Náutico quer convencer com segunda vitória consecutiva na Série B do Brasileiro

 Celso Ishigami /Diario de Pernambuco

Vivendo sua melhor sequência desde o início da Série B, o Náutico busca uma marca importante neste encontro com o Boa Esporte. Na partida que começa às 21h, na Arena Pernambuco, o Timbu buscará alcançar, pela primeira vez na competição, a segunda vitória consecutiva. Para isso, no entanto, precisará vencer outros obstáculos além do próprio adversário. Apesar do triunfo, o desempenho apresentado contra o Sampaio Corrêa gerou uma forte desconfiança por parte da torcida. Obrigado a mexer no setor do meio de campo por conta da suspensão do volante Paulinho, o técnico Sidney Moraes voltou a adotar o mistério como parte de sua estratégia. Mas a tendência é de que ele siga contrariando o anseio dos torcedores.

Vencendo pela vantagem mínima, o Náutico foi encurralado pelos maranhenses no último compromisso. E quando os torcedores pediam a entrada do meia Marinho, Sidney optou por uma alternativa mais conservadora, acionando o lateral Neilson para reforçar a marcação no meio de campo. A decisão rendeu-lhe as primeiras e sonoras vaias desde que assumiu o comando técnico do time. Sem poder contar com o volante Paulinho, suspenso com o terceiro amarelo, o treinador poderia até seguir a vontade dos torcedores, mas é pouco provável que isso venha a ocorrer.

Como de costume, o técnico adotou o mistério como parte de sua estratégia para o confronto. Em nenhum dos três treinamentos realizados desde o jogo com o Sampaio Corrêa Sidney esboçou a escalação que pretende utilizar contra o Boa. Mas, pelo discurso adotado na entrevista concedida ontem, o mais provável é que Marinho siga como opção no banco de reservas. “Respeito e gosto do torcedor, mas não dá pra ir sempre pelo que eles pensam. Eu tenho que ver o melhor para o Náutico. Eu também quero Marinho bem e nos ajudando. Já tinha pedido a contratação dele no Icasa. Mas estou tendo um cuidado especial para ele entrar na hora certa. Se não for agora, vai ser daqui a pouco. O torcedor vai entender”, justificou, citando a sequência de lesões que o meia sofreu desde que chegou ao clube.

Sidney, no entanto, fez questão de ressaltar que a possibilidade de Marinho começar o jogo ainda não está descartada. “Ainda não defini. As duas possibilidades podem acontecer, como também a entrada de Gustavo Henrique, por exemplo”, pontuou. “Tenho que pensar na partida como um todo. Eu não posso pensar só no começo do jogo, mas também nas substituições”, explicou, antes de ressaltar a importância de um novo resultado positivo. “É muito importante. Não só por conta dos pontos, mas pelo reflexo na confiança do time.”

Náutico
Alessandro; Rafael Cruz, William Alves, Flávio e Raí; Gilmak, Elicarlos, Vinícius, Leleu e Neilson (Marinho); Tadeu. Técnico: Sidney Moraes

Boa Esporte
João Carlos; Eric, Thiago Carvalho, Leandro Silva e Marinho Donizete; Vinicius Hess, Wellington, Tomás e Clébson; Uálisson Pikachu e Fernando Karanga. Técnico: Nedo Xavier.

Local: c, em São Lourenço da Mata. Hora: 21h. Árbitro: Edmar Campos da Encarnação (AM).Assistentes: João Carlos de Jesus Santos (AM) e Daniel Vidal Pimentel (AM).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *