da Sociedade Brasileira para o Estudo da Dor -SBED).

Matriz Futsal conquista 1ª Copa Vitória de Futsal "Fotos"

Fonte: Fotos: JrEsportes / Nogueira Junior / Marcio Souza  Matéria: Michell Santana / Panorama Esportivo PE

Ginásio lotado, mais dois bons jogos e um encerramento digno de uma grande competição. Desta forma a 1ª Copa Vitória de Futsal, conheceu seu primeiro campeão, nesta sexta-feira (07), no ginásio Facol/Radar, na cidade da Vitória de Santo Antão.

No primeiro jogo o Amparo Athlético Club acabou sendo goleado pelo Atlético Vitoriense, por 7×2. Melhor para o Atlético Vitoriense que garantiu o terceiro lugar, medalhas, troféu e um valor de R$ 500,00.

Na finalíssima, o Matriz Futsal voltou a apresentar dentro de quadra, tudo que já havia feito durante a competição. Sem perder tempo, a equipe marcou o primeiro gol logo no início do jogo, através de Jhon, que voltou a marca mais três vezes, chegando a artilharia da Copa com 15 gols em cinco jogos. Mantendo um ritmo forte e marcando na quadra do Dois Terreiros F.C, os comandados do técnico Paulinho chegaram ao placar de 7×2. Mesmo com a derrota, vale destacar a determinação do Dois Terreiros em todos os jogos.

Matriz Futsal - Campeão

Abertura I Copa Vitória de Futsal "Fotos"

Foi uma grande festa na abertura da I Copa Vitória de Futsal na noite de ontem no Ginásio daFACOL em Vitória de Santo Antão-PE, com a organização muito boa o público lotou o Ginásio da FACOL .

No primeiro duelo  o Atlético do Amparo levou a melhor diante do Atlético Vitoriense. Contando com o apoio da torcida do bairro do Amparo, a equipe fez 3×1, garantindo os três primeiros pontos da chave A

Pela segunda partida da noite, F.C Redenção e Matriz Futsal lutaram pela vitória e marcaram muitos gols, foram nove no total. No final, melhor para o Matriz Futsal que venceu por 5×4.

Nesta quarta-feira (15), duas partidas movimentarão a 2ª rodada da Copa Vitória de Futsal.
20h – Mondelez Futsal x Largados F.C.  / 21h – Alto da Balança F.C x Dois Terreiros F.C.
Fotos: Francisco Fernandes

Atlético do Amparo e Matriz, estreiam bem na 1ª Copa Vitória de Futsal

Fonte: Michell Santana – Panorama Esportivo PE
Após a cerimônia de abertura da 1ª Copa Vitória de Futsal, a bola rolou para os dois primeiros jogos da competição, na noite da terça-feira (14).
Reprodução do vídeo/ Elizangelo Nascimento
No primeiro duelo  o Atlético do Amparo levou a melhor diante do Atlético Vitoriense. Contando com o apoio da torcida do bairro do Amparo, a equipe fez 3×1, garantindo os três primeiros pontos da chave A.
Reprodução do vídeo/ Elizangelo Nascimento
Pela segunda partida da noite, F.C Redenção e Matriz Futsal lutaram pela vitória e marcaram muitos gols, foram nove no total. No final, melhor para o Matriz Futsal que venceu por 5×4.
Nesta quarta-feira (15), duas partidas movimentarão a 2ª rodada da Copa Vitória de Futsal.
20h – Mondelez Futsal x Largados F.C.
 
 
Fonte: Michell Santana – Panorama Esportivo PE

1º Copa Vitória Futsal "Fotos"

Fotos: Panorama Esportivo e JrEsportes

1º Copa Vitória Futsal será realizada na Cidade de Vitória de Santo Antão com Apoio:

  1. Radar
  2. Facol
  3. Tabocas FM
  4. Portal Ponto Fest
  5. JrEsportes
  6. Panomara Esportivo
  7. Prefeitura da Vitória de Santo Antão

Evento começou com o Congresso Técnico realizado na Faculdade Osman Lins “FACOL” nessa sexta-feira 03/07/15 com uma admirável organização, temos que ressalta que à Copa Vitória Futsal será um grande sucesso para o Município.

Vamos destacar Sr. Paulo Roberto – Secretário de Cultura, Turismo e Esportes da Vitória de Santo Antão e Sr. Neildo Davi – Diretor do Sistema Educacional Radar  e organizador do Evento.

Comissão Organizadora:

  1. ProFº Zezinho
  2. Profº Elias de Deus
  3. Breno
  4. Diego Sena

À Copa Vitória Futsal terá seu inicio no dia 14 de julho 2015 às 20:00 Horas no Ginásio da FACOL.

Em breve tabela completa dos jogos, vamos prestigiar esse Evento em nossa Cidade.

INICIO DIA 14/07 AS 20:00 NO GINASIO DE ESPORTES RADAR/FACOL
‪#‎FUTSAL_ADULTO_DE_QUALIDADE‬
20:00 – Atlético Vitoriense x Amparo
21:00 – Redenção x Dois Terreiros

DIA: 15/07
20:00 – Menudos x Largados
21:00 – Balança x Matriz FUTSAL

Curtir · Comentar · Compartilhar

INICIO DIA 14/07 AS 20:00 NO GINASIO DE ESPORTES RADAR/FACOL
‪#‎FUTSAL_ADULTO_DE_QUALIDADE‬
20:00 – Atlético Vitoriense x Amparo
21:00 – Redenção x Dois Terreiros

DIA: 15/07
20:00 – Menudos x Largados
21:00 – Balança x Matriz FUTSAL

Sport campeão da Copa Pernambuco de Futsal

Foto: Williams Aguiar – Fonte: Site Oficial

A quarta-feira do Sport termina com a sensação de dever cumprido. Os leões que defendem a camisa rubro-negra, no futebol e no futsal, deram show com a bola nos pés e, além de garantir a liderança do Brasileirão, conquistaram o título de Campeão da Copa Pernambuco de Futsal. A equipe leonina enfrentou o Central, em Caruaru, no segundo jogo da final, e volta para o Recife com o troféu na bagagem e a vaga na Copa Nordeste da modalidade garantida.

O Sport tinha a vantagem do empate. Por vencer o primeiro jogo na Ilha, por 7 a 4, foi para Caruaru podendo até empatar. E foi assim que aconteceu. Com emoção, nos segundos finais. O Central saiu na frente, abriu vantagem e o 2 a 0 no placar, para os donos da casa, chegou a preocupar. Mas ainda tinha bastante jogo pela frente e os rubro-negros conseguiram o empate, com gols de Gê e William, o que podia aliviar, já que o resultado garantia o título.

Na tentativa de estragar a festa leonina, a equipe caruaruense encontrou o gol mais uma vez e marcou o terceiro gol. O 3 a 2 no placar permaneceu até os últimos segundos da partida, quando Felipe Marques encontrou o caminho do gol e faltando cinco segundos para acabar o jogo, deixou tudo igual. 3 a 3 e Sport campeão. Com a vitória, o Leão garante vaga na Copa Nordeste. Antes disso, a equipe leonina ainda disputa o Campeonato Pernambucano, que começa neste mês.