Rosberg consegue sua primeira vitória em Abu Dhabi

Por F1Team

Abu Dhabi, uma das etapas mais bonitas do calendário, deu números finais a temporada 2015 da Fórmula 1. A corrida deste domingo (29), não trouxe nenhuma competitividade entre os pilotos, nada que levantasse os fãs que estavam nas arquibancadas, tudo muito burocrático. O que houve mesmo de destaque foi a atrapalhada da Williams na passagem de Bottas pelos boxes. Fora isso, foi uma monotonia total nas 55 voltas da corrida.

Rosberg vence em Abu Dhabi

Rosberg vence em Abu Dhabi

Largando na pole, sexta consecutiva, Nico Rosberg foi imbatível no asfalto de Yas Marina. Diferentemente do seu companheiro de equipe, que correu equipado com o novo propulsor da Mercedes, o germânico soube controlar a versão anterior do seu motor e fez uma corrida tranquila. Essa foi a primeira vitória de Nico Rosberg em Abu Dhabi. O melhor resultado do piloto, até então, teria sido um terceiro lugar na temporada de 2013.

Apesar de toda tentativa, até mesmo evitar uma segunda parada nos boxes, em vão, Hamilton em nenhum momento conseguiu ameaçar a liderança de Nico. Ao que tudo indica, sua segunda passagem pelo pit comprometeu essa briga pela ponta. Hamilton acabou mesmo recebendo a bandeirada na segunda posição. E nem de longe repetiu o desempenho da temporada passada quando venceu em Yas Marina. Muito por culpa da Mercedes, que limitou a performance do tricampeão faltando algumas voltas para o fim da última etapa do ano.

O terceiro degrau no pódio foi ocupado pela Ferrari de Kimi Raikkonen. O finlandês, que tinha largado na terceira posição, acabou a prova no mesmo posto. Entre os carros italianos, o destaque ficou por conta de Sebastian Vettel. O piloto ferrarrista tinha alinhado seu carro em 15º, culpa rejeitada pela equipe italiana, e conseguiu terminar o GP de Abu Dhabi na quarta posição.

Quem cruzou alinha de chegada na quinta colocação foi o mexicano Sergio Pérez. Com esse resultado, a equipe da Force India cravou sua melhor temporada na história da F1. A sexta e a sétima posição foi ocupada por Daniel Ricciardo e Hulkenberg, respectivamente. O oitavo lugar ficou com o brasileiro Felipe Massa. Na nona colocação, apareceu o carro guiado por Romain Grosjean. Fechando o top-10, Daniil Kvyat. Felipe Nasr foi apenas o 15º colocado.

CU_HxdnWEAARm0P

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *