Náutico desperdiça as principais chances de gol contra o Oeste e fica no empate em Barueri

Por: Rafael Brasileiro /Diario de Pernambuco
O jogo
Apesar do Oeste dominar o começo da partida e – como sempre – surpreender pela qualidade no toque de bola e rápida saída de jogo, o Náutico soube se postar bem defensivamente. Até quando os mandantes colocaram todo o time na metade de campo defendida pelo Alvirrubro, o time de Gallo soube segurar o adversário. Com 10 minutos de jogo, foi o momento dos pernambucanos responderem.
A marcação alvirrubra foi totalmente adiantada e surtiu efeito rapidamente. Se a bola passava pela primeira linha de combate, os volantes ou zagueiros logo chegavam perto e ganhavam a posse. Foi em lances assim, nos quais o trabalho defensivo funcionou, que o Náutico teve duas chances consecutivas. Na primeira, aos 13 minutos, Rony acertou o travessão de Felipe Alves em um chute de fora da área. Logo em seguida, aos 14 minutos, Hugo acertou uma cabeçada que parecia ter sido fatal, mas o goleiro Felipe Alves salvou o que seria o gol do Timbu.
Com a pressão alvirrubra quase ferindo o Oeste, os paulistas voltaram a apertar na marcação e se policiaram mais nos passes. Algo que continuou sendo anulado pelo Timbu, mas com um detalhe. O time de Gallo não conseguia mais sair para o jogo de forma organizada e isto foi comprovado na forma que o time procurava levar a bola até o ataque. As tentativas de lançamentos foram ineficazes e se tornavam em devoluções de bola para o Oeste. Tônica da partida até o fim do primeiro tempo, exceto por mais uma chance que Rony desperdiçou aos 45 minutos quando chutou em cima de Felipe. Seu primeiro erro que custou a vitória ao Timbu.
Segundo tempo
As equipes não mudaram de postura no segundo tempo. A única diferença é que a intensidade da partida começou a cobrar o seu preço. Hugo, o atleta de idade mais avançada da equipe alvirrubra, foi sacado aos 10 minutos da etapa complementar pois já não apresentava a mesma força. A partir daí, o Timbu enfrentou o pior momento da partida. O Oeste fez duas substituições antes dos 20 minutos e sem o seu camisa 10 em campo para coordenar os contra-ataques ficou complicado alguma evolução ofensiva.
Em pouco tempo, o Oeste assumiu as rédeas da partida e  Wesley quase abriu o placar aos 15 minutos, mas Júlio César fez grande defesa e evitou o pior. A partir deste momento o Náutico se fechou ainda mais e só saiu para o jogo quando tinha a velocidade de Jefferson Nem e Rony como aliados. Foi em um desses lances que Rony apareceu mais uma vez e pela segunda vez na partida decepcionou. Aos 28 minutos, o camisa 7 recebeu dentro da área e chutou novamente em cima do goleiro.
O show de chances desperdiçadas pelos visitantes contiunou e Jefferson Nem desperdiçou a mais bizarra de todas. Em jogada confusa, que Léo Santos e Tiago Adan participaram antes, o camisa 69 finalizou sem força e chutou em cima do zagueiro quando o goleiro estava fora do lance. Para finalizar, Rony apareceu, de forma negativa mais uma vez. Em contra-ataque que poderia ter sido mortal, chutou fraco, Felipe Alves defendeu e Tiago Adan também desperdiçou o rebote. O único alento é que o Timbu voltou a pontuar atuando fora de casa e garantiu uma posição que o técnico Gallo considerava favorável antes da partida.
 
FICHA DO JOGO
Oeste 0
Felipe Alves; Felipe Rodrigues, Francis (Wesley, aos 9’ do 2ºT), Velicka. Bruno Silva; Danielzinho, Marquinho (Rodolfo, aos 17’ do 2ºT) e Mazinho; Léo Artur, Marcus Vinícius (Francisco Alex, aos 25’ do 2ºT) e Matheus Vargas. Técnico: Fernando Diniz.
Náutico 0
Júlio César; Joazi, Rafael Pereira, Eduardo e Gaston; João Ananias, Eurico (Cal rodrigues, aos 40’ do 2ºT), Renan Oliveira (Tiago Adan, aos 35’ do 2ºT) e Hugo (Léo Santos, aos 10’ do 2ºT); Jefferson Nem e Rony. Técnico: Alexandre Gallo.
Estádio: Arena Barueri, em São Paulo
Árbitro: Adriano Milczvski (PR)
Assistentes: Andre Luiz Severo e Daniel Cotrim de Carvalho (ambos do PR)
Cartões amarelos: Danielzinho e Matheus Vargas (OES); Eurico (NAU)
Público: 1.481

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *