Rosberg supera Hamilton e fica com a pole em Mônaco

A cada corrida, a disputa interna na Mercedes fica mais acirrada. Depois de ver Lewis Hamilton dominando as últimas corridas, Nico Rosberg deu o troco no seu companheiro de equipe, pelo menos no treino classificatório para o GP de Mônaco. O alemão conseguiu superar o campeão de 2008, mesmo tendo “errado” na sua última tentativa.

Rosberg larga na pole em Mônaco

Rosberg larga na pole em Mônaco

Piloto mais regular do campeonato deste ano, Lewis Hamilton não vai largar mais uma vez na pole, mas garantiu a segunda colocação no grid de largada. Agora, a briga pela vitória deverá ficar entre os dois pilotos da Mercedes, que largam nas duas primeiras posições. A briga entre os dois vale a liderança do Mundial de Pilotos.

Na segunda fila partirão os dois carros da Red Bull. E mais uma vez quem comemorou mais nos boxes taurinos foi o australiano Daniel Ricciardo. Terceiro mais rápido do treino de hoje, ele começa a prova novamente à frente de Sebastian Vettel, que ficou com o quarto tempo.

Fernando Alonso, que chegou a liderar um dos treinos livres, não teve forças para brigar de igual para igual com os carros da Mercedes e Red Bull, mas voltou a fazer um bom tempo, levando em consideração as “limitações” do carro da Ferrari. Assim, o espanhol parte na quinta colocação, seguido pelo seu companheiro de equipe, Kimi Raikkonen, que larga em sexto.

A nota ruim para os brasileiros ficou por conta de Felipe Massa. O piloto da Williams havia feito um bom tempo no Q1, mas Marcus Ericsson acabou com o seu treino. No fim da primeira sessão, Massa abriu passagem para o sueco, que perdeu o ponto de frenagem na curva e acertou o carro #19. Com o toque, Felipe não teve como voltar para os boxes e ficou fora do restante do treino. Assim, largará apenas na décima sexta colocação.

O treino

Fim de semana em Mônaco é sempre um dos mais aguardados

Fim de semana em Mônaco é sempre um dos mais aguardados

As classificações e as corridas em Mônaco costumam ser bastante emocionantes. O traçado estreito sempre faz algumas “vítimas” e é comum vermos os pilotos passando perto e até tocando no guard rail. Hoje não foi diferente. Os pilotos que conseguiram raspar mais vezes nos muros, conseguiram seus objetivos e garantiram uma boa classificação. Os menos experientes, perderam o controle do carro e foram parar na área de escape ou bateram.

Com relação as condições do clima e da pista, não poderiam ser melhores. Com o céu totalmente limpo, o sol fez com que o traçado estivessem em seu perfeito estado para que os pilotos pudessem acelerar fundo. E foi o que aconteceu durante uma hora de treino.

Q1

O treino classificatório em Mônaco começou quente. Além de ver muitos carros na pista praticamente durante todo o Q1, o público ainda presenciou vários pilotos perdendo o ponto de frenagem e o acidente envolvendo o brasileiro Felipe Massa e o sueco Marcus Ericsson.

Ericsson bateu em Massa no Q1

Ericsson bateu em Massa no Q1

O piloto da Williams havia aberto passagem para que a Caterham passasse, mas Ericsson perdeu o controle do carro e acertou o bólido de Felipe. Quem levou a pior foi Massa, que tinha feito uma boa volta e garantido a classificação para o Q2, mas com o toque precisou abandonar o treino e largará na décima sexta posição.

Entre os eliminados, a “surpresa” ficou por parte da Sauber. Esteban Gutiérrez e Adrian Sutil não andaram bem nesta classificação e acabaram fora até mesmo do Q2. O mexicano largará apenas na décima sétima posição, enquanto o seu companheiro de equipe parte em décimo oitavo.

Nas últimas posições, largarão os dois carros da Marussia – Jules Bianchi (19º) e Max Chilton (20º) e os dois da Caterham – Kamui Kobayashi (21º) e Marcus Ericsson (22º).

Q2

Depois de uma primeira parte muito movimentada, com acidentes, erros e disputa na pista, tivemos um Q2 bem mais tranquilo. Com apenas 15 carros na pista, já que Felipe Massa não participou, os pilotos disputaram as dez primeiras posições do grid.

Magnussen - Monaco

Magnussen garantiu classificação para o Q3

Como era de se esperar, os carros da Mercedes, Red Bull e Ferrari não tiveram dificuldades para garantir vaga na “super classificação”. Pior para os outros pilotos, que tiveram que brigar apenas por quatro posições restantes.

Dentre os eliminados, duas surpresas. Nico Hulkenberg, da Force India, e Jenson Button, da McLaren. Os dois largarão na décima primeira e décima segunda posição, respectivamente. Valtteri Bottas, da Williams, também não conseguiu um bom tempo e parte em décimo terceiro, seguido por Romain Grosjean e Pastor Maldonado, ambos da Lotus.

Q3

Com 12 minutos para tentar buscar o melhor tempo possível, os pilotos deixaram cedo os boxes em busca da volta perfeita. Logo nas primeiras tentativas, quem se deu melhor foi Nico Rosberg. O alemão marcou o tempo de 1min15s989, menos de um décimo mais rápido do que o seu companheiro de equipe, Lewis Hamilton, que havia marcado 1min18s048.

Clima entre Hamilton e Rosberg ficou tenso após a classificação

Clima entre Hamilton e Rosberg ficou tenso após a classificação

A marca alcançada por Rosberg acabou sendo suficiente para garantir a pole position. Isso porque, na última tentativa, o alemão perdeu o ponto de frenagem e foi parar na área de escape, o que causou uma bandeira amarela no setor. Isso acabou atrapalhando Hamilton, que precisava de uma volta perfeita. Por isso, o britânico decidiu abortar a sua volta e vai larga na segunda posição. Ao descer do carro, o campeão de 2008 se mostrou chateado, isso porque ele acha que o erro de Nico pode ter sido “proposital”.

Quem também teve um grande desempenho foi o australiano Daniel Ricciardo da Red Bull. Mais uma vez ele superou o tetracampeão Sebastian Vettel e amanhã largará na terceira posição, uma à frente do seu companheiro de equipe, que larga em quarto.

A terceira fila será formada pela dupla da Ferrari, Fernando Alonso e Kimi Raikkonen, que largarão na quinta e sexta posições, respectivamente. Jean-Éric Vergne, Kevin Magnussen, Daniil Kvyat e Sergio Pérez, respectivamente, completam o top 10.

Confira os tempos:

Classificação - Monaco

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *