Liga dos Campeões

Cristiano Ronaldo marca dois, Casemiro faz golaço, Real goleia Juve e conquista a Liga

JUVENTUS 1 X 4 REAL MADRID

JUVENTUS
Buffon; Barzagli (Cuadrado), Bonucci e Chiellini; Daniel Alves, Khedira, Pjanic (Marchisio), Dybala (Lemina) e Alex Sandro; Higuaín e Mand%u017Eukic

Técnico: Massimiliano Allegri

REAL MADRID
Keylor Navas; Danilo, Sergio Ramos, Varane e Marcelo; Kroos (Morata), Casemiro, Módric e Isco (Ansensio); Cristiano Ronaldo e Benzema (Bale)

Técnico: Zinedine Zidane

Local: Estádio Nacional, em Cardiff (País de Gales)

Data: 3 de junho de 2017 (Sábado)

Horário: 15h45(de Brasília)

Árbitro: Felix Brych (Alemanha)

Pacotão: Allegri "triste", choro de Pirlo e comemoração louca de brasileiros

Por Berlim

O Barcelona impôs o seu favoritismo e conquistou pela quinta vez a Liga dos Campeões da Europa. O fez num grande jogo, diante de um digno adversário, o Juventus, que ajudou a protagonizar cenas marcantes para o espetáculo – muito além dos 3 a 1 que apontou o placar no último sábado, em Berlim. O pacotão da final tem, por exemplo, uma comemoração louca de brasileiros, mas também uma não-comemoração, a reação “triste” do técnico Massimiliano Allegri após o gol de empate marcado por Morata.

Veja esse e outros lances abaixo:

NÃO-COMEMORAÇÃO

Fazer um gol no Barcelona não é das tarefas mais simples. O Juventus conseguiu, empatou a decisão em Berlim, mas o técnico Allegri não parecia dos mais felizes. Ele permaneceu inexplicavelmente imóvel após Morata balançar as redes, inaugurando uma nova categoria no pacotão.

COMEMORAÇÃO
Os instantes após o apito final geraram contrastes naturais de vencedores e perdedores. De um lado, Andrea Pirlo chorava por não ter conseguido conquistar a Champions com a Velha Senhora, possivelmente em seu último jogo – ainda não confirmou, mas deve estar de saída para os Estados Unidos. Do outro lado, Daniel Alves e Adriano comemoraram o título efusivamente, com as cabeças coladas e gritando bem alto. Os dois estiveram também na conquista de 2011 – Dani Alves também fez parte do elenco em 2009.

POLÊMICA

Neymar terminou a Liga dos Campeões como artilheiro, empatado com Cristiano Ronaldo e Lionel Messi, mas poderia ter sido isolado. O brasileiro foi pivô do lance mais polêmico da noite, ao marcar com a ajuda da mão após uma cabeçada. O gol foi anulado.

ERRO
Se o gol de Neymar levantou discussões, parece consenso o erro do árbitro Cuneyt Çakir ao não assinalar falta de Jordi Alba em Pogba aos 35 minutos do primeiro tempo muito próximo à grande área – o Barça vencia por 1 a 0.

DEFESAS
Não uma, mas duas. Por mais que tenha falhado no gol de Suárez, Buffon evitou que o Juventus fosse goleado com milagres em chutes de Daniel Alves, no primeiro tempo, e Suárez, no segundo.

DRIBLE
Dani Alves, por sinal, participou muito bem do que pode ter sido o seu último jogo no Barcelona. Na etapa inicial, ele deu uma caneta em Vidal, que ficou irritado e deixou a mão em seu rosto.

 

SUBSTITUIÇÃO

Sai Iniesta, entra Xavi. O camisa 6 do Barcelona chegou a 767 com a camisa azul-grená, sendo 151 na Liga dos Campeões (recorde absoluto). Como assumiu a braçadeira, pôde levantar a taça na comemoração.

 

 

FESTA

Piqué não apenas dedicou o seu tempo no gramado a cortar a rede dos gols de Suárez e Neymar. O zagueiro estourou uma garrafa de champanhe e jogou o líquido numa das câmeras, produzindo um efeito visual diferente.

 

Juventus x Barcelona – Final da Champions League 2015 – Data, Horário e TV – Barcelona x Juventus

Posted by: leonam lopes da silva

Guia da Final da UEFA Champions League 2015

Barcelona e Juventus decidem no próximo Sábado a Final da UEFA Champions League. Ambos lutam pela conquista de um triplete, honraria que só um dos dois terá no fim das contas. Se o Barcelona é o rolo compressor do futebol europeu em 2015, a Juventus pinto como zebra nesta reta final, e com um coice derrubou leões como o Real Madrid pelo caminho.

Dois Clubes com uma história linda e repleta de craques, que se acostumaram a ver os maiores rivais (Real Madrid e Milan) com maior sucesso na Europa, mas que buscam aumentar a quantidade de orelhudas em sua sala de troféus.

Juventus x Barcelona – Final da Champions League 2015

Data: 06/06/2015

Horário: 15h45
Local: Estádio Olímpico, Berlim
TV: ESPN Brasil, Globo e Band

Horários nos mais variados Locais do Planeta.

Como o Barcelona chegou na final:

Uma temporada que prometia ser complicada, ameaçou turbulências, mas que no fim, pode ser perfeita. Diversas dúvidas sobre o trabalho de Luis Henrique e o seu relacionamento com peças chaves do elenco Culé, em especial Lionel Messi, colocavam em xeque a temporada do Barcelona. Uma derrota no Anoeta para a Real Sociedad, no primeiro jogo do ano de 2015, válido pelo Campeonato espanhol, parecia anunciar mais uma temporada sem títulos no Camp Nou. Mas entre Anoeta e Berlim, muita coisa aconteceu, para o Bem do barça.

O cargo de Luís Henrique foi colocado em perigo, mas uma vitória sobre o Atlético de Madrid, uma semana depois, foi o anúncio de que coisas melhores viriam pela frente. A classificação contra o Atlético de Madrid nas quartas de final da Copa do Rei da Espanha e a sequência de vitórias em La Liga, foram a prova de que o Barça estava preparado para os mata-matas da Champions, que chegaram em fevereiro.

Antes disto tudo, o Barcelona teve de passar pela fase de grupos, onde esteve no grupo Fao lado de Paris Saint-Germain, Ajax e Apoel. Conseguiu se classificar na primeira colocação, com 16 pontos, obtendo cinco vitórias e um empate. Depois de um primeiro turno morto, com vitórias em casa sobre Apoel e Ajax e uma derrota para o PSG na França, o clube culé embalou mesmo foi na segunda volta. A vitória sobre o Ajax em Amsterdã por 2 x 0, serviu para Messi igualar Raúl na artilharia histórica da Champions League, e no jogo seguinte, a goleada por 4 x 0 sobre o Apoel, com Hat-Trick do argentino, marcou a quebra da marca do lendário madridista. No último jogo da fase de grupos, o Barça decidiu a primeira colocação da Chave com o PSG, e com uma vitória de virada por 3 x 1, com gols dos três integrantes do trio MSN, mostrou que não estava na competição para brincadeiras.

Nas Oitavas de final, o sorteio colocou o Campeão Inglês Manchester City novamente no caminho do Barcelona. A classificação foi até mais tranquila do que no ano anterior, com duas vitórias, uma por 2 x 1 em Manchester e outra por 1 x 0 na Espanha, jogo que só não teve placar mais dilatado por conta da atuação fantástica do arqueiro Citizen, Joe Hart.

Nas quartas de final, o Paris Saint-Germain foi outro a aparecer novamente no caminho do Barcelona, fazendo parecer que as bolinhas da UEFA estão viciadas. Novamente o Barça não teve dificuldades para pasasr de fase, obtendo duas vitórias, primeiro por 3 x 1 em Paris, com show  e dois golaços de Luis Suárez, depois por 2 x 0 no Camp Nou, com dois tentos de Neymar e um placar agregado de 5×1.

>>> Juventus x Barcelona – Final da Champions League 2015 – Data, Horário e TV

Na semifinal, o adversário do Barcelona seria o forte time do Bayern de Munique, e estava marcado um reencontro com Guardiola, um dos maiores jogadores e técnicos da história da agremiação Catalã. Na ida no Nou Camp, vitória do Barçaa por 3 x 0 , com os três gols sendo marcados nos 15 minutos finais. Nnenhum torcedor Culé vai esquecer dos dois tentos de Messi, especialmente o segundo, quando ele entortou Boateng e o deixou caído no chão, para com uma cavadinha encobrir o goleiro Neuer. O terceiro gol, ainda contou com uma assistência genial do argentino. Na volta, na Alemanha, o Bayern até venceu por 3 x 2, mas o 5 x 3 no agregado colocou o Barcelona decisão, pela primeira vez na era pós Guardiola.

>>> Juventus x Barcelona – Final da Champions League 2015 – Data, Horário e TV

No total, o Barcelona marcou 28 gols e sofreu apenas dez. Uma campanha extraordinária, e que terá o seu fim no próximo dia 6 de Junho. Espera o torcedor azul-grená, que seja um final feliz. Nesta temporada, o Barça já conquistou o Campeonato Espanhol, e faz no próximo sábadoa  final da Copa do Rei contra o Athletic Bilbao. Se o Barça conquistareste triplete, será o segundo na história do clube, o primeiro depois do conquistado por Josep Guardiola na temporada 2008-2009.

____________________________________________________

>>> Juventus x Barcelona – Final da Champions League 2015 – Data, Horário e TVComo a Juventus chegou na Final:

A Juventus, mesmo com o domínio no futebol da Itália, onde é atualmente tetracampeã, não entrou nesta Liga dos Campeões como uma das principais favoritas ao título. Ao ser sorteada no grupo A na fase inicial, a Veccia Signora fez companhia ao Atlético de Madrid, ao Olympiacos e ao Malmo. Uma chave com quatro Campeões nacionais, e e como rivais, o atual vice-campeão da Europa e duas forças medianas, mas com potencial para complicar qualquer partida.

A Juve estreou vencendo o Malmö na Itália, mas uma derrota para o Atleti na segunda rodada da fase de grupos ligou o sinal de alerta em Turim.Vieram então os dois complicados e decisivos duelos contra o perigoso Olympiacos, mas tanto a derrota na Grécia, quanto  vitória apertada na Itália já eram esperadas. Uma nova vitória sobre o Malmö, agora na Suécia, e um empate com o Atlético em casa carimbaram o passaporte para as Oitavas de final. Mas era só o começo, de uma campanha que nos mata-matas seria brilhante.

>>> Juventus x Barcelona – Final da Champions League 2015 – Data, Horário e TV

Nas Oitavas de Final, o sorteio colocou o Borussia Dortmund no caminho da Juventus. Um adversário complicado, e que colocava dificuldades no caminho. Uma vitória por 2 x 1 na Itália deixava tudo em aberto para o jogo da volta na Alemanha. Mas foi aí, que a Juventus teve a atuação que tanto dela se compravahá tempos, em uma Liga dos Campeões: Uma goleada por 3 x 0 sobre o BVB, em pelno Signal Iduna Park, com show de Tevez e tudo mais.

Era um passo importante, que colocava a Juve diante do perigoso Monaco nas quartas de final. Um adversário que surpreendiaa Europa indo tão longe na Liga, com uma defesa muito sólida e um ataque veloz. A vitória Bianconera no Juventus Stadium foi arrancada na base da força, com um gol de Vidal cobrando penalidade. Também na raça, a Juventus segurou o 0 x 0 no Louis II, e assim, já estava enter as quetro melhores equipes da Europa.
Na semi-final, o adversário da Juve, seria ninguém menos que o atual campeão Europeu, o Real Madrid. Com uma atuação quase perfeita, a Senhora da Itália derrotou os merengues por 2 x 1 , com outra grande atuação de Tevez. No Santiago Bernadeú, Cristiano Ronaldo chegou a abrir o placar para o Real, mas um gol de Morata e uma atuação defensiva muito sólida garantiram o empate em 1 x 1 e a classificação da Juventus para a final, que mantém vivo o sonho do triplete.

Agora, na decisão o desafio é o barcelona. Um rival complicado, mas não imbatível.  A força do trio de ataque Culé será um teste de fogo para a defesa Bianconera, reconhecidamente uma das mais sólidas do Velho Continente. O recente domínio em seu País, onde já revalidou o título com rodadas de antecedência, e ainda, de quebra, conquistou a Copa na atual temporada, não indicam uma queda de qualidade no Calcio, mas sim o grande nível de uma equipe, que foi amadurecendo aos poucos, e chega ao seu ápice neste dia 6 de junho de 2015.

 O Real Madrid começou o jogo pressionando, mas a Juventus nem de longe estava disposta a só se defender e chegou a exigir boas intervenções de Cassillas. Os merengues também colocavam Buffon para trabalhar, deixando o jogo bem movimentado como se esperava.Foi aí que, aos 22 minutos, um lance mudou a partida.O árbitro sueco Jonas Eriksson acabou marcando um pênalti de Chiellini em James para os donos da casa, fato bastante contestado pela Juve. Sem ter nada com isto, Cristiano Ronaldo converteu a cobrança, e igualou o placar agregado.

Mesmo levando o gol, a Juventus não se pertubou, e seguiu com seu plano de jogo. Jogando em casa, o Real seguiu pressionando, e esteve mais perto de ampliar durante o restante da primeira etapa. Na segunda etapa, os Bianconeros começaram a encaixar melhor os contragolpes, e empataram a partida com um gol de Morata, jogador formado no próprio Real Madrid. Ele aproveitou um bate e rebate na área, e encheu o pé para balançar a rede da meta defendida por Iker Cassillas.

Definidas as oitavas de final da Uefa Champions League

Da ESPN

A Uefa (União das Federações Europeias de Futebol) sorteou nesta segunda-feira os confrontos das oitavas de final da Uefa Champions League. Entre os duelos que mais chamam a atenção, estão Barcelona x Manchester City e Paris Saint-Germain x Chelsea.

Outros jogos de destaque são Real Madrid, atual campeão, contra o Schalke 04, além de Bayern de Munique x Shakhtar Donetsk e Juventus x Borussia Dortmund – uma reedição da final de 1997, quando os alemães saíram campeões em Munique.

As partidas de ida serão nos dias 17, 18, 24 e 25 de fevereiro de 2015, enquanto as de volta acontecerão nos dias 10, 11, 17 e 18 de março. A final está marcada para 6 de junho, no Estádio Olímpico de Berlim, na Alemanha.

Jogos de ida:
17 de fevereiro
Paris Saint-Germain-FRA x Chelsea-ING
Shakthar Donetsk-UCR x Bayern de Munique-ALE
18 de fevereiro
Schalke 04-ALE x Real Madrid-ESP
Basel-SUI x Porto-POR
24 de fevereiro
Manchester City-ING x Barcelona-ESP
Juventus-ITA x Borussia Dortmund-ALE
25 de fevereiro
Bayer Leverkusen-ALE x Atlético de Madri-ESP
Arsenal-ING x Monaco-FRA

Jogos de volta:
10 de março
Real Madrid-ESP x Schalke 04-ALE
Porto-POR x Basel-SUI
11 de março
Chelsea-ING x Paris Saint-Germain-FRA
Bayern de Munique-ALE x Shakthar Donetsk-UCR
17 de março
Atlético de Madri-ESP x Bayer Leverkusen-ALE
Monaco-FRA x Arsenal-ING
18 de março
Barcelona-ESP x Manchester City-ING
Borussia Dortmund-ALE x Juventus-ITA

Final da Liga dos Campeões vira programa obrigatório para técnicos da Copa do Mundo

Por – Jaeci Carvalho /Estado de Minas
Lisboa – Estádio da Luz, Lisboa, 19h45 (15h45, horário de Brasília), final da Liga dos Campeões da Europa. De um lado, o maior campeão da Champions, com nove títulos, cheio de estrelas, incluindo o melhor jogador do mundo, o português Cristiano Ronaldo. Do outro, uma equipe de operários, comandada por um ex-volante que batia muito mas que era respeitado por todos, o argentino Diego Simeone. No banco do time com mais conquistas, um experiente treinador, Carlo Ancelotti, tetracampeão da competição – duas vezes como jogador e duas como técnico, exclusivamente pelo Milan. Em campo pelo concorrente considerado mais fraco, o brasileiro Miranda, sensação entre os zagueiros que atuam na Europa, e a possibilidade de ter seu principal astro, Diego Costa, que tratava lesão muscular na coxa esquerda e treinou ontem. E, nas arquibancadas, uma torcida dividida entre o mais fraco e menos rico e o mais forte e endinheirado. Chegou a hora e a vez de Lisboa receber a decisão, e os olhos do mundo se voltam para cá.

Não bastasse a grandeza do confronto, nada menos que 17 dos prováveis 22 titulares da final deste sábado estão pré-convocados para desembarcar no Brasil no início do mês que vem para a Copa do Mundo. Ao todo, 25 jogadores dos dois representantes madrilenhos foram chamados para nove seleções. O técnico Vicente del Bosque, da atual campeã, Espanha, chamou sete atletas de Real Madrid e Atlético de Madrid: o goleiro Casillas, os laterais-direitos Carvajal e Juanfran, o zagueiro Sergio Ramos, o volante Xabi Alonso, o armador Koke e os atacantes Xavi e Diego Costa. Deles, o experiente Xabi Alonso, suspenso, é o único que não vai estar nem no banco em Lisboa.

Ainda que reserva no clube merengue, o lateral-esquerdo Marcelo é cotado para ser um dos 11 de Luiz Felipe Scolari. Ele integra a lista dos 23 indicados por Felipão, que, para cumprir a exigência da Fifa, precisou enviar um complemento de sete suplentes, incluindo o zagueiro Miranda e o também lateral-esquerdo Filipe Luís, ambos colchoneros. Adversário do Brasil na primeira fase, a Croácia tem como cérebro no meio-campo o armador Luka Modric, de 28 anos. Outros dois times sul-americanos estão representados na final da Liga dos Campeões: o técnico Óscar Tabárez, do Uruguai, convocou três atletas do Atlético de Madrid (Godín, Giménez e Rodríguez), enquanto Alejandro Sabella, da Argentina, vai contar com um de cada rival: o atacante Angel Di María (Real) e o armador José Ernesto Sosa (Atlético).

O técnico do Real Madrid, Ancelotti, aposta todas as suas fichas no português Cristiano Ronaldo, destaque da Seleção de Paulo Bento, como os companheiros de equipe Pepe e Fábio Coentrão. Ao lado de Cristiano no ataque joga o francês Benzema, que vai à Copa acompanhado do zagueiro Varane, inicialmente previsto para ficar no banco. Benzema e Cristiano tentarão superar o jovem goleiro Thibau Courtois, um dos destaques da renovada e perigosa Seleção da Bélgica.

Jejum
O Real Madrid é o maior ganhador da história da Liga, mas não levanta o troféu há 12 anos. A última vez foi com Zinedine Zidane, que fez um gol de placa contra o Bayer Leverkusen em jogo dificílimo. Mesmo favorito, o Real passou por maus bocados. E hoje Zidane estará no banco dos merengues como auxiliar técnico de Ancelotti. Se o francês é considerado um talismã, o fator que pode fazer a diferença se chama Cristiano Ronaldo: filho da terra, ele tenta faturar sua segunda taça – venceu a disputa pelo Manchester United, em 2008. O português, que vinha tratando um problema muscular, diz que está disposto a jogar o que sabe e o que não sabe em seu país. Mesmo coadjuvantes, Bale, Benzema e o brasileiro Marcelo terão também papel fundamental.

Mas existe uma pedra no caminho do Real. O Atlético de Madrid, considerado o “primo pobre” dos espanhóis, chegou à final depois de 40 anos (perdeu em 1974 para o Bayern de Munique) e sonha levar o troféu para o Vicente Calderón. Não será fácil, ainda mais que a escalação de Arda Turan e Diego Costa, os principais jogadores, é dúvida, mas o grupo é guerreiro, como sempre foi seu comandante, Simeone. O treinador não perdeu uma partida sequer nesta Liga, nem tampouco no Espanhol diante do Real Madrid (vitória no Santiago Bernabéu e empate em casa). Dá gosto de ver jogar e contraria tudo aquilo que o argentino fez quando jogador, combatendo e batendo demais no meio-campo. Seu time, não. Joga compacto, com categoria, um meio marcador e nada violento, que sabe sair para o jogo.

Inédito
Pela primeira vez na história da Liga, duas equipes da mesma cidade decidirão a “orelhuda”. Cada um deles terá 17 mil torcedores nas arquibancadas entre os 61 mil esperados. A festa em Madri vai ocorrer de uma maneira ou de outra. Como haverá uma só partida, com prorrogação de 30 minutos em caso de empate e pênaltis, se persistir a igualdade, não há como dizer que o time A é muito superior ao B. Numa noite infeliz, o Real Madrid, teoricamente o mais forte, pode ir mal e se perder. O Atlético é, no momento, o campeão e melhor da Espanha. Além disso, é mais certinho, mais compacto, entrosado e disposto. Porém, do outro lado está o maior campeão da taça. (Com Renan Damasceno)

Ficha técnica de Real Madrid x Atlético de Madrid

Real Madrid
Casillas; Carvajal, Sergio Ramos, Pepe (Varane) e Fabio Coentrão; Modric, Illarramendi, Di María e Bale ; Cristiano Ronaldo e Benzema
Técnico: Carlo Ancelotti

Atlético de Madrid

Courtois; Juanfran, Godín, Miranda e Filipe Luís; Mario Suárez, Koke, Gabi, Raúl García (Arda Turan) e Diego; Diego Costa (David Villa)
Técnico: Diego Simeone _

Local: Estádio da Luz, em Lisboa (Portugal)
Horário: 15h45(de Brasília)
Árbitro: Björn Kuipers (HOL)
Auxiliares: Sander van Roekel e Erwin Zeinstra (HOL)

A CAMINHO DO MUNDIAL
Real Madrid
» Espanha: Casillas, Carvajal, Xabi Alonso* e Sergio Ramos
» Portugal: Pepe, Coentrão e Cristiano Ronaldo
» França: Benzema e Varane
» Alemanha: Khedira
» Argentina: Di María
» Brasil: Marcelo
» Croácia: Modric

Atlético de Madrid
» Espanha: Juanfran, Koke, Villa, Diego Costa
» Uruguai: Godín, Gimenez e Rodriguez
» Bélgica: Courtois e Anderweireld
» Brasil: Miranda e Filipe Luís**
» Argentina: Sosa

* Está suspenso
** Incluídos na lista de sete suplentes de Luiz Felipe Scolari

Tags: liga dos campeoes copa do mundo final programa

 

 

 

Com show de 'meninos da Vila', Barça e Atlético empatam

Por: Redação PLACAR

Neymar ganha no alto dos jogadores do Atlético de Madri | Crédito: Gustau Nacarino/REUTERS

A base do Santos esteve em evidência nesta terça-feira, no jogo entre Barcelona e Atlético de Madri, no Camp Nou, pelas quartas de final da Liga dos Campeões. Diego e Neymar, duas das maiores sensações das categorias inferiores do Peixe, decretaram o empate em 1 x 1.

Após um primeiro tempo truncado e marcado pela saída de Diego Costa, aos 30 minutos, com lesão na perna direita, Barça e Atlético acordaram na etapa complementar.

Substituto de Costa, Diego abriu o placar em grande estilo. De longe, o meia acertou um petardo no ângulo de Pinto, que se esticou todo, mas não evitou o golaço, aos 9 minutos.

O gol inaugural mexeu com o Barça, que passou a ser mais incisivo. Até então pouco efetico, Neymar resolveu aparecer. Chamou o jogo para si e foi premiado com um belo gol, após receber passe açucarado de Iniesta e tocar com estilo, sem chances para Courtois, aos 29 minutos.

Os dois rivais espanhois voltam a se enfrentar no dia 9 de abril, desta vez no Vicente Calderón. Por ter feito um gol fora de casa, o Atlético tem a prerrogativa de avançar se empatar em 0 x 0.

Manchester United sai na frente, mas cede empate ao Bayern de Munique

Vidic se contorceu para conseguir finalizar de cabeça e abrir o placar para o United sobre o Bayern | Crédito: Michael Dalder/REUTERS

Por: Redação PLACAR

O Manchester United recebeu o temido Bayern de Munique, em Old Trafford, pela partida de ida das quartas de final da Liga dos Campeões. Contagiados pela atmosfera do Teatro dos Sonhos, os Red Devils encararam os alemães de igual para igual, porém não conseguiram abrir vantagem e ficaram no 1 x 1.

Antes de a bola rolar, a torcida da casa fez um espetáculo à parte nas arquibancadas. Já dentro de campo, o United quase abriu o placar aos três minutos, mas o árbitro assinalou falta de Welbeck. Aos 31, os bávaros responderam com Robben e De Gea fez grande defesa. O United seguia em busca do gol e novamente Welbeck teve grande oportunidade, porém exagerou no preciosismo diante de Neuer. No fim da primeira etapa, Valencia ainda ameaçou de fora da área, mas sem oferecer grandes riscos.

Já na segunda etapa, aos 13, Vidic aproveitou o escanteio cobrado por Rooney e de cabeça fez 1 x 0 para o United. Mas, o Bayern mostrou porque ainda não perdeu na temporada e foi para cima. Aos 22, Rafinha cruzou, Mandzukic escorou de cabeça para o meio da área e Schweinsteiger chegou batendo com estilo, sem defesa para De Gea.

Com o gol, o Bayern aumentou o ritmo e quase virou aos 35. Robben lançou Ribéry, que bateu para o meio da área e Manduzikc não acreditou. Aos 44, o autor do gol alemão recebeu o segundo amarelo por falta dura em Rooney e acabou expulso .

O resultado obriga o United a sair para o jogo em Munique, uma vez que o 0 X 0 garante a equipe de Guardiola nas semifinais.

Com novo encontro entre Barça e Milan, Uefa sorteia grupos da Liga dos Campeões

Por Gazeta Press

A União das Federações Europeias de Futebol (UEFA) sorteou, nesta quinta-feira, no Fórum Grimaldi, no Principado de Mônaco, os grupos da 59ª edição da Liga dos Campeões. O destaque da cerimônia, que teve participação do ex-jogador português Luís Figo, ficou por conta da Chave B, que será disputada por Real Madrid, Juventus, Galatasaray e Copenhague.

Em um sistema de ranqueamento previamente definido, a UEFA definiu oito clubes como cabeça de chave: Real Madrid, Barcelona, Bayern de Munique, Manchester United, Arsenal, Chelsea, Porto e Benfica. No segundo escalão, outras tradicionais equipes do futebol mundial, como os italianos Milan e Juventus, figuravam ao lado de Atlético de Madri, Shakhtar Donetsk, Olympique de Marselhe, Paris Saint-Germain, Schalke 04 e CSKA Moscou.

Maior campeão da competição mais importante do futebol europeu, com nove títulos, o Real Madrid foi apontado como destaque do Grupo B. Esta chave conta com a participação de Juventus, com quem disputou e ganhou a final de 1997/1998, Galatasaray e Copenhague.

O atual vencedor da Liga dos Campeões, Bayern de Munique, mede forças com CSKA Moscou, Manchester City e Viktoria Plzen no Grupo D. Já o Borussia Dortmund, segundo colocado na última edição da competição, está na Chave F, onde duela com Arsenal, Olympique de Marselha e Napoli.

O ex-jogador português Luís Figo participou do sorteio realizado nesta quinta-feira  (DIVULGAÇÃO UEFA)
O ex-jogador português Luís Figo participou do sorteio realizado nesta quinta-feira

Eliminando pelo Bayern de Munique nas semifinais da Liga dos Campeões 2011/2012, o Barcelona começa a caminhada em busca de seu quinto título europeu no Grupo H. Sob o comando do argentino Gerardo Martino e contando com o atacante brasileiro Neymar, o clube catalão duela com Milan, Ajax e Celtic na primeira fase da competição europeia.

A final da Liga dos Campeões da Europa desta temporada ocorre em 23 de maio de 2014, no Estádio da Luz, em Lisboa (Portugal). Esta será a segunda vez que o país lusitana recebe a grande decisão da competição europeia. Em 1966/1967, o Nacional do Jamor recebeu o embate entre Celtic e Internazionale, em jogo que terminou com triunfo por 2 a 1 do time escocês.

Confira os oito grupos da Liga dos Campeões 2013/2014:

Grupo A
Manchester United (ING)
Shakhtar Donetsk (UCR)
Bayer Leverkusen (ALE)
Real Sociedad (ESP)

Grupo B
Real Madrid (ESP)
Juventus (ITA)
Galatasaray (TUR)
Copenhague (DIN)

Grupo C
Benfica (POR)
Paris Saint-Germain (FRA)
Olympiacos (GRE)
Anderlecht (BEL)

Grupo D
Bayern de Munique (ALE)
CSKA Moscou (RUS)
Manchester City
Viktoria Plzen (TCH)

Grupo E
Chelsea (ING)
Schalke 04 (ALE)
Basel (SUI)
Steaua Bucareste (ROM)

Grupo F
Arsenal (ING)
Olympique de Marselha (FRA)
Borussia Dortmund (ALE)

Napoli (ITA)

Grupo G
Porto (POR)
Atlético de Madri (ESP)
Zenit (RUS)
Austria Viena (AUS)

Grupo H
Barcelona (ESP)
Milan (ITA)
Ajax (HOL)
Celtic (ESC)

PLACAR AO VIVO FUTEBOL INTERNACIONAL

UEFA_LOGO

Placar Ao Vivo – Resultados de futebol ao vivo. Placar – Encontre todos os resultados de futebol ao vivo e em tempo real.
JrEportes fazendo o melhor para você.

 

PLACAR AO VIVO Liga dos Campeões 2013

Acompanhe todos os jogos em tempo real
UEFA_LOGO

Resultados futebol Liga dos Campeõesoferecidos por JrEsportes