Edson Amaro é bicampeão da Maratona Maurício de Nassau

Por LeiaJá

O título da Maratona Internacional Maurício de Nassau ficou mais uma vez com o Brasil. E, mais uma vez, com Edson Amaro dos Santos. Na manhã deste domingo (29), o corredor conquistou o bicampeonato da prova com o tempo 2h25min02. José Pereira ficou em segundo (2h26min15) e Raimundo Nonato completou o pódio (2h30min46).

Considerados favoritos, os quenianos Edwin Kipkoch, Anderson Kiprono Chirchir e Andrew Kiprop estiveram no pelotão de frente durante um bom período da prova, mas acabaram ficando no meio do caminho. “Minha estratégia estava bem definida. Sabia da dificuldade pelos concorrentes, mas estava preparado. Quando terminei a metade com uma boa vantagem bastou segurar. Sabia que a partir dali a batalha era contra minha mente”, disse Edson Amaro.

Aos 27 anos, o corredor pernambucano aproveitou a região onde mora para realizar a preparação. De acordo com ele, as serras próximas a Petrolina contribuíram. “Foquei muito na resistência, pois sabia que o sol estaria forte e as pontes forçam muito. O vento também estava contrário e isso acabou dificultando no final”, explicou o vencedor da medalha de ouro e de um prêmio de R$38 mil (um acréscimo de R$ 6 mil em relação ao prêmio do ano passado).

FEMININO

Já no pelotão feminino o Brasil não teve a mesma sorte. A corrida foi liderada e vencida pela queniana Jane Jelagat Seurey. Com o tempo 2h45min16, ela superou Jackeline Rionoripo (2h52min08) e Tabitha Kibet (2h55min18). Atleta da UNINASSAU, Mirela Saturnino ficou com o quarto lugar (2h55min47).

RECORDE

A organização do evento oferecia uma bonificação de R$ 5 mil, tanto no masculino quanto no feminino, para quem quebrasse o recorde da prova de 42 km. Entretanto, os tempos referência de Franck Caldeira (2h21min36) e Marily do Santos (2h43min49), ambos obtidos em 2010, seguem no topo da lista da Maratona Internacional Maurício de Nassau.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.