Botafogo-PB 2 x 0 Juventude – Com público recorde, Belo é campeão da Série D

João Pessoa, PB, (03) – O Botafogo-PB é o campeão do Campeonato Brasileiroo da Série D. Depois de uma campanha memorável, com 11 vitórias, dois empates e três derrotas, o Belo carimbou o ano perfeito com o título da competição nacional. Na tarde deste domingo, o clube paraibano venceu o Juventude por 2 a 0 para alegria dos mais de 20 mil torcedores, que lotaram oEstádio do Almeidão. A partida, que foi transmitida pela Rádio Caxias 930 AM, bateu o recorde de público do torneio. O embate também foi acompanhado peloPlacar FI. Além do campeão e do vice, Salgueiro-PE e Tupi-MG também conquistaram a classificação à Série C.

 O resultado de 1 a 0 já bastava para o Botafogo ficar com o título inédito da Paraíba. Porém, conseguiu marcar mais um nos minutos finais do embate e carimbar de vez a conquista do título. O Belo jogava pelo placar mínimo, pois marcou um gol fora de casa.

Como venceu a partida de ida por 2 a 1, o Juventude precisava apenas de um empate para ficar com o título. O Verdão tentou, foi guerreiro, mas não conseguiu furar o bloqueio do Botafogo, mas o objetivo principal foi conquistado: o acesso.

Belo na frente!
A festa estava preparada. Os torcedores lotaram o Estádio do Almeidão e viram o Botafogo-PB iniciar o combate em cima do Juventude. O Belo perdeu a primeira chance logo aos dois minutos. Lenílson achou Fausto. O atacante arriscou o chute, mas a bola foi para fora. O Juventude respondeu. Rogerinho chutou para a linha de fundo.

Aos nove minutos, outra tentativa do Botafogo. Pio mandou de longe. Airton fez linda defesa. Em seguida, após cobrança de escanteio de Pio, Lenínson desviou. A bola foi parar com Rafael Aidar, que perdeu chance incrível, ao mandar a bola para fora. Na pressão, o Belo enfim conseguiu furar o ferrolho do Juventude. Aos 20, Pio lançou na área. Mário subiu mais do que os adversários e, de cabeça, abriu o placar.

O Juventude acordou depois do gol sofrido e foi em busca do empate. Aos 32 minutos, Rogerinho recebeu belo passe, dominou e chutou para fora. A bola tirou tinta da trave de Remerson. Aos 43, Rogerinho fez boa jogada e soltou a bomba. A bola passou perto do gol do arqueiro do Belo e seguiu para a linha de fundo.

Fechou a conta!
Atrás no placar, o Juventude não teve outra escolha, a não ser se jogar ao ataque e foi o que fez. Aos cinco minutos da segunda etapa, Paulo Josué aproveitou o cruzamento e de primeira mandou para fora. O Verdão saiu para a pressão, mas não conseguia furar o bloqueio bem postado do Botafogo, que voltou a atacar.

Aos 16 minutos, Warley foi derrubado pelo goleiro Airton, que saiu nos pés do atacante, e pediu pênalti. O árbitro nada deu. Em seguida, o atacante pegou a sobra do arqueiro do Juventude, mas demorou para chutar. A zaga do Verdão foi mais rápida e afastou o perigo.

O Juventude respondeu aos 21 minutos. Rogerinho cruzou na cabeça de Diogo, que testou firme para a boa defesa de Rémerson. Logo em seguida, Ermel soltou a bomba, mas a bola bate nas redes pelo lado de fora. Nos minutos finais, o Belo ainda marcou o segundo, que garantiu o título. No contra-ataque, Rafael Aidar recebe livre de marcação e tocou para o fundo das redes, sem chances para Airton.

Fonte: Futebol do Interior

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.