Cria de Itaquera, Maycon supera lesão grave e vira herói do título da Copinha

Por São Paulo

Em março de 2014, Maycon certamente não imaginava que a final da Copinha seria como foi para ele. O autor do gol da vitória por 1 a 0 que garantiu o título corintiano não sabia sequer quando voltaria a jogar futebol. Apenas sentia dor. Rompera o ligamento cruzado do joelho esquerdo, e ficou por um longo tempo parado. Sete meses ao todo, até voltar no início de novembro do ano passado. O volante de 17 anos, nascido em Itaquera, aprendeu cedo o que é a dar a volta por cima.

Chutei para arriscar, e sabia que era difícil sair um gol dali. Mas na infelicidade do goleiro a bola entrou
Maycon

O bairro que hoje abriga a Arena Corinthians foi também cenário dos primeiros chutes de Maycon. Ele começou no Clube dos 30, equipe amadora. Logo foi para a Portuguesa, onde ficou por um ano. No Corinthians, já são seis temporadas, nem sempre atuando no meio-campo. Quem revela a versatilidade do jogador é Agnello Gonçalves, coordenador técnico da base do Timão.

– O Maycon é um atleta muito técnico e muito comprometido sem a bola. Por entender bem o que acontece no jogo, já jogou conosco de primeiro e segundo volante, de meia e também de atacante. Além disso, é muito profissional e focado. Sabe o que quer – analisa Agnello.

Maycon, que em 2013 acumulou diversas convocações para a Seleção sub-17, atuou normalmente como primeiro volante na Copinha e marcou um gol contra o Rio Branco, do Acre, na primeira fase. Deu também uma assistência, com um passe de três dedos para Matheus Vargas abrir o caminho da vitória do Corinthians sobre o São Paulo por 3 a 0. Além do gol do título neste domingo. Lance que descreve com timidez.

– Chutei para arriscar, e sabia que era difícil sair um gol dali. Mas na infelicidade do goleiro a bola entrou – conta o jogador, que correu para vibrar com a torcida na comemoração e deu um abraço emocionado nos companheiros que o alcançaram, mas se mostrou inibido diante dos microfones da entrevista coletiva.

maycon Corinthians x botafogo-sp copa são paulo final copinha (Foto: Marcos Ribolli)
Maycon festeja o gol do título no Pacaembu: momento de glória para o garoto do Corinthians (Foto: Marcos Ribolli)

Maycon se diz frequentador da Arena Corinthians. E não fica em cima do muro sobre qual posição prefere, em vez de dar a resposta padrão “Jogo onde o treinador quiser”.

– Prefiro atuar como segundo volante, mas hoje foi muito bom, porque eu e o Marciel revezamos na função – afirmou o jogador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *