Náutico

Jogando mal, Náutico perde para a Juazeirense e segue na zona de rebaixamento da Série C

Ficha do Jogo

Juazeirense 2
Bruno Neri; Carlinhos, Junior Gaúcho, Eron e Deca; Waguinho, Patrik(Capone), Jussimar(Rayllan) e Juninho Tardeli; Toni Galego e Victor Sapo(Jildemar). Técnico: Ailton Silva.
Náutico 0
Bruno; Luiz Henrique, Negretti, Camutanga e Tiago Costa; Jhonnatan, Jobson(Régis Potiguar), Robinho(Rafael Assis) e Dudu(Tharcysio); Lelê e Ortigoza. Técnico: Dudu Capixaba.
Local: Adauto Moraes (Juazeiro-BA). Árbitro: João Batista de Arruda (RJ). Assistentes: João Luiz Coelho e Gabriel Conti Viana (ambos do RJ). Gols: Jussimar (23 do 1°T) e Victor Sapo (43 do 1°T)(J),(N). Cartões amarelos: Waguinho, Deca e Rayllan(J); Robinho, Jobson e Ortigoza(N). Público: 947 torcedores Renda: R$ 15.915,00.

Náutico volta a jogar mal, perde do Atlético-AC e cai para a lanterna da Série C do Brasileiro

Ficha técnica

Atlético-AC 1

Ruan; Mateus (Araújo Jordão), João Marcus, Diego e Jefferson (Januário); Leandro (Wilson), Kássio e Polaco; Eduardo, Rafael Silva e Neto. Técnico: Álvaro Miguéis.

Náutico 0

Bruno; Rafael Pereira (Jobson), Camutanga, Breno Calixto e Tiago Costa; Negretti, Jhonnatan (Júnior Timbó) e Luiz Henrique; Lelê, Ortigoza e Fernandinho (Tharcysio). Técnico: Roberto Fernandes.
Local: Estádio Florestão, em Rio Branco (AC).
Árbitro: Valdicleuson Silva da Costa (AP)
Assistentes: Inácio Barreto da Câmara e Roberto Soares dos Santos (ambos do AP)
Gol: Eduardo (8 min do 2º)
Cartões amarelos: Jobson (N); Rafael Barros (A)
Público: 1.212
Renda: R$ 24.660

Irreconhecível, Náutico faz péssima partida na Série C e é goleado por 4 a 0 pelo Botafogo-PB

Ficha do jogo

Botafogo-PB 4
Saulo; Gedeílson, Walber, Lula e Carlos Renato; Rafael Jataí (Humberto), Rogério, Allan Dias e Marcos Aurélio; Dico (Mazinho) e Nando (Mário Sérgio). Técnico: Leston Júnior
Náutico 0
Bruno; Medina, Camacho, Camutanga e Kevyn (Tiago Costa); Negretti, Wendel (Tarcysio) e Jobson; Robinho, Rafael Assis (Júnior Timbó) e Wallace Pernambucano. Técnico: Roberto Fernandes.
 
Local: Estádio Almeidão, em João Pessoa.
Árbitro: Marco Aurelio Fazekas (MG).
Assistentes: Marconi Helbert Vieira e Douglas Almeida Costa (ambos de MG).
Gols: Marcos Aurélio (5’ do 1ºT e 47′ do 2º), Mário Sérgio (24’ do 2ºT) e Dico (30’ do 2ºT) (B).
Cartões amarelos: Dico, Rafael Jataí, Gedeílson, Mário Sérgio (B); Robinho (N).

Cartão vermelho: Wallace Pernambucano (N) (46′ do 2ºT).

Náutico joga mal,vence a Ponte Preta por apenas 1 a 0 e está eliminado da Copa do Brasil

Ficha do jogo

Náutico 1
Bruno; Thiago Ennes, Camutanga, Camacho e Kevyn (Gabriel Araújo); Negretti, Wendel (Júnior Timbó) e Wallace Pernambucano; Rafael Assis (Luiz Henrique), Tharcysio e Robinho. Técnico: Roberto Fernandes.
Ponte Preta 0
Ivan; Igor, Reynaldo, Renan Fonseca e Marciel; Nathan, Paulinho e Lucas Mineiro (Tiago Real); Felipe Saraiva (Júnior Santos), Orinho e Felippe Cardoso (Tony). Técnico: Doriva.
Local: Arena de Pernambuco
Árbitro: Alisson Sidnei Furtado (TO)
Assistentes: Fabio Pereira e Cipriano da Silva Sousa (ambos do TO)
Gol: Júnior Timbó (37 min do 2º)
Cartões amarelos: Thiago Ennes, Camutanga, Camacho, Júnior Timbó, Robinho, Negretti (N), Felipe Saraiva, Reynaldo, Paulinho (P)
Público: 1.347

Náutico joga por goleada sobre a Ponte para avançar na Copa do Brasil e faturar R$ 2,4 mi

Ficha do jogo

Náutico
Bruno; Thiago Ennes, Camutanga, Breno Calixto (Camacho) e Kevyn; Negretti, William Gaúcho e Júnior Timbó; Robinho, Wallace Pernambucano e Rafael Assis. Técnico: Roberto Fernandes.
Ponte Preta
Ivan, Igor, Renan Fonseca, Reynaldo e Marciel; Nathan, Paulinho e Lucas Mineiro; Felipe Saraiva, Orinho e Felippe Cardoso. Técnico: Doriva.
Local: Arena de Pernambuco
Horário: 21h45
Árbitro: Alisson Sidnei Furtado (TO)
Assistentes: Fabio Pereira e Cipriano da Silva Sousa (ambos do TO)
Ingressos: R$ 50 (setor oeste), R$ 25 (estudante) e R$ 20 (sócio); R$ 30 (setor sul inferior), R$ 15 (estudante e sócio)

Náutico sai na frente, mas Santa reage no segundo tempo e times estreiam com empate

Ficha do jogo

Náutico 1
Bruno; Thiago Ennes, Camutanga, Camacho e Kevyn; Negretti, Wendel (Medina) e Jobson (Júnior Timbó); Rafael Assis, Ortigoza (Wallace Pernambucano) e Robinho. Técnico: Roberto Fernandes.
Santa Cruz 1
Tiago Machowski, Vítor, Danny Morais, Augusto Silva e Henrique Ávila (Maílton); Leandro Salino (Augusto), Luiz Otávio e Geovani (Jeremias); Fabinho Alves, Robinho e Robert. Técnico: Júnior Rocha.
Local: Arena de Pernambuco
Árbitro: Felipe Gomes da Silva (PR).
Assistentes: Pedro Martinelli Christino e Luciano Roggenbaum (ambos do PR)
Gols: Ortigoza (27 min do 1º) e Jeremias (aos 37 min do 2º)
Cartões amarelos: Thiago Ennes, Negretti, Wendel (N), Luiz Otávio, Giovani (SC)
Público: 4.616
Renda: R$ 61.075

Em reencontro amargo com a Série C, Náutico e Santa Cruz se enfrentam por uma boa largada

Ficha do jogo

Náutico 
Bruno; Thiago Ennes, Camacho, Camutanga e Tiago Costa; Negretti, Júnior Timbó e Wallace Pernambucano; Rafael Assis, Robinho e Ortigoza. Técnico: Roberto Fernandes.
 
Santa Cruz
Tiago Machowski; Vítor, Danny Morais, Augusto Silva e Henrique Ávila; Leandro Salino, Luiz Otávio e Geovani; Fabinho Alves, Robinho e Robert. Técnico: Júnior Rocha.
Local: Arena de Pernambuco, em São Lourenço da Mata.
Data: 15/04/2018.
Horário: 19h.
Árbitro: Felipe Gomes da Silva (PR).
Assistentes: Pedro Martinelli Christino (PR) e Luciano Roggenbaum (PR).
Ingressos: 
 
Setor Oeste Inferior: 
R$ 30 (meia) / R$ 60 (inteira)
R$ 25 (Sócio Náutico)
 
Setor Leste Inferior: 
R$ 25 (meia) / R$ 50 (inteira)
R$ 20 (Sócio Náutico)
 
Sul Inferior: 
R$ 20 (Promocional Antecipado)
R$ 20 (meia) / R$ 40 (Inteira)
 
Leste/Oeste/Sul Superior: 
R$ 20 (Promocional Antecipado)
R$ 20 (meia) R$ 40 (inteira)
Norte Superior (Visitantes): 
R$ 20 (meia) / R$ 40 (inteira)

Em jogo festivo, Barcelona Legends derrota a Seleção Pernambucana por 1 a 0 na Arena

Neste sábado, um jogo festivo que teve boas doses de competitividade. Barcelona Legends contra a Seleção Pernambucana reuniu diversos ídolos do time catalão e outros que brilharam no futebol pernambucano.

Nomes como Rivaldo, Edmilson, Beletti, enfrentando Grafite, Carlinhos Bala e Kuki.

Por mais que sejam jogadores aposentados, a técnica entre esses craques segue apurada.   O primeiro tempo começou tímido, com as duas equipes chegando ao ataque sem pressa.

A Seleção Pernambucana sentiu, de início, a falta de entrosamento. O Barcelona Legends soube aproveitar isso e conseguiu abrir o placar com o meia Giovanni. O camisa 10 recebeu pelo lado direito de grande área, puxou para o meio e bateu forte de pé esquerdo. Após o gol, os pernambucanos encontraram seu encaixe.

Passaram a dominar as ações ofensivas e quase chegaram ao empate por duas vezes, com Denis Marques. Inclusive, o “predador” foi o jogador mais perigoso do elenco pernambucano.   A resposta do time azul grená não demorou a vir. Rivaldo, da entrada da área, mandou uma bomba no travessão de Bosco.

A Seleção Pernambucana demonstrou mais empolgação e correria na primeira etapa, mas a organização do Barcelona se sobressaía, evitando grandes sustos e chegando ao ataque apenas em boas condições para tentar o gol.

O segundo tempo iniciou de maneira mais morna do que o primeiro tempo. Entretanto, isso não diminuía a festa da torcida presente, que puxava gritos de “tri-tri-tricolor”, “cazá-cazá” e “N-á-u-t-i-c-o”. Rivaldo entrou em campo pela Seleção Pernambucana no começo da etapa final e mostrou que ainda tinha gás para incomodar a defesa catalã, assim como fez com a pernambucana no primeiro tempo. O Barcelona tentou com Giovanni, batendo de fora da área para defesa segura de Bosco.

Denis Marques ainda teve outra chance de empatar, mas parou em boa intervenção de Arnau.

Com boas trocas de passes, o Barcelona conseguiu envolver a equipe local e chegar com perigo ao gol. Porém, o preciosismo em algumas jogadas fez com que as chances não fossem convertidas. Os pernambucanos ainda insistiram com Carlinhos Bala, Grafite e Rivaldo, mas a rede não balançou. O time espanhol venceu por 1 a 0 e saiu com sorrisos e agradecimentos aos 18.232 espectadores presentes.

Após título, Náutico tem pior atuação no ano, é goleado e se complica na Copa do Brasil

Ficha do jogo

Ponte Preta 3
Ivan; Emerson, Reynaldo, Renan Fonseca e Marciel; Nathan, Felipe Saraiva (Aron) Lucas Mineiro (Murilo Henrique) e Paulinho; Júnior Santos (Felipe Cardoso) e Orinho. Técnico: Doriva.
Náutico 0
Bruno; Thiago Ennes, Camutanga, Camacho e Kevyn; Negretti, Jobson e Júnior Timbó (Hygor); Bryan, Odilávio (Tharcysio) e Gabriel Araújo (Fernandinho). Técnico: Roberto Fernandes.
Local: Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas
Árbitro: Daniel Nobre Bins (RS)
Assistentes: Rafael da Silva Alves e Elio Nepomuceno de Andrade (ambos do RS)
Gols: Orinho (16 min do 1º) , Felipe Saraiva (19 min do 1º) e Júnior Santos (26 min do 1º)
Cartões amarelos: Kevyn, Jobson, Fernandinho (N), Marciel, Lucas Mineiro (PP)
Expulsão: Jobson.

Em jogo histórico, Náutico vence Central por 2 a 1 e põe fim a jejum de 13 anos sem título

Ficha do jogo

Náutico 2

Bruno; Thiago Ennes, Camutanga, Camacho e Kevyn; Negretti, Júnior Timbó (Clebinho) e Wallace Pernambucano (Jobson); Rafael Assis, Ortigoza e Robinho. Técnico: Roberto Fernandes.

Central 1

França; Eduardo Gago, Danilo Quipapá, Vitão e Charles; Douglas Carioca (Itacaré), Fernando Pires, Eduardo Eré e Júnior Lemos; Leandro Costa e Gildo (Lucas Silva). Técnico: Mauro Fernandes.
Local: Arena de Pernambuco, em São Lourenço da Mata.
Árbitro: Nielson Nogueira.
Assistentes: Clóvis Amaral e Cleberson Nascimento.
Gols: Ortigoza (43’ do 1ºT), Jobson (12’ do 2Tº) (N); Leandro Costa (26’ do 2ºT) (C).

Cartões amarelos: Camacho, Jobson, Ortigoza, Kevyn (N); Eduardo Gago, Eduardo Eré (C).

Público: 42.352.
Renda: R$ 956.695,00.
Náutico Campeão 2018 Pernambucano