Futsal

Falcão homenageia extinto time de futsal do Atlético com gol antológico

Manoel Tobias e Falcão celebram vitória no Mineirinho (Foto: Fernando Martins)

Em clima de homenagem à extinta equipe de futsal do Atlético-MG, os craques alvinegros não deixaram a oportunidade passar em branco e despejaram uma goleada sobre a seleção de estrelas. Embalados por Falcão e Manoel Tobias, o Galo triunfou por 14 a 5 e presenciou um gol antológico de Falcão. Após toquezinho estiloso de Tobias, o maior jogador da história do futsal fez questão de mostrar toda a habilidade com a bola.

Na partida disputada na noite da terça-feira, a equipe comandada pelo técnico Miltinho, que também liderou a campanha dos dois títulos da Liga Nacional e do Mundial, retornou ao Mineirinho sem qualquer menção oficial ao antigo clube, mas as cores estampadas na camisa do Atlético não deixaram esconder o saudosismo latente. Além de Falcão e Manoel Tobias, a partida comemorativa reuniu outros grandes craques que defenderam o time alvinegro no passado, como Lenísio e Jackson.

Como se já não bastasse o momento antológico que levou a torcida ao delírio, mais quatro gols marcaram a noite de Falcão, que defendeu o Atlético-MG em 1999. Naquele ano, a equipe alvinegra foi campeã nacional com vitória sobre o Rio de Janeiro, em um Mineirinho ocupado por 25.713 pessoas – recorde mundial de público até hoje. Lenísio, outro nome que fez história no antigo time de futsal, balançou a rede por quatro vezes. Manoel Tobias e Marques, ídolo do Galo no futebol e convidado especial da partida comemorativa, também contribuíram para o placar soberano que fez reverência aos tempos áureos do Atlético-MG no salão.

Globoesporte.com

Minas surpreende, goleia Joinville na casa do rival e conquista a Taça Brasil

Pela segunda vez na história, o Minas Tênis Clube é o campeão da Taça Brasil de Futsal. Vencedor da competição em 2002, o time de Belo Horizonte desbancou o favorito e anfitrião Joinville, aplicando-lhe uma imponente vitória por 7 a 2 na decisão, neste domingo, no ginásio da Univille, em Santa Catarina. Campeão da Superliga, do Catarinense e dos Jogos Abertos, o Tricolor acabou amargando o segundo vice-campeonato nacional, já que perdera a final da Liga Futsal para o Orlândia de Falcão, em outubro. O Tigre, de Pernambuco, ficou com a terceira colocação (pela pontuação geral do torneio).

O destaque da partida foi o pivô mineiro Dieguinho, autor de três gols no jogo e artilheiro da Taça Brasil, com seis. Completaram a vitória, Wender (dois) e Diego Belém (dois), com Ricardinho e Vander Carioca balançando a rede para os catarinenses.

Minas vence o Joinville na final da Taça Brasil de Futsal (Foto: Manolo Quiróz/Divulgação)
Jogadores e comissão técnica do Minas comemoram o bicampeonato (Foto: Manolo Quiróz/Divulgação)

Início arrasador

O Minas não se intimidou com a torcida joinvilense e tratou de abrir o placar logo no primeiro ataque do jogo. Com pouco mais de um minuto de bola rolando, Dieguinho aproveitou passe de Diego Belém para bater rasteiro e fazer 1 a 0. Em vantagem, o time mineiro seguiu melhor e, aos quatro, Diego Belém arrancou em velocidade e chutou cruzado, para fora, com perigo.

Aos seis, Xande cobrou falta no canto e Tiago foi buscar, espalmando para escanteio. Na cobrança, a bola foi rolada para Kelson, que mandou uma bomba para mais uma defesa do goleiro joinvilense. Dois minutos depois, o Minas conseguiu o seu segundo gol. Após receber no meio, Diego Belém chutou forte para marcar o segundo.

O gol foi a senha para o time da casa acordar. Logo após a saída de bola, Ricardinho aproveitou passe da direita para diminuir: 2 a 1. Entretanto, aos nove, Bianchini lançou Dieguinho, que chutou de primeira, mandando a bola no fundo do barbante. Era o terceiro da equipe de Belo Horizonte, que teve uma grande chance para ampliar, aos 11, quando Lucas Teixeira bateu cruzado e Xande, livre, concluiu para fora.

Minas vence o Joinville na final da Taça Brasil de Futsal (Foto: Manolo Quiróz/Divulgação)
Jogadores do Minas comemoram mais um gol
contra o Joinville (Foto: Manolo Quiróz/Divulgação)

A cinco minutos do fim, o Joinville voltou a levar perigo ao gol de Bianchini. Depois de passe de Leco, Vander Carioca se esticou para desviar de carrinho, mas a bola acabou indo para fora. Aos 17, Diego Belém voltou a mostrar serviço, mandando mais um petardo da intermediária. Tiago voou no canto para espalmar. Nos minutos finais, o Tricolor, enfim, conseguiu ter mais presença em quadra, finalizando duas vezes na trave do Minas, a primeira com Valdin e a segunda com Ricardinho, na última oportunidade da etapa.

O segundo tempo começou com o Joinville tentando impor nova pressão. Mais fechado, o time do técnico Paulo Cardoso dava poucos espaços e tentava sair nos contra-golpes. Aos cinco minutos, Xande arrancou em velocidade e chutou. Tiago defendeu sem dar rebote. Gastando o tempo com muito toque de bola, o Minas reclamou muito de um lance ocorrido aos sete, quando Tiago teria tocado com a mão fora da área, evitando o gol de Lucas Teixeira, em mais um contra-ataque mineiro.

Se o Joinville não jogava bem, para piorar, a sorte insistia em estar do lado adversário. Aos oito, Julio finalizou da direita e carimbou a trave pela terceira vez na partida. Dois minutos depois, Valdin perdeu mais um gol feito, concluindo para fora, de dentro da área mineira. Aos 12, o Minas acabou castigado com o quatro gol. Após bate-rebate, Dieguinho aproveitou para marcar pela terceira vez na partida: 4 a 1.

Jogando com Pixote como goleiro-linha, o Joinville foi para o tudo ou nada e, na primeira falha, Wender chutou do seu campo de defesa para fazer o quinto, deixando o Minas com uma mão na taça. A três minutos do fim, Vander Carioca conseguiu o segundo gol dos catarinenses em finalização frontal, dando esperanças à torcida joinvilense. Só que Wender marcou 6 a 2, um minuto depois, sepultando as chances de reação do time da casa. Ainda deu tempo para Diego Belém anotar mais um, fechando a conta.

Joinville: Tiago, Neto, Ricardinho, Thiago Carioca e Elisandro. Entraram: Julio, Pixote, Leco, Gessé, Valdin, Vander Carioca e Dudu. Técnico: Fernando Ferretti.

Minas: Bianchini, Wender, Diego Belém, Jotinha e Dieguinho. Entraram: Lucas Teixeira, Xande e Helinho. Técnico: Paulo Cardoso.

*O repórter viaja a convite da Confederação Brasileira de Futebol de Salão (CBFS)

Globo.com

Futsal divulga calendário para 2013 e traça rumos para Liga

Joinville conquista a Superliga: no próximo ano serão duas edições (Foto: Manolo Quiróz/Divulgação)

Após um ano de vitórias para o futsal brasileiro, com a conquista do heptacampeonato mundial masculino e tricampeonato mundial feminino, a Confederação Brasileira de Futsal (CBFS) já se prepara para as competições do próximo ano. Nesta sexta-feira, em reunião na cidade catarinense de Joinville, a entidade divulgou o calendário de 2013 com Superliga, Ligas Masculina e Feminina, Taça Brasil Correios de Futsal e as Ligas Regionais.

No próximo ano, serão disputadas duas edições da Superliga: em fevereiro, a edição referente a 2012, e em dezembro a competição referente ao ano corrente. O ajuste foi feito para ajustar o calendário e desenvolver a programação dentro do próprio ano.

Outra novidade é a data da disputa da Taça Brasil Correios de Futsal – Adulto Masculino (Divisão Especial, 1ª e 2ª Divisões). Nos anos anteriores, a competição fechava o calendário. Em 2013, a Taça Brasil será a primeira competição oficial do ano, sendo realizada em março. A Liga Feminina de Futsal também mudou: do segundo semestre para abril.

Na reunião também estiveram em pauta a Liga Futsal: mudança de clubes participantes e ajustes de ordem técnica para a próxima temporada, como a presença de instrumentos musicais nos ginásios e a substituição de jogadores, bem como dúvidas quanto às regras do torneio. O Cascavel pode ser a novidade na competição. O Suzano anunciou uma parceria com o São Paulo, que cedeu sua franquia para o São Bernardo do Campo. O Macaé/Botafogo anunciou a sua retirada, e a competição será disputada por 19 equipes.

Presidente da CBFS, Aécio de Borba destacou a crescente importância do esporte no mundo e na Fifa.

– Quando João Havelange era presidente da entidade, ele via com bons olhos o futsal. Após a saída dele, o esporte ficou esquecido por um período. Mas este Mundial, com uma final em ginásio lotado, fez com que a Fifa percebesse a nossa grandeza – disse.

Globo.com

Neymar ganha camisa do Orlândia e posa para fotos com Falcão e os filhos

Antes de a bola rolar para o amistoso Natal Sem Fome, entre os Amigos do Narciso e os Amigos do Neymar, nesta sexta-feira, na Vila Belmiro, os dois craques se encontraram nos bastidores do jogo e registraram o momento. Falcão, eleito duas vezes melhor jogador de futsal do mundo (2004 e 2008), deu uma camisa do seu time, o Orlândia, campeão da Liga Futsal 2012, ao amigo Neymar, atacante do Santos e da seleção brasileira.

O craque santista recebeu o presente das mãos de Falcão e do presidente do Orlândia, Renzo Sepedicato, e posou para uma foto ao lado dos dois. O nome “Neymar Jr.”, como o jogador gosta de ser chamado, já que, seu pai também se chama Neymar, estava presente nas costas da camisa azul orlandina.

Herdeiros em campo

Falcão participou do amistoso beneficente defendendo o time Amigos do Neymar, que venceu o amistoso por 6 a 3. Se nos bastidores a foto foi exclusiva dos adultos, em campo a criançada se esbaldou. Falcão e Neymar juntaram seus herdeiros e capricharam no sorriso. Davi Lucca estava no colo do papai santista, enquanto Enzo e Luigi, filhos do camisa 12, ambos com a camisa do Orlândia, levaram dois amigos para sair na foto.

Falcão, Neymar e os filhos na Vila Belmiro amistoso beneficente (Foto: Reprodução/Facebook)
Falcão, Neymar e os filhos na Vila Belmiro (Foto: Reprodução/Facebook)
Globo.com

Brasileiras derrotam Portugal e são tricampeãs do Mundial feminino

O Brasil é o dono do futsal mundial em 2012. Depois do heptacampeonato da seleção masculina, neste domingo foi a vez de as meninas fazerem a festa. Com uma vitória por 3 a 0 sobre Portugal na decisão disputada na cidade portuguesa de Oliveira de Azeméis, o time comandado por Marcos Sorato conquistou o tricampeonato do Mundial de futsal feminino.

Cilene abriu o placar com 11 minutos de jogo, e Vanessa ampliou para 2 a 0 cinco minutos depois. Portugal voltou para o segundo tempo tentando pressionar, mas Marcela acertou um chute de fora da área aos 26 minutos para decretar a vitória brasileira.

Brasil futsal feminino tricampeonato Mundial (Foto: EFE)Seleção brasileira comemora o tricampeonato do Mundial de futsal feminino em Portugal (Foto: EFE)

Mais cedo, a Espanha derrotou a Rússia por 1 a 0 para ficar com o terceiro lugar da competição. O gol da vitória foi marcado por Amparo López.

Confira a campanha brasileira no Mundial:

Primeira fase
Brasil 6 x 1 Irã
Brasil 3 x 2 Portugal
Brasil 16 x 0 Venezuela
Brasil 5 x 0 Japão

Semifinal
Brasil 1 x 0 Rússia

Final
Brasil 3 x 0 Portugal

GloboEsportes

Falcão se encontra com Blatter em SP e é nomeado embaixador do futsal

Em São Paulo para o sorteio da Copa das Confederações, o presidente da Fifa Joseph Blatter convidou o craque Falcão para uma conversa na manhã desta sexta-feira, no hotel onde está hospedado. No encontro de cerca de 30 minutos, o mandatário da entidade máxima do futebol deixou acertada a nomeação do ala brasileiro como embaixador do futsal no mundo. Assim que encerrar a carreira, o jogador usará o seu nome para difundir o futsal pelo planeta.

– Naturalmente, eu quero usar seus serviços como embaixador da Fifa para essa modalidade muito importante em todo o mundo. Gostei muito de encontrá-lo e juntos vamos formar uma equipe e promover o futsal no mundo inteiro – afirmou Blatter.

Durante o encontro, Falcão e Blatter conversaram sobre o que pode ser feito para o desenvolvimento da modalidade. Desde 1989, a Fifa assumiu o controle do futsal, que antes era gerido pela Fifusa.

– Vivo para o esporte, amo o esporte e depois que parar quero continuar participando ativamente desse mundo. De alguma forma, essa maneira seria excepcional, fico muito feliz de ouvir essas palavras do presidente e espero muito poder ser útil a ele – discursou Falcão.

Falcão futsal Blatter São Paulo (Foto: Getty Images/Fifa)Falcão recebe medalha comemorativa da Fifa das mãos de Blatter (Foto: Getty Images/Fifa)

O camisa 12 ainda foi convidado a receber homenagem especial, em Zurique, na Suiça, no dia 7 de janeiro de 2013, onde será realizado a cerimônia da Bola de Ouro e serão entregues os prêmios de melhor jogador, melhor treinador, gol mais bonito, melhor jogador do ano, prêmio presidencial da Fifa e o prêmio fair-play.

Pelo Twitter, Blatter comentou sobre o encontro e fez elogios à personalidade de Falcão.

– Hoje encontrei Falcão e tive um papo interessante com ele sobre futsal. Trata-se de um jogador fantástico e de uma ótima pessoa – postou o presidente da Fifa, em seu perfil.

Falcão Blatter Renzo encontro São Paulo (Foto: Carlos Silva/Divulgação)
Falcão e Renzo presenteiam Blatter com camisa do
Orlândia personalizada (Foto: Carlos Silva/Divulgação)

O camisa 12 fez questão de retribuir a gentileza e ainda presenteou o mandatário com uma camisa do Brasil e outra do seu clube, o Orlândia, que esteve representado no encontro pelo seu presidente Renzo Spedicato.

– Isso n tem preço! Esse homem fez questão de promover esse encontro! Fico feliz por esse carinho! – destacou o craque em seu microblog.

Na tarde desta sexta, Falcão retornou a Orlândia, onde faz a preparação final para a partida entre sua equipe e a AABB, neste sábado, pela Liga Paulista de Futsal. Os times se enfrentam às 14h, no ginásio Maurício Leite Morais e só uma vitória interessa ao clube orlandiano.

Futsal brasileiro triunfa novamente

 

 

 

 

 

FIFA.com) Segunda-feira 19 de novembro de 2012

Foi um dia com muito barulho, muitas cores, emoções e drama. A final da Copa do Mundo de Futsal da FIFA Tailândia 2012, torneio disputado entre 1º e 18 de novembro, teve todos os ingredientes necessários para criar uma decisão digna de um torneio oficial da FIFA e foi indiscutivelmente o auge do Mundial de futebol de salão jogado nas cidades de Bangcoc e Nakhon Ratchasima.

Em uma final fantástica, o Brasil derrotou a arquirrival Espanha por 3 a 2 na prorrogação e se sagrou pentacampeão mundial de futsal no Ginásio Huamark de Bangcoc.

Em uma reedição da final da Copa do Mundo de Futsal da FIFA Brasil 2008, quando a Seleção Brasileira foi campeã jogando em casa, as duas equipes tiveram um excelente desempenho e a partida foi extremamente disputada. O jogo só foi decidido por um gol no último minuto do segundo tempo extra marcado por Neto, que foi premiado com a Bola de Ouro adidas por ter sido eleito o melhor jogador do torneio.

Sorato: “Foi uma final dos sonhos”
“Foi uma final dos sonhos e ela mostrou que no futsal é preciso acreditar em si mesmo até o fim”, afirmou o técnico do Brasil, Marcos Sorato, após a sétima vitória canarinho em sete jogos na Tailândia 2012. Depois de derrotarem Japão, Portugal e Líbia na fase de grupos, os brasileiros comemoram uma goleada de 16 a 0 sobre o Panamá nas oitavas de final, uma vitória de virada por 3 a 2 contra a Argentina nas quartas e um triunfo de 3 a 1 diante da Colômbia nas semifinais.

A Espanha, por sua vez, teve um caminho mais complicado para chegar à decisão. Logo na estreia, a Fúria enfrentou o forte Irã e não passou de um empate com a potência asiática. Depois disso, no entanto, o desempenho da seleção ibérica foi melhorando a cada jogo e os espanhóis mostraram categoria nos duelos contra Panamá, Marrocos e a anfitriã Tailândia. Nas quartas de final, a seleção espanhola provou ainda que é a número um da Europa ao derrotar a Rússia, que até então tinha a melhor defesa e um dos melhores ataques do torneio.

Após a vitória na semifinal contra a Itália e a derrota amarga contra o Brasil, a Espanha, que conquistou o título mundial de futsal em 1996 e 2008, precisou pela terceira vez se dar por contente apenas com a prata. A primeira reação do técnico Venancio López foi moderada. “Teria sido possível um melhor resultado, mas assim é o esporte”, afirmou ele após o apito final. “Os meus jogadores fizeram todo o possível e sou grato a eles por isso.”

Itália completa o pódio
Para que o pódio ficasse exatamente igual ao da Copa do Mundo de Futsal da FIFA Brasil 2008, a Itália conquistou a terceira colocação. A Squadra Azzurra repetiu a façanha de quatro anos atrás por ter derrotado a Colômbia, surpresa da competição, na disputa do bronze. Foi a terceira vez consecutiva que os italianos ficaram entre os três primeiros.

Desde o início do torneio, a Itália havia deixado claro que tinha altos objetivos na Tailândia. O país começou a sua campanha com uma goleada de 9 a 1 contra a Austrália e, em seguida, derrotou por 3 a 2 a Argentina, que depois do triunfo nas eliminatórias sul-americanas estava sendo apontada como uma das equipes mais fortes do Mundial. Depois da vitória contra o México, os italianos terminaram a fase de grupos com nove pontos, assim como Brasil e Rússia.

Nas oitavas de final, a Itália não teve grandes dificuldades e passou pelo Egito por 5 a 1. O jogo mais complicado aconteceu nas quartas de final contra Portugal, que saiu na frente logo no começo, abrindo uma vantagem de três gols e obrigando os italianos a suarem muito para chegarem à virada por 4 a 3. Nas semifinais, a Azzurra foi derrotada pela Espanha, de quem já havia perdido tanto no Brasil 2008 quanto no mais recente campeonato europeu, em fevereiro deste ano.

Consagração colombiana
Apesar da derrota frente aos italianos, a Colômbia foi a grande surpresa da Tailândia 2012. Poucos acreditavam que a equipe, que disputou a sua primeira Copa do Mundo de Futsal da FIFA, pudesse chegar entre os quatro melhores, mas, após uma derrota diante da Guatemala na estreia, o selecionado do técnico Arney Fonnegra foi melhorando cada vez mais ao longo da competição. Depois da vitória contra as Ilhas Salomão, os colombianos reorganizaram o seu sistema de jogo e passaram a se concentrar na sua forte defesa.

Nas oitavas de final, a seleção colombiana eliminou o Irã, país dez vezes campeão asiático. Nas quartas, derrotou a forte Ucrânia e avançou para disputar uma semifinal puramente sul-americana com o Brasil. Em uma partida muito disputada, a Colômbia foi derrotada pelos brasileiros e, em seguida, fez mais um bom jogo contra a Itália na disputa do bronze, encerrando a sua honrosa participação na quarta colocação.

Estreantes obtêm diferentes resultados
As outras cinco seleções estreantes tiveram campanhas bem diferentes na Copa do Mundo de Futsal da FIFA 2012. O Marrocos e o México voltaram para casa logo após o término da fase de grupos. A concorrência foi forte demais para essas equipes, respectivamente no Grupo G (Espanha, Irã e Panamá) e no Grupo D (Itália, Argentina e Austrália). O Kuwait foi outro que também não passou da primeira fase. Uma única vitória contra o Egito não foi suficiente, embora o bom resultado contra a forte seleção africana traga esperanças por um futuro melhor.

Panamá e Sérvia, por outro lado, impressionaram na sua primeira participação no Mundial. Enquanto a equipe da América Central se classificou como um dos melhores terceiros colocados e foi derrotada nas oitavas pelo Brasil, os sérvios causaram sensação na primeira fase. Os europeus venceram o seu grupo, deixando para trás seleções renomadas como República Tcheca e Egito. No entanto, nas oitavas de final, faltou experiência à equipe do técnico Aca Kovacevic, que foi eliminada pela Argentina.

Entusiasmo e progresso
Houve mais uma seleção estreante que causou grande euforia entre os torcedores. A anfitriã Tailândia mostrou um futebol vigoroso e ofensivo e, empurrada pelo público, chegou à segunda fase depois de uma vitória contra a Costa Rica e derrotas diante de Ucrânia e Paraguai. A equipe só foi eliminada pela Espanha nas oitavas de final.

Quem também teve uma participação positiva no torneio foi as Ilhas Salomão. Depois de voltar para casa tendo sofrido três goleadas há quatro anos, o pequeno país da Oceania conseguiu uma grande façanha ao vencer o seu último jogo da fase de grupos contra a Guatemala, o que possibilitou a classificação da seleção tailandesa para as oitavas de final.

A Austrália também comemorou um pequeno triunfo na Copa do Mundo de Futsal da FIFA 2012. Contra o estreante México, os australianos obtiveram a primeira vitória em seis participações no Mundial.

Decepções apesar de ambições
O Irã viajou para a Tailândia com ambições maiores do que chegar apenas até as oitavas de final. A potência asiática começou bem no torneio, empatando com a Espanha, mas as vitórias magras sobre Marrocos e Panamá já haviam deixado claro que o país não tinha grandes chances de título, e a eliminação diante da Colômbia não foi tão surpreendente.

O Japão, atual campeão asiático, também precisou se despedir precocemente do torneio ao perder da Ucrânia nas oitavas de final. A Rússia com certeza também gostaria de ter chegado mais longe, mas enfrentou a rival europeia Espanha nas quartas de final e precisou voltar para casa antes do esperado. Portugal foi outra forte equipe que se despediu ainda na fase dos oito melhores.

Daqui a quatro anos, as 24 melhores equipes do mundo voltarão a se encontrar na Copa do Mundo de Futsal da FIFA. Seis países (França, Irã, Colômbia, Porto Rico, Espanha e República Tcheca) já manifestaram interesse em organizar o torneio. Em março de 2013 a FIFA anunciará quem será o anfitrião da próxima festa máxima do futebol de salão.

Em 2016, todos os ganhadores e perdedores da Tailândia 2012 voltarão a causar sensação nas arquibancadas e tentarão transformar os seus sonhos em realidade. Uma coisa já está certa desde já: o FIFA.com estará lá para acompanhar tudo de perto mais uma vez!

Classificação final
1. Brasil (Ouro)
2. Espanha (Prata)
3. Itália (Bronze)
4. Colômbia

Prêmios individuais
Bola de Ouro adidas – Neto (BRA)
Bola de Prata adidas – Kike (ESP)
Bola de Bronze adidas – Ricardinho (POR)
Chuteira de Ouro adidas – Eder Lima (RUS)
Chuteira de Prata adidas – Rodolfo Fortino (ITA)
Chuteira de Bronze adidas – Fernandinho (BRA)
Luva de Ouro adidas – Stefano Mammarella (ITA)

Prêmio Fairplay: Argentina

Estádios e cidades
Indoor Stadium Huamark, Nimibutr Stadium (em Bangcoc), Korat Chatchai (em Nakhon Ratchasima)

Total de gols: 349 (média por jogo: 6,71 )

Público total: 160.932 espectadores
Média de torcedores por jogo: 3.094

Campeão do mundo aos 25 anos, Guitta mira próximas convocações

Bastaram quatro bons jogos pelas finais da Liga Futsal para o goleiro Guitta, campeão nacional pelo Orlândia neste ano, convencer o técnico Marcos Sorato de que suas atuações durante a temporada, principalmente contra Corinthians e Joinville, não eram apenas uma questão de “boa fase”.

Nesta terça-feira, ao desembarcar no Aeroporto Leite Lopes, em Ribeirão Preto, Guitta comentou sobre a importância de estar no grupo que conquistou o heptacampeonato mundial na Tailândia, mesmo estando pouco tempo em quadra – atuou durante poucos minutos contra o Panamá, na goleada por 16 a 0. Se estar ao lado de Vinícius, Falcão, Ciço e Jé tem sido algo comum na rotina diária do clube, estar frente a frente com os melhores jogadores do mundo foi comemorado como uma oportunidade rara. Além de trazer a sonhada medalha de ouro, na bagagem vieram lições que poderão servir para uma próxima convocação.

– Aprendi muitas coisas com essa minha participação no Mundial. A maneira como a gente deve se portar dentro da seleção brasileira, como é disputar uma competição desse nível, com os melhores do mundo, tudo faz parte do aprendizado. A gente vai pegando esse gosto, essa experiência que é participar de um Mundial, algo totalmente diferente do que estamos acostumados. Ficarei muito feliz se eu puder ser convocado novamente e vou continuar trabalhando para que eu possa estar na próxima lista também – declarou Guitta.

Recepcionado pela esposa Manuela Rocha, Guitta pretende aproveitar o sabor da medalha de ouro ao lado da família. Porém, não há muito tempo para comemorações, já que o Orlândia começa a pensar no restante da temporada. Semifinalista do Campeonato Paulista e com presença garantida na Taça Brasil, o goleiro do Orlândia deve se juntar aos demais atletas da equipe nesta sexta-feira. A primeira partida contra a AABB, que decide um dos finalistas do Estadual, será no próximo dia 27, às 18h, no ginásio da AABB, na capital paulista.