Sport

Luciano Bivar eleito para o sexto mandato à frente do Sport

POSTADO POR Wladmir Paulino ÀS 22:26 EM 17 DE Dezembro DE 2012

Num placar menos apertado do que se esperava, o empresário Luciano Caldas Bivar, da chapa Sport de Verdade, foi eleito presidente do Sport pela sexta vez ao bater Homero Lacerda, da chapa Sport Vencedor, no pleito desta segunda-feira (17). Mais do que o candidato, o triunfo também significa uma vitória pessoal do ainda presidente Gustavo Dubeux – eleito para o Conselho Deliberativo. A arena multiuso, carro-chefe do atual mandatário foi o epicentro de toda campanha e terá garantia de continuidade com os dois anos que seu candidato terá pela frente. A vitória de Bivar foi concluída com 1971 votos contra 1470 de seu adversário. Três votos foram anulados e oito em branco. Em percentuais, Bivar teve 57,08% contra 42,57% de seu adversário.


Quatro momentos da festa da vitória. Fotos: Rodrigo Lobo/JC Imagem

» Presidente eleito defende renovação nos quadros diretivos

A festa dos partidários da Sport de Verdade começou após a contagem da oitava urna, com o primeiro grito de casá, casá e Bivar ressaltando que a vitória não foi sua e sim de um projeto. Projeto esse que também contou com a maioria dos ex-presidentes, outro fator determinante para o resultado.

Durante todo dia a movimentação foi intensa na sede leonina. Tanto que vários torcedores perderam o direito de votar porque a fila era grande no setor de arrecadação. Quem estava em atraso teria que quitar os débitos primeiro para ter direito a voto.

Às 18h, o presidente da mesa, Mauro Alencar, mandou vetar a entrada de sócios. Mesmo assim, vários conseguiram burlar a barreira. Só votava quem estivesse no salão nobre. Apenas uma urna, justamente a de número 10, demorou mais a ser levada para o local da apuração por conta de cinco eleitores que ainda estavam regularizando sua situação junto à mesa. Após pouco mais de uma hora começou a contagem. Curiosamente, foi a única em que Homero saiu vencedor, com 298 votos contra 254.

Duas urnas, a segunda e a sétima, tiveram seus votos recontados. Na segunda, foram encontrados votos para Luciano Bivar em meio aos de Homero. Na segunda, uma fiscal da Sport Vencedor pediu recontagem.

Abaixo, a votação urna a urna:

Urna 1 – Luciano Bivar 250 x 176 Homero Lacerda
Urna 2 – Luciano Bivar 281 x 176 Homerco Lacerda
Urna 3 – Luciano Bivar 271 x 165 Homero Lacerda
Urna 4 – Luciano Bivar 91 x 59 Homero Lacerda
Urna 5 – Luciano Bivar 201 x 139 Homero Lacerda
Urna 6 – Luciano Bivar 160 x 100 Homero Lacerda
Urna 7 – Luciano Bivar 80 x 57 Homero Lacerda
Urna 8 – Luciano Bivar 213 x 134 Homero Lacerda
Urna 9 – Luciano Bivar 171 x 166 Homero Lacerda
Urna 10 – Luciano Bivar 298 x 254 Homero Lacerda

 

 

CBF confirma o Sport na Copa do Brasil de Futebol Feminino 2013

A Confederação Brasileira de Futebol, a CBF, divulgou a tabela da Copa do Brasil de Futebol Feminino 2013 e a novidade foi a presença do time do Sport na competição. O Leão, que ainda tem contratações a serem definidas, volta ao torneio por conta da boa participação do Vitória na edição deste ano, que acabou abrindo mais uma vaga para o Estado.

O time do técnico Bruno Angeiras já tem sua estreia no torneio marcada para o dia 2 de fevereiro contra a equipe do Kashima da Paraíba, em João Pessoa. Caso as rubro-negras não vençam a partida por uma diferença superior a três tentos, o jogo de volta será realizado no dia 16 do mesmo mês, na Ilha do Retiro.

 

 

Fonte: SuperEsportes

Lágrimas e decepção tomam os jogadores do Sport após queda para série B

O Sport lutou até o fim, melhorando bastante o seu desempenho na reta final da competição, mas não conseguiu escapar do rebaixamento para a segunda divisão do Campeonato Brasileiro de 2013.

O time leonino perdeu para o Náutico por 1 a 0 neste domingo no Estádio dos Aflitos e ainda viu seus adversários diretos não perderem seus jogos (Bahia venceu o Atlético-Go e a Portuguesa empatou com a Ponte Preta).

Visivelmente abalado, o treinador Sérgio Guedes agradeceu aos jogadores do Sport e afirmou que levará um tempo para entender os motivos que levaram o clube a não conseguir permanecer na Série A.

“Eu não me preparei para esta situação. Entendo que a derrota foi fruto das circunstâncias por termos saído atrás do placar. Isso foi determinante. Quero apenas agradecer aos torcedores, que confiaram no nosso trabalho e nos apoiaram até o último instante”, destacou.

O volante Moacir lembrou a longa série sem vitórias que o Leão encarou durante o Brasileirão. “Não dá para ficar onze rodadas sem vencer em um campeonato tão equilibrado e forte como é o Brasileiro. Acho que a gente demorou demais para reagir”, destaca o volante.

O mesmo discurso foi utilizado pelo presidente Gustavo Dubeux. Ele citou o fraco desempenho no primeiro turno, mas eximiu a diretoria de culpa. ” Não conseguimos ter, no primeiro turno, o mesmo desempenho que tivemos no segundo e isso fez a diferença. Nós fizemos tudo o que foi possível. Demos todas as condições necessárias que um clube grande como o Sport precisa ter”, indicou.

Apesar da tristeza, o treinador tentou reanimar a torcida rubro-negra. Mesmo reconhecendo que o ambiente não está favorável, Sérgio Guedes acredita que o clube tem totais condições de voltar à Série A na próxima temporada.

“O fato consumado é que estamos rebaixados. Sabemos da tristeza da torcida, mas a alegria será reconstruída com novas alegrias. Existem profissionais que gostam muito desse clube, e isso será determinante para a reconstrução. Quem sente é o cara que vai ao alambrado, a pessoa que gosta. São para esses torcedores que nós precisamos pedir desculpa. Hoje existe um sentimento ruim, mas será reconstruído com novas vitórias”, indica.

Agora o elenco do Sport vai entrar de férias e so voltará no dia 3 de janeiro para a próxima temporada.

Fonte:Renilton Lopes

Tobi, do Sport, já está 'concentrado' para clássico decisivo com o Náutico

Apesar do empate com o Fluminense fazer com que o Sport passe a depender não apenas de uma vitória sobre o Náutico , mas também dos resultados dos adversários diretos, Bahia e Portuguesa, são muitos os jogadores que acreditam na permanência do Rubro-negro na Série A . O volante e capitão rubro-negro Tobi afirmou que a ‘concentração’ para a partida já se iniciou.

– Temos uma semana para trabalhar bem. Sabemos do que somos capazes. Todo o grupo tem consciência da importância desse jogo contra o Náutico. O meu pensamento é nesta partida, assim como o de todo mundo. Temos que fazer o nosso.

Ainda não se sabe quantos ingressos serão destinados à torcida do Sport no Clássico dos Clássicos. Mas, independente do número, Tobi quer que a torcida compareça e siga acreditando na recuperação da equipe.

– O jogo contra o Fluminense terminou e a torcida aplaudiu a gente. Infelizmente, não fizemos o suficiente. Agora é pensar no clássico e queremos o torcedor lá, conosco. Temos que seguir com fé até o fim.

Sérgio Guedes considera injusto o empate do Sport contra campeão Flu

Após o empate em 1 a 1 com o Fluminense, na Ilha do Retiro, o Sport saiu de campo com o sentimento de frustração. De acordo com o treinador Sérgio Guedes, o resultado dentro de campo não representou o que o time rubro-negro se propôs no jogo. E, apesar de a situação do time para permanecer na Série A ter ficado mais complicada, o comandante destacou que as “possibilidades” estão abertas.

– O resultado foi injusto. Agora, dizer o que é justo ou injusto mediante a um fato consumado acaba se tornando irrelevante. O que posso dizer é que estou satisfeito com o desempenho – afirmou, ressaltando as oportunidades que a equipe produziu dentro de campo.

– Vi poucas vezes na minha carreira tanta situação de gol não se concretizar. Temos que extrair o que foi de bom e digo que vamos com o apoio da torcida para a outra partida. Acredito que vamos melhor, porque quando você vê o limite e superação dos jogadores dentro de campo e vê a disposição a que eles podem chegar.

Sobre a situação do Sport para se livrar do rebaixamento, o técnico reforçou que o momento de imprevisibilidade da última rodada do Brasileirão.

– A avaliação que fizemos com os resultados da rodada é que a situação (do rebaixamento) está aberta. Jogos difíceis vão acontecer e a possibilidade existe para todos. Por isso, estamos otimista.

Jogadores do Sport se abatem, mas garantem que clube escapa do Z-4

Bastou o árbitro André Luiz de Freitas Castro (GO) apitar o final do duelo entre Sport e Fluminense, neste domingo, para o abatimento tomar conta dos jogadores do Leão. Chateado com o empate em 1 a 1, que deixa o clube na zona de rebaixamento e precisando vencer o Náutico na última rodada, além de torcer por uma derrota de Bahia ou Portuguesa, na última rodada, para permanecer na Séria A, o atacante Felipe Azevedo lamentou as chances de gols perdidas.

– Fomos muito superiores, tivemos várias chances, mas a bola não entrou. Infelizmente saímos de campo sem a vitória e isso dificulta um pouco, mas vamos buscar a vitória no próximo jogo. Ainda dá.

Contrariado, o zagueiro Diego Ivo enalteceu o comportamento dos atletas rubro-negros, mas lamentou a falta de sorte do Sport.

– Tivemos várias chances, jogamos bem e nos doamos, mas empatamos. Agora ficou complicado, mas ainda temos chances. Vamos para o clássico em busca da vitória.

Já para Henrique, o grande responsável pelo placar foi o goleiro adversário. De acordo com o atacante, não é à toa que Diego Cavalieri é um dos destaques do Brasileirão 2013.

– Tivemos chances, mas Cavalieri é muito bom. Às vezes, parecia que eles estavam com três jogadores embaixo da barra. Faltou sorte, mas ainda dá.