Final no Maracanã bateu recorde de audiência

Partida entre Brasil e Espanha teve a maior audiência da história da Copa das Confederações. Quase 70 milhões de pessoas curtiram o novo Maracanã em todo o mundo

A final da Copa das Confederações 2013 bateu o recorde de público televisivo da competição, segundo dados divulgados hoje (4) pela Fifa. A partida entre as seleções de Brasil e Espanha foi vista por 69,3 milhões de pessoas nos 10 principais mercados televisivos do mundo – como Alemanha, China, França e Estados Unidos, entre outros.

“Do ponto de vista da promoção internacional do turismo brasileiro, isso é um ganho espetacular, que só seria alcançado com um investimento muito massivo de recursos em publicidade televisiva nesses mercados”, afirma o presidente da Embratur, Flávio Dino. Ele lembra que, além das informações sobre o estádio e as reportagens antes e depois da partida, feitas pelos mais de 3 mil jornalistas credenciados, antes do jogo foi exibido um filme com os principais atrativos turísticos do Rio de Janeiro.

“Obviamente, não só o Rio que ganha com isso, já que a cidade é um dos principais cartões-postais de todo o país”, avalia Dino. O presidente da Embratur também lembra que as partidas anteriores da seleção brasileira, em outras capitais, também bateram recordes de audiência da competição.

O jogo Itália x Brasil, em Salvador, foi visto por cerca de 50,4 milhões de espectadores nos 10 principais mercados de televisão, no dia 22 de junho. A audiência era recorde até a realização da final. A partida na Fonte Nova havia batido o recorde anterior, que era também da edição brasileira da Copa das Confederações, pelo jogo Brasil x México, em que 40 milhões de pessoas haviam assistido a vitória de 2 a 0 da equipe treinada por Luiz Felipe Scolari.

Press trips

A Embratur aproveitou os 15 dias da Copa das Confederações para promover roteiros associados às cidades-sede do campeonato  – e também já da Copa do Mundo.  “Como a competição vai abranger todas as regiões do Brasil, é uma excelente oportunidade de mostrar toda a variedade de destinos do país”, avaliou Dino.

Por isso, o Instituto realiza quatro press trips para apresentar a 13 jornalistas de nove países, as estruturas dos estádios das cidades-sede da Copa das Confederações (2013) e do Mundo de 2014, os atrativos de ecoturismo, a cultura e as belezas naturais de cada região do Brasil.

Rio de Janeiro, Brasília, Cuiabá (MT), Manaus (AM), Belo Horizonte (MG), Natal (RN) serão alguns dos cenários que farão parte da viagem. Os jornalistas espanhóis e portugueses, por exemplo, vão conhecer também, além de Brasília e dos roteiros Cívico e Niemeyer (que passa pelos monumentos do arquiteto Oscar Niemeyer), o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros e as Cachoeiras de Pirenópolis.

Publicado por: aquarela2020

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *