Santa Cruz lança novos uniformes três meses após refazer parceria com a Penalty

Fonte: Yuri de Lira /Diario de Pernambuco

A Cobra Coral mudou de pele. Na noite desta segunda-feira, em solenidade na Usina Dois Irmãos, no bairro de Apipucos, o Santa Cruz apresentou os seus novos uniformes para o restante do ano e início do próximo. Três meses após a revalidação da parceria com a Penalty, agora selado até 2018, o clube apresentou quatro padrões de jogo de uma só vez. Substituem os que estavam sendo utilizados desde fevereiro. Na quarta-feira, quando o time recebe a Chapecoense, no Arruda, estará vestido com um deles.

Além dos clássicos uniformes, coral e branco com listras preta e vermelha, o Santa Cruz vai ter mais outros dois. O terceiro é a maior novidade, verde-limão. O outro é cinza com tons pretos. Sai de linha o listras verticais, feito pela própria Penalty em fevereiro e bem mais usual na história do Mais Querido. Não houve, porém, novas camisas de treino, já que foram confeccionadas pela empresa ainda em maio.

A maior mudança de estilo se deu na camisa branca. As suas listras continuam da altura do peito e não localizadas no meio da barriga, numa concepção ainda menos tradicional. Numa tendência mais austera está o manto coral. Saem de cena dele os detalhes que lembravam marcas de rolos de tinta, criados pela fornecedora e usados para reforçar a pecha de “time de guerreiros”. Quatro padrões casuais, uma regata, um agasalho e três camisas de goleiro ainda fazem parte da coleção. Para a Copa do Nordeste de 2017, o Santa anunciou que quem vai escolher o tipo de padrão é a torcida. Simbolicamente, Grafite, que teve participação no desenvolvimento das peças, desfilou com uma camisa “em branco”.

Os recém-lançados uniformes terão modelos masculino, feminino e juvenil. As camisas já começaram a ser vendidas na solenidade, ao preço único de R$ 199,90. Nesta terça, estarão à venda na sede do clube, segundo o presidente Alírio Moraes.

Toda a cúpula tricolor, conselheiros e sócios marcaram presença no evento. O treinador Doriva também foi prestigiar o lançamento das camisas. Os filhos do técnico, Diego e Marcel, o acompanharam. Mas à trabalho. Cantores sertanejos, foram uma das atrações da festa, assim como o irmão do presidente Alírio Moraes, o cantor André Rio, e nomes como Canibal e Orquestra Santa Massa. Apesar do treino agendado para esta terça-feira pela manhã, na Arena de Pernambuco, alguns jogadores não deixaram de ir à festa. Grafite, Neris, Bruno Moraes, Danny Morais, Edson Kölln, João Paulo, Uillian Correia, Jádson, Wellington e os goleiros Miller e Tiago Cardoso foram os escolhidos à pedido da diretoria para desfilarem com as peças. A versão feminina foi estrelada pela modelo Suellen Fragoso, vencedora do concurso de musa do clube. Até o presidente também andou na passarela, com o seu filho.

A solenidade desta noite serviu também o Santa estreitar laços com a Penalty, visto que a empresa, que veste a equipe desde 2009, não teve boas relações com o clube nos últimos dois anos por causa de falhas no fornecimento de materiais e no repasse de royalties, além de negativas para abraçar projetos de marketing. Neste ano, o acordo quase foi rompido. Umbro, Topper e Dry World chegaram a negociar com a diretoria. A última, com a promessa de injetar no time R$ 7 milhões durante três anos e trazer jogadores “midiáticos, fechou, inclusive, um pré-contrato com o Tricolor. Mas, com receitas bloqueadas no Brasil, a canadense acabaria descartada. Segundo informações de bastidores apuradas pela reportagem, a Penalty não paga sequer metade do valor oferecido pela confecção estrangeira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *