Pernambucano Série A1

Carcará volta a perder e se complica no Nordestão

Depois de ser goleado de 5 x 1 pelo Vitória/BA, o Salgueiro precisava se recuperar contra o América/RN, neste sábado. Não conseguiu. Pelo contrário: jogando fora de casa, sofreu uma nova derrota (por 2 x 0) que o complicou na classificação do grupo C da Copa do Nordeste. A equipe sertaneja tem três pontos. América e Vitória (com um jogo a menos) têm seis. O lanterna é o ASA-AL, que ainda não pontuou – mas também tem uma partida por fazer.

A vitória do alvirrubro potiguar foi construída no primeiro tempo. Logo aos 13 minutos, o lateral Norberto abriu o placar com um chute da entrada da área. Aos 25, o ex-Náutico Rico recebeu lançamento de Netinho e ampliou o placar. Na segunda etapa, o Carcará tentou ser mais incisivo, mas foi incapaz de reverter a vantagem estabelecida pelo adversário.

Na terça-feira, os dois times voltam a se enfrentar. Desta vez, porém, o mando de campo é do Salgueiro. O jogo acontece às 21h15 no Cornélio de Barros.

POSTADO POR MARCELO ÀS 20:39 EM 26 DE JANEIRO DE 2013

Náutico sua no final, mas vence Ypiranga por 3 a 1, com direito a belos gols

Um público pequeno foi acompanhar a partida entre Náutico e Ypiranga, neste sábado, pela segunda rodada do Campeonato Pernambucano, nos Aflitos. Os 6300 torcedores que foram viram um time rápido e objetivo, que não deu chances ao Ypiranga, batendo o visitante por 3 a 1.

A equipe júnior do Timbu tomou conta do jogo nos primeiros minutos. Com velocidade e toques rápidos, em 11 minutos a garotada criou três chances de gol. O atacante Renato parou duas vezes no goleiro Jaílson. Na terceira chance, mudaram o lado, o jogador e o resultado. João Paulo recebeu pela esquerda, puxou para o meio e bateu com estilo. A bola morreu no ângulo esquerdo do goleiro. 1 a 0. A marcação pressão, característica do time profissional, também foi vista nos meninos. Com isso, o adversário errava na saída de bola, facilitando a vida dos allvirrubros.

 Roberto Ramos/DP/D. A. Press

O Ypiranga só “respirou” aos 16 minutos, quando começou a ficar mais tempo com a bola no pé. Dois minutos depois, o resultado quase apareceu. O time marcou o gol de empate, após bola alçada na área, mas o assistente assinalou impedimento. Aos 21 minutos, o atacante Renato teve mais uma chance e mais uma vez parou em Jaílson. . Após breve equilíbrio, o Náutico marcou o segundo, com Marcos Vinícius, mas o assistente também marcou o impedimento.

No final da primeira etapa, o Ypiranga quase empatou. Assis, que tinha obrigado Jefferson a fazer grande defesa, fez jogada pela esquerda e tocou por cima do arqueiro alvirrubro. A bola tocou na trave e saiu à linha de fundo.

No segundo tempo, aos 2 minutos, o Náutico ampliou. Dennys, após boa troca de passes com Marcos Vinícius, recebeu na área e bateu no contrapé de Jaílson, marcando o segundo gol. O Ypiranga respondeu apenas aos 16 minutos. Jefferson fez uma bela defesa após chute forte de Marcinho da entrada da área. A partir dos 20 minutos o Ypiranga passou a criar oportunidades constantes, mas todas pararam na boa tarde do goleiro Jefferson. A recompensa veio aos 27 minutos.

Após cobrança de escanteio de Diogo, a bola resvalou em João Paulo e traiu Jefferson. 2 a 1. O gol mudou o panorama da partida, com o Ypiranga tomando conta das ações e pressionando o Timbu em busca do gol de empate. Jefferson salvou o Timbu em várias oportunidades.

Mas no final o Timbu decretou o fim das esperanças do adversário. Marcos Vinícius recebeu, limpou dois marcados e bateu forte, “fuzilando” o goleiro Jaílson. 3 a 1. Foi o suficiente para mudar o jogo. Êxito da menina Timbu.

Campeonato Pernambucano 2013 – 3ª rodada
Local: Aflitos
Árbitro: Gleydson Leite
Assistentes: Jean Marcel e Marlon Rafael
Público: 6300

Náutico: Jefferson; Deivid, Diego, Flávio e Isaldo; Dennys, Filipinho (Jefferson Nem), Marcos Vinícius e Renato (Kelvis); João Paulo e Geraldo (Liniker). Técnico: Alexandre Gallo.

Ypiranga: Jailson; Diogo, Hugo, Bruno (Daniel) e Anderson Peixe (Lincoln); Jeferson Piauí, Guilherme, Paulo Kraus e Torres; Assis (Marcinho) e Carlinhos. Técnico: Édson Miolo.

Gols – Náutico: João Paulo (12’), Dennys (2’ 2T). Ypiranga: João Paulo contra) (26’ – 2T)
Cartão Amarelo – Ypiranga: Anderson Peixe

Fonte:Maurício Penedo

América-RN e Salgueiro travam duelo direto no Estádio Nazarenão

Na luta por uma vaga na segunda fase da Copa do Nordeste, América-RN e Salgueiro se enfrentam neste sábado, em confronto válido pela terceira rodada do torneio. A partida será realizada no Estádio Nazarenão, em Goianinha, a 54 quilômetros de Natal, com início às 18h30 (horário local).

Com três pontos, as duas equipes estão empatadas na classificação do grupo C, com vantagem para os potiguares, que, devido ao saldo de gols, ocupam a segunda posição. O Vitória, líder com seis pontos, encara o lanterna ASA no domingo, em Salvador, no encerramento da rodada.

Força total

Após a vitória por 1 a 0 sobre o ASA, a primeira na competição, o América-RN terá um reforço importante no banco de reservas para a partida contra o Salgueiro: o retorno do técnico Roberto Fernandes, que cumpriu suspensão de dois jogos por expulsão no jogo contra o ABC, pela última rodada da Série B de 2012.

Fabinho, volante do América-RN (Foto: Jocaff Souza)

Fabinho foi poupado na última rodada e volta ao time do América-RN (Foto: Jocaff Souza)

Também voltam à equipe o lateral-esquerdo Renatinho Potiguar e o volante Fabinho, poupados no último jogo, além dos reservas Glaúcio e Galatto, que foram preservados dentro do rodízio promovido pela comissão técnica americana. Alguns titulares ainda poderão ser poupados neste sábado, mas o técnico Roberto Fernandes não confirma.

Com todo o grupo à disposição, o América-RN deve jogar com Dida; Norberto, Edson Rocha, Índio e Renatinho Potiguar; Márcio Passos, Fabinho, Jérson e Netinho (Daniel); Cascata e Rico.

Nigeriano é a arma

Yerien Richmind - Salgueiro (Foto: Lula Moraes/Globoesporte.com/PE)
Nigeriano Yerien Richmind pode ser a novidade
do Salgueiro (Foto: Lula Moraes)

 Depois de ser goleado pelo Vitória em Salvador, por 5 a 1, o Salgueiro tem outro desafio longe de Pernambuco. O Carcará sabe que precisa vencer para continuar na briga pelas primeiras colocações e sonhar com a classificação para a próxima fase.

A aposta do técnico Marcelo Chamusca para o jogo é o nigeriano Yerien Richmind. O jogador, que ficou na reserva nos dois primeiros jogos, foi o autor do gol na única vitória do Salgueiro na competição, na primeira rodada, diante do ASA. O estrangeiro deve ficar com a vaga de Victor Caicó.

Se confirmada esta mudança, a formação do time pernambucano para o jogo será composta por Darci; Marcos Tamandaré, Rodrigo, Cléber Carioca e Peri; Pio, Moreilândia, Clébson e Yerien; Elvis e Fabrício Ceará.

GLOBOESPORTE

No primeiro jogo nos Aflitos em 2013, sub-20 do Náutico tenta vitória contra o Ypiranga

O Náutico faz neste sábado, às 18h30, seu primeiro jogo nos Aflitos na temporada 2013. Mesmo ainda sem contar com o elenco principal, a garotada sub-20 alvirrubra tentará a primeira vitória no Campeonato Pernambucano diante do Ypiranga, em partida válida pela terceira rodada do estadual.

Após buscar o empate em 2×2 contra o Chã Grande, na última quarta-feira, o Náutico contará novamente com Alexandre Gallo na beira do gramado para comandar o sub-20. Sérgio China continuará auxiliando o comandante.

Com um ponto conquistado em uma partida jogada, o Náutico está na sétima posição. Porém, a equipe alvirrubra está com um jogo a menos em relação aos demais. Mesma situação do Ypiranga, oitavo colocado com também um ponto.

O time alvirrubro poderá entrar com duas modificações para a encarar o time de Santa Cruz do Capibaribe. No treino tático e técnico da sexta-feira, alguns atletas estiveram ausentes: Liniker, Kelvis foram convidados por Gallo para o treinamento com o grupo principal. Além deles, Dasaev,Danilo Quipapá e Messinho também não participaram das atividades nos Aflitos.

Com isso, cresce as possibilidades de Filipinho e Geraldo entrarem no time titular. A dupla foi responsável diretamente pelo primeito gol do Náutico na temporada contra o Chã Grande.

A partida deve contar mais uma vez com a presença do atletas principais do Náutico. Na quarta, em Vitória de Santo Antão, os alvirrubros marcaram presença nas arquibancas, vibrando e comemorando muito como legístimos torcedores. A estreia do time principal está programada para o dia dois de fevereiro, contra o Porto, no estádio Lacerdão.

Já o Ypiranga tentará surpreender o Timbu. Depois de empatar sem gols na estreia com o Chã Grande, a Máquina da Costura vai tentar se aproveitar da juventude alvirrubra para buscar a vitória. A única e possível alteração no time titular é a entrada do atacante Paulo Kraus no lugar de Guilherme.

Ficha técnica: Náutico x Ypiranga

Náutico: Jefferson; Deivid, Diego, Flávio e Isaldo; Dennys, Liniker (Filipinho), Marcos Vinícius Kelvis (Geraldo); João Paulo e Renato. Técnico: Alexandre Gallo.

Ypiranga: Jailson; Diogo, Anderson, Bruno e Daniel; Jeferson Piauí, Dácio, Paulo Kraus e Torres; Assis e Carlinhos.

Campeonato Pernambucano; 3ª rodada; Estádio dos Aflitos; Horário: 18h30; Árbitro: Gleydson Leite; Assistentes: Jean Marcel e Marlon Rafael.

Fonte: Anderson Malagutti

Assista o Vídeo, Dênis Marques Confirmando a sua volta

Depois de meses e meses de muita negociação, a diretoria do Santa Cruz oficializou a volta do atacante Dênis Marques. O Blog do Torcedor já havia antecipado, nesta manhã, a contratação do jogador. No entanto, a diretoria do clube não confirmava o acerto porque faltava a assinatura de contrato, o que só aconteceu nesta noite.

O maior entrave para o acerto do Santa Cruz com Dênis Marques era financeiro. Segundo informações, o atacante pedia R$ 60 mil mensais para renovar seu contrato. Desde o final da temporada passada, a diretoria apresentava contra-proposta bem menor do que o valor pedido pelo atleta.

Na noite da quinta-feira, o diretor Jomar Rocha voltou a reafirmar: “Dênis só volta para o Santa Cruz se reduzir a sua proposta. Não vamos contratar sem ter condições de pagar”. Nesse “embate”, a diretoria de futebol se saiu melhor. Segundo informações, o acerto foi de R$ 35 mil mensais.

O certo é que a negociação com Dênis Marques havia esfriado. Até o time sofrer a derrota para o Campinense, por 3×0. A diretoria voltou a conversar com o jogador e a fazer pressão. Dênis, sem proposta de outros clubes, aceitou voltar ao Arruda.

Agora, a responsabilidade de Dênis é ainda maior. Afinal, ele retorna ao clube como a diretoria queria. E o Santa Cruz ainda vai atrás de um lateral-esquerdo e um meia.

Magazine Luiza é o novo patrocinador do Santa Cruz

A assessoria de imprensa do Santa Cruz informou nesta sexta-feira que a Magazine Luiza é o novo patrocinador do Mais Querido e estampará sua marca nas camisas corais a partir da próxima rodada.

A Magazine Luiza tem mais de 50 anos de fundação e é uma das empresas líderes no varejo nacional, com 613 lojas distribuídas em 16 Estados brasileiros, nas regiões Sul, Sudeste, Centro-Oeste e Nordeste.

O anúncio oficial será na próxima segunda, às 19h, no auditório do Arruda.

Fonte: Agência CoralNET de Notícias

Dênis Marques acerta volta para o Santa Cruz

Com informações de Marcelo Cavalcante

O sonho do torcedor do Santa Cruz se realizou. O atacante Dênis Marques acertou a volta para o clube em 2013. O jogador se reunirá possivelmente nesta sexta-feira com a diretoria do Tricolor para assinar o contrato.

Dênis foi o grande artilheiro do Santa Cruz em 2012. O jogador marcou 27 durante e se tornou o grande ídolo coral no ano passado. Apesar disso, o seu retorno para o Arruda foi colocado em xeque. Dênis queria um salário considerado fora dos padrões tricolores. Ao que parece, o problema foi resolvido.

Em conversa com o Blog do Torcedor, os diretores Jomar Rocha e Constantino Júnior negaram a contratação de Dênis. Uma atitude normal da diretoria que quer se proteger enquanto o atleta não assina o contrato.

No Recife, Sport vence Confiança de virada e toma liderança do grupo B

Sport e Confiança fizeram um jogo equilibrado na noite desta quinta-feira na Ilha do Retiro, mas os donos da casa precisaram de apenas dois minutos para mudar a sorte da partida. Os pernambucanos começaram atrás no placar, mas se recuperaram e venceram os sergipanos por 3 a 1, de virada. Com o resultado, o Leão foi a quatro pontos e tomou a liderança do grupo B da Copa do Nordeste das mãos do adversário.

O Confiança abriu primeiro o placar com Diego Neves, aos 30 minutos do primeiro tempo. Na etapa complementar, o Sport enfim conseguiu furar o ferrolho imposto pelos sergipanos. Aos 32 minutos, Reinaldo empatou. A virada veio dois minutos depois com Marcos Aurélio. O atacante arriscou de fora da área e brindou a torcida com um golaço em sua primeira atuação com a camisa rubro-negra. O terceiro gol dos donos da casa saiu nos acréscimos aos 48 minutos com Felipe Menezes.

No Recife, o Confiança até tentou repetir o excelente desempenho da estreia, quando goleou o Fortaleza por 3 a 0, mas pagou um preço alto por querer administrar a partida depois de marcar 1 a 0. O time é o segundo colocado, pois tem os mesmos três pontos do tricolor cearense e leva a melhor nos critérios de desempate. O público total do jogo na Ilha do Retiro foi 19.036 torcedores para uma renda de R$ 128.060,00.

Na próxima rodada, o Sport vai encarar o Fortaleza no domingo às 17h (horário de Brasília). A partida faz parte da inauguração oficial do estádio Castelão, que receberá no mesmo dia o Ceará e o Bahia (às 19h30m). O Confiança voltará a jogar fora de casa e pega o Sousa também no domingo às 17h (horário de Brasília).
Sport x Confiança (Foto: Aldo Carneiro/Pernambuco Press)
Confiança marcou gol no primeiro tempo, mas Sport virou o placar (Foto: Aldo Carneiro/Pernambuco Press)

Confiança não se intimidou

O público no começou do jogo não era o esperado na Ilha do Retiro e isso talvez tenha deixado o Confiança à vontade para jogar no Recife no primeiro tempo. Sem maiores pressões da arquibancada, antes do primeiro minuto de jogo, os visitantes já tentavam a primeira jogada de ataque com Ângelo, que cruzou para a área. A bola, no entanto, ficou nas mãos do goleiro Magrão.

O Sport tentou responder com as investidas do atacante Felipe Azevedo, mas também não passou de tentativas em vão devido aos erros no último passe e à retranca imposta pelo Confiança. O primeiro chute a gol do Leão ocorreu apenas aos cinco minutos. Roger arriscou de longe e o goleiro Fábio defendeu sem problemas.

Daí em diante o que se viu foi os times se alternarem no ataque. O Confiança apostava no jogo aéreo e em chutes de longa distância. Por sua vez, o Sport tocava a bola até chegar a área, mas os erros de passe colocavam fim às jogadas ofensivas. Magrão, do lado dos donos da casa, e Fábio, pelos visitantes, não tiveram trabalho nos chutes a gol de seus adversários.

Sport x Confiança (Foto: Aldo Carneiro/Pernambuco Press)
Sport teve dificuldades para furar retranca do
Confiança (Foto: Aldo Carneiro/Pernambuco Press)

Com o passar do tempo, o jogo ficou concentrado no meio-campo e os ataques rarearam. Aos 22 minutos, para tentar furar a defesa do Sport, Richardson arriscou de longe. A bola desviou na zaga e quase engana o goleiro Magrão. Aos 28 minutos, Felipe Azevedo cruzou para a área, o goleiro Fábio vacilou e a bola foi parar nos pés de Gilsinho, que não conseguiu empurrar para as redes.

A chance desperdiçada pelo Sport foi aproveitado pelo Confiança aos 30 minutos. Richardson cobrou escanteio na cabeça de Diego Neves, que abriu o placar na Ilha do Retiro. Os donos da casa tentaram não se abalar e se lançaram em busca do empate. Aos 38 minutos, Gilsinho se chocou com um  e caiu na área, pedindo pênalti. O juiz não marcou e deu cartão amarelo ao atacante rubro-negro.

No primeiro tempo, o goleiro Magrão ainda pregou um susto na torcida do Sport ao “bater roupa” em um chute de Diego Neves aos 39 minutos. A resposta rubro-negra ocorreu com o zagueiro Gabriel, que quase surpreende o goleiro Fábio em uma cabeceada. O lance foi o último mais empolgante do primeiro tempo, encerrado aos 47 minutos pelo árbitro Francisco Carlos.

Sport pressiona e vira

Para o segundo tempo, o Confiança voltou sem alterações. O Sport mudou as peças no ataque, com a saída de Gilsinho, bastante criticado pela torcida, para a entrada de Marcos Aurélio. As alterações surtiram efeito e o Leão se mostrou mais perigoso nos minutos iniciais da partida com presença constante na área adversária.

Aos quatro minutos, Roger recebeu um cruzamento de Felipe Azevedo e cabeceou o gol à queima-roupa. O empate só não saiu porque goleiro Fábio defendeu a bola, ainda que no susto, usando o ombro. Sentindo o bom momento do Sport, o Confiança passou a parar o jogo a partir de faltas. O treinador Nadélio Rocha também tentou dar mais gás ao time ao tirar Da Silva para a entrada de Gilmar Baiano.

Com o passar do tempo, o Confiança conseguiu esfriar os ânimos do Sport e os pernambucanos voltaram a ter dificuldades de articular jogadas de ataque. O técnico Vadão então gastou as duas substituições restantes tirando Cicinho e Hugo para a entrada de Moacir e Felipe Menezes, respectivamente.

Com as novas peças em campo, a sorte do Sport mudou. Felipe Menezes avançou pela esquerda, se livrou de Ângelo e cruzou para a área. A bola sobrou para Reinaldo, que chutou cruzado e viu a bola desviar na zaga e encobrir o goleiro Fábio aos 32 minutos. Dois minutos depois, foi a vez do estreante Marcos Aurélio balançar as redes. O atacante chutou de fora da área para marcar o gol que garantiu a vitória e a liderança do grupo B para o Sport.

Depois do gol, o Confiança deixou a zona de conforto e se aventurou no ataque em busca do empate. Os visitantes conseguiram alguns lances de perigo, causando susto na torcida rubro-negra, mas não passou disso e ainda viu o Sport marcar o terceiro aos 48 minutos com o meia Felipe Menezes.

globo.com

Prata da casa, atacante Renato tem contrato renovado com o Náutico até 2015

Destaque das categorias de base do Náutico, o atacante Renato assinou um novo contrato profissional, na tarde desta quinta-feira. O atleta de 19 anos agora é jogador do Timbu até o final de 2015. O ofensivo foi o artilheiro alvirrubro no Campeonato Brasileiro Sub-20, com quatro gols, e da Copa São Paulo de Juniores, com três gols.

Na estreia do Náutico no Campeonato Pernambucano, no empate em 2 a 2 com o Chã Grande, Renato esteve em campo e chegou a receber os elogios do técnico Alexandre Gallo.

Daniel Leal – Diario de Pernambuco

Novo caldeirão: Náutico visita Arena Pernambuco pela primeira vez

O dia 24 de janeiro de 2013 ficará marcado na história do Náutico. Pela primeira vez, jogadores, comissão técnica e dirigentes alvirrubros fizeram uma visita técnica a Arena Pernambuco, que a partir de julho, passará receber os jogos do Timbu. No semblante de cada jogador, a satisfação em saber que dentro de poucos meses a bola irá rolar em um novo templo do futebol.

Ainda sem gramado e em fase final de construção (as obras já passam dos 83% de conclusão), a Arena Pernambuco impressionou os jogadores. Acostumados com o acanhado estádio dos Aflitos, eles terão em sua nova casa uma nova experiência.

“A gente imagina isso lotado, com nossa torcida aqui, vibrando como foi nos Aflitos. Jogar em um estádio desse, todo profissional quer trabalhar e os atletas jogar. É um grande passo para a história do Náutico”, disse o técnico Alexandre Gallo em meio ao barulho das obras.

Já o volante Martinez pode ser o primeiro capitão alvirrubro no novo estádio. Ao analisar a distância entre as arquibancas e o gramado, o jogador ficou impressionado. Mas acostumado com os Aflitos, onde a distância também é curta, Martinez disse que o caldeirão continuará o mesmo.

“Pressão vai ter ou até maior que nos Aflitos. A proximidade é muito parecida. Então,  com certeza o caldeirão continuará o mesmo”, disse.
A delegação alvirrubra ficou aproximadamente duas horas visitando as obras. Primeiro assistiram dois vídeos institucionais que foram apresentados por Bruno Dourado, diretor da Odebrecht. Em seguida, todos começaram um tour pela Arena, conhecendo áreas como os vestiários, área de aquecimento, além dos camarotes. Por fim, todos entraram no campo ainda sem gramado.


Jogadores posaram para fotos no novo estádio.


Atacante Kieza foi o mais tietado pelos funcionários da obra.

POSTADO POR ANDERSON MALAGUTTI ÀS 14:07 EM 24 DE JANEIRO DE 2013