Barcelona reclama de arbitragem e gramado, mas confia em classificação

Logo após a derrota por 2 a 0, nesta quarta-feira, pela primeira partida das oitavas de final da Liga dos Campeões, o zagueiro Piqué garantiu que não havia desculpas para explicar o resultado negativo diante do Milan. No mesmo discurso pós jogo, no entanto, jogadores e até Jordi Roura, técnico do Barcelona, encontraram seus culpados: o gramado de San Siro e a arbitragem de Craig Thomson.

 O lance mais contestado pelos barcelonistas é justamente o do primeiro gol do Milan, aos dez minutos do segundo tempo, quando Montolivo recebeu o passe em cobrança de falta curta e chutou para o gol. Antes de chegar até Boateng, o autor do gol, a bola bateu na mão do zagueiro Zapata. Após a jogada, Piqué até chegou a receber cartão amarelo por reclamação.

 Messi foi bem marcado por Mexés e pouco fez na Itália na derrota por 2 a 0 do Barcelona sobre o Milan. Foto: AP
“Os árbitros podem se equivocar às vezes, mas não tem desculpa”, disse Piqué, garantindo que houve erro de arbitragem, mas sem apontar culpados. “O campo é muito complicado em San Siro, sabemos que o Milan é um grande time. Fomos muito mal, mas não no primeiro tempo. Controlamos o jogo, mas quando levamos o gol não conseguimos segurar. Agora é esperar o jogo em Camp Nou para buscar a classificação”.

Substituindo Tito Vilanova, que finaliza tratamento de câncer nos Estados Unidos e o orienta por meio do telefone celular durante as partidas, o técnico Jordi Roura acredita que não é tão complicado reverter o resultado em Camp Nou. Com dois gols de desvantagem, o Barcelona recebe o Milan no próximo dia 12 de março, para o embate esperado e decisivo.

“Com mando de campo no nosso estádio, temos confiança para avançar às quartas de final. Eles tiveram duas oportunidades e fizeram, ao contrário de nós. Eu já havia comentado sobre a dificuldade do campo. Faltou um pouco de tranquiladade”, justificou Roura.

*Com Gazeta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.