Náutico dá vexame e empata com o Piauí na Arena

Foto: Alexandre Gondim / JC IMAGEM – Autor: Matheus Albino

Com o estádio praticamente vazio e uma atuação de dar vergonha ao seu torcedor o Náutico empatou com o frágil time do Piauí por 3×3 nesta quinta-feira, na Arena PE,  pela quarta rodada do Grupo C da Copa do Nordeste. Parecia que a torcida estava prevendo que o vexame e por isso não foi ao jogo.

Para piorar, o Timbu conseguiu sofrer três gols de um ataque que ainda não havia marcado um gol sequer na competição. Ao menos quem foi viu uma boa apresentação do meia Patrick Vieira, autor de dois gols e de uma assistência para Fillipe Soutto, que marcou o terceiro. Pelo Enxuga Rato Cláudio anotou dois tentos e Pablo fechou a conta.

Com o resultado o Náutico permaneceu na segunda colocação com cinco pontos. No próximo domingo o time dá uma pausa no Nordestão e volta a jogar pelo Pernambucano, onde enfrenta o Central na Arena PE.

O jogo

Patrick Vieira foi o destaque do Náutico. Foto: Alexandre Gondim / JC IMAGEM

Patrick Vieira foi o destaque do Náutico. Foto: Alexandre Gondim / JC IMAGEM

Parecia que o Náutico venceria o Piauí com certa tranquilidade e que logo nos primeiros minutos os gols sairiam. O início até comprovou essa tese já que o time dominou as ações e teve a posse de bola. O toque de bola rápido abria a frágil defesa do Enxuga Rato mas o problema era na finalização das jogadas.

A primeira chance saiu aos 11 minutos com Renato, que de dentro da área tentou o ângulo esquerdo mas não acertou. Patrick Vieira e Bruno Alves deram velocidade ao meio de campo e também tiveram chance. Aos 13 Patrick por pouco não aproveitou bem o cruzamento de Gastón. Aos 19 Renato fez bela jogada mas demorou  para finalizar e foi desarmado.

Com o Náutico começando a errar com mais frequência os passes o Piauí se soltou em campo. Aos 22 Binha desceu pela esquerda e arriscou de fora, a bola passou pela direita do gol de Júlio César. A formação com três volantes diante de um time que não fez nenhum gol no campeonato foi uma escolha equívocada do técnico Levi Gomes. Os espaços foram aumentando para os visitantes e por pouco o gol não saiu aos 35 minutos após bela cobrança de falta de Thiaguinho.

Foto: Alexandre Gondim / JC IMAGEM

Foto: Alexandre Gondim / JC IMAGEM

Dois minutos depois o Piauí assustou de novo, desta vez com Jorginho. Ele entrou livre e chutou rasteiro, levando muito perigo. O Náutico voltou com a mesma formação no segudo tempo, porém, com atitude diferente. Mais ligado em campo os alvirrubros partiram com tudo em busca do gol. E não demorou a sair, aos cinco minutos Guilherme cobrou bem a falta, Patrick Vieira dominou e chutou forte, a bola desviou no rosto de Rafael Negão e entrou.

Foi o gol do alívio para dar mais tranquilidade em campo. Logo aos 18 minutos o Timbu balançou as redes outra vez. A defesa do Piauí parou pedindo falta, o árbitro mandou seguir e Guilherme cruzou rasteiro para Patrick Vieira escorar.  Apesar do 2×0 os minutos seguintes foram de desespero e cenas lamentáveis que culminaram num resultado inacreditável.

Aos 23 minutos Tiaguinho jogou a cobrança de lateral na área, a bola foi passando e encontrou Pablo, que diminuiu. A reação dos visitantes parou no gol de Fillipe Soutto, que aproveitou o passe de Patrick Vieira e chutou forte no canto direito.

Foto: Alexandre Gondim / JC IMAGEM

Foto: Alexandre Gondim / JC IMAGEM

Tudo parecia se encaminhar para uma vitória tranquila e a liderança, faltou combinar com Cláudio, atacante do Piauí. Foi dele os dois gols que empataram a partida e deram o terceiro ponto ao time piauiense. Aos 35 ele aproveitou a falha grotesca de João Ananias e tocou na saída de Júlio César; e aos 40 em um cruzamento rasteiro o atacante chutou forte no meio do gol e empatou. Fim do vexame – Náutico 3×3 Piauí.

Náutico: Júlio César; Guilherme, Diego, Elivélton e Gastón Filgueira; João Ananias, Fillipe Soutto, Helder Ribeiro e Bruno Alves (Jefferson Nem); Patrick Vieira e Renato (João Paulo). Técnico: Levi Gomes (interino).

Piauí: David; Jorginho, Rafael Negão, Bruno Ernandes e Tiaguinho; Binha, Dalton, Leis (Dênis) e Darley (Agostinho); Silas e Pablo (Cláudio) Técnico: Marco Antônio Santos. Local: Arena PE. Horário: 22h. Árbitro: Pablo Alves (PB). Assistentes: Márcio Freire (PB) e Rondinelle dos Santos (AL).  Cartões amarelos: Agostinho e Darley (Piauí). Gols: Náutico – Patrick Vieira (aos 5 e 17 do 2°t) e Fillipe Soutto (aos 32 do 2°t); Piauí (Cláudio, aos 34 e 40 do 2°t) Pablo (aos 24 do 2°t). Público: 698. Renda: R$ 8.835,00.

Foto: Alexandre Gondim / JC IMAGEM

Foto: Alexandre Gondim / JC IMAGEM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *