Em ritmo de treino, Brasil bate Tunísia e vence a segunda partida no Mundial

Por Direto de Katowice, Polônia

Do outro lado da rede estavam os donos de três títulos mundiais consecutivos. Os ídolos que aprenderam a admirar e dos quais guardam com orgulho registros fotográficos de outros encontros. Se ainda não tinham força suficiente para vencê-los, tinham ao menos que se divertir jogando contra o Brasil. Chegaram até mesmo a comandar o placar no primeiro set, o que já foi uma alegria para os tunisianos. O bom momento durou poucos minutos, mas arrancou bons sorrisos e aplausos. Nesta quarta-feira, na Spodek Arena, em Katowice, os fãs aprenderam novas lições com a seleção, que venceu a partida por 3 sets a 0 (25/18, 25/10 e 25/17) e garantiu o segundo triunfo no Mundial da Polônia.

No terceiro set, o levantador Bruninho machucou a mão num choque com Maurício e foi para o hospital fazer exames por precaução logo após a partida. Lucarelli foi o maior pontuador do jogo com 12 – três deles em saques. Neste fundamento, a seleção brasileira obteve seis pontos ao longo da partida. Substituto de Sidão, Eder também se destacou, com nove pontos.

O próximo compromisso do time comandado por Bernardinho – líder isolado do Grupo B – será na sexta-feira, às 15h15 (de Brasília) conta a Finlândia.. A partida terá transmissão do SporTV e cobertura em Tempo Real no GloboEsporte.com. Os assinantes do SporTV também podem acompanhar todos os lances pelo SporTV Play.

Brasil x Tunisia Mundial volei masculino (Foto: Divulgação / FIVB)
Murilo pontua diante do bloqueio da Tunísia: com titulares poupados, vitória foi em ritmo de treino (Foto: Divulgação / FIVB)

Só um susto

Olhar para o placar e ver 4 a 0 a seu favor encheu a Tunísia de fôlego e fez rapidamente a torcida escolher a quem apoiar. O jovem time africano variava bem o saque, se empenhava no bloqueio e conseguia dar um certo trabalho para os ídolos. Mas Wallace, Lucarelli e Lucão tratavam logo de corrigir o rumo e mostrar quem mandava ali: 25/18.

Da arquibancada, Vissotto e Sidão acompanhavam o jogo com atenção. Os dois foram poupados para se recuperarem de um torcicolo e de dores nas costas, respectivamente. Lá dentro, os companheiros faziam o que se esperava deles. Abriam 8/1 e aceleraram o passo (16/5).  Rapha e Renan deixaram o banco e ajudaram a equipe a fechar o segundo set: 25/10.

Brasil x Tunisia Mundial volei masculino (Foto: Divulgação / FIVB)
Paredão triplo de Bruninho, Eder e Lucarelli para cima do ataque da Tunísia (Foto: Divulgação / FIVB)

Suplentes em quadra

O ritmo era de treino, e Bernardinho aproveitava para dar rodagem aos reservas já pensando na próxima fase da competição. Dava descanso a Bruninho, Murilo e Lucão. A Tunísia conseguia manter a parcial equilibrada. Empenhava-se para tentar surpreender o Brasil. Ia em todas as bolas e viu dois de seus jogadores ficarem no chão após um choque, na tentativa de fazer uma defesa (15/13). Pouco depois foi a vez de Bruninho. Voltou para o jogo, foi tentar salvar uma jogada e acabou machucando a mão. Seguiu em quadra, mas sob os olhares atentos do treinador, que não escondeu o olhar de preocupação. A vitória estava assegurada.

AS EQUIPES

Brasil – Bruninho, Éder, Wallace, Murilo, Lucarelli, Lucão e Mario Jr. (líbero). Entraram: Felipe (líbero), Renan, Lipe, Maurício e Rapha. Técnico: Bernardinho

Tunísia – Sellami, Karamosli, Moalla, Kaabi, Agrebi, Miladi e Taouerghi (líbero). Entraram: Garci, Othmen Miladi, Nagga, Slimene. Técnico: Fethi Mkaouar

info TABELA Mundial Vôlei - Jogo 02 (Foto: Globoesporte.com)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *