Em fase de formação do elenco, Sport e Náutico fazem o primeiro clássico da temporada

Por Blog do Torcedor

Após estrearem com um empate na rodada inaugural da Copa do Nordeste, Sport e Náutico se preparam para se superarem na condição fisica e no entrosamento, no primeiro clássico do futebol pernambucano na temporada, nesta quinta-feira (22), na Ilha do Retiro, às 21h30.

Se o velho ditado do futebol promulga que um clássico é decidido nos detalhes, este com certeza terá dois em evidência: o preparo fisico e o entrosamento de Sport e Náutico no jogo. Com certeza os dois farão a diferença a favor ou contra as duas equipes, já que em ambos os lados há reclamações de falta de pré-temporada e pouco tempo para entrosar o time.

Dos dois quesitos mais contestados pelas equipes, cada um afeta o outro com maior intensidade; no Náutico podemos aliar a falta de entrosamento como fator negativo de maior relevância, já que o time fez 16 contratações para a temporada, e deve mudar a escalação em relação a equipe que estreou com empate diante do Guarany de Sobral-CE, mesmo assim, o condicionamento fisíco também será um adversário duro de ser superado contra o Sport.

No caso rubro negro, como não fez uma quantidade enorme de contratações, e conseguiu manter pelo menos oito titulares do time de 2013, o Leão passa a se preocupar mais com o condicionamento fisíco dos jogadores, já que tem um elenco mais enxuto e deve ir com o mesmo time para o clássico.

Magrão, Oswaldo, Patric, Marcelo Cordeio, Rithely, Aílton, Neto Baiano e Felipe Azevedo foram os remanescentes, titulares, do time que conquistou o acesso para a elite do Campeonato Brasileiro.  Entre as posíveis novidades no Leão estão os atacantes Ananias e Neto Baiano, que foram regularizados e estão aptos a jogar. Aptos até um certo ponto, já que os dois afirmaram não terem condições de jogar os 90 minutos.


Mesmo sem saber se começa jogando, Neto Baiano quer marcar gols em cima do Náutico. Foto: JC Imagem

“Posso jogar uns 40 minutos e se ele precisar vou estar à disposição. Mas vou deixar para ele decidir isso”, disse o atacante Neto Baiano.

“Não estou nas melhores condições de entrar em campo como eu queria, mas acredito que nem os que já estavam trabalhando estão em condições também. Não posso jogar os 90 minutos mas estou à disposição do Geninho”, afirmou Ananias.


Geninho resolveu adotar o mistério na escalação do Sport para o clássico. Foto: Bobby Fabisak / JC Imagem

O técnico Geninho, afirmou que pretende utilizar os dois atacantes, só não disse se antes ou durante o clássico. ” O departamento fisíco me deu garantias que podem jogar pouco mais que 30 minutos, agora vamos ver se vamos colocá-los no início ou durante o jogo” comentou.

No lado alvirrubro, os problemas fisícos, também estão afetando demasiadamente o elenco, principalmente porque muitos jogadores foram contratados estando de férias ou sem clubes para treinar.

“Ainda não estou na minha forma física perfeita, mas espero estrear e ajudar. A responsabilidade é muito grande. Mas é também uma grande oportunidade de estrear em um clássico. Grandes jogadores se destacam em jogos bons. Esse jogo contra o Sport vai ser muito bom e eu espero poder estrear”,  disse o atacante Marcelinho.

“É bom estar preparado caso o treinador precise. Se for sair jogando ou não isso é o Lisca que vai decidir. Temos que ter tranquilidade porque nem hoje nem amanhã vamos formar um time. Estamos nos conhecendo e o entrosamento vai vir no dia dia”, afirmou o meia Pedro Carmona.


Cheio de dúvidas, Lisca também não definiu o time titular. Foto: Thiago Wagner / Blog do Torcedor

O técnico Lisca, se mostrou bastante preocupado com a formação da equipe, já que com muitos jogadores aptos a estrearem, não sabe ainda quem vai mandar para o jogo contra o rubro negro.

“É uma situação inusitada, em 22 anos de carreira eu nunca vi isso, remontagem de plantel e no meio uma competição complicada como a Copa do Nordeste. Está sendo muito difícil montar esse time, porque temos que avaliar as condições físicas dos jogadores, regularização, alguns que treinaram apenas uma vez e podem ir para o jogo”, afirmou.

Sempre que se trata de um clássico, surgem a perguntas de quem é o favorito a conquistar a vitória. Ananias é dos que preferem jogar a responsabilidade para o time adversários, mas avisou que não tem favorito nenhum no jogo desta quinta-feira.

“Clássico não tem favorito, claro que cada um joga pro outro a responsabilidade.Pra vencer, não precisa dar show e jogar bem, tem que vencer, ninguém está bem fisicamente e a garra e a vontade vai fazer a diferença”, disse.

Se o companheiro de ataque não quer o status de favorito,Neto Baiano é exatamente o contrário do colega, e não só apontou o favorito, como também provocou o rival. “Somos os favoritos para esse jogo porque estamos jogando dentro de casa. Não podemos ficar esperando e pipocar para o Náutico, temos que atropelar os caras.”Eles são segunda divisão e isso também pesa a  nosso favor”, comentou.

Pelo lado do Náutico, ninguém aguçou a rivalidade histórica entre os dois clubes, e preferiram pregar o respeito ao rival, mas não esconderam a vontade de vencer no clássico. “Jogar um clássico é muito bom e espero sair com a vitória já neste jogo contra o Sport”, concluiu o lateral Jackson.

“Grandes jogadores se destacam em jogos bons. Esse jogo contra o Sport vai ser muito bom e eu espero poder estrear”, confirmou o atacante Marcelinho.

Apesar de ser um clássico de uma primeira fase de competição, o técnico Geninho vê muitos pontos positivos na partida, e afirmou que quer a vitória de qualquer jeito. “É um clássico que vale muita coisa sim, o torcedor não quer saber de derrota, ele quer a vitória sempre. Isso é uma motivação muito grande”, falou.

Regularizados


Quarteto está regularizado e podem enfrentar o Sport. Da esquerda para a direita – Marcelinho, Yuri, Jackson e Pedro Carmona. Foto: Assessoria de imprensa do Náutico

Mais uma boa notícia para o técnico Lisca saiu nesta quarta-feira (22). As regularizações dos recém-apresentados, Jackson, Pedro Carmona e Yuri foram publicadas no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF e ambos estão à disposição do treinador para o jogo.

Ficha de jogo

Sport: Magrão; Patric, Oswaldo, Ferron e Marcelo Cordeiro; Rithely, Naldinho, Rodrigo Mancha e Aílton; Felipe Azevedo (Neto Baiano) e Sandrinho (Ananias). Técnico: Geninho

Náutico: Gideão; Jackson, William Alves, Flávio (Léo Kanu) e Gerley; Elicarlos, Possebom, Dê e Zé Mario (Pedro Carmona); Renato e Marcelinho (João Paulo). Técnico: Lisca

Copa do Nordeste
Estádio: Ilha do Retiro
Horário: 21h30
Árbitro: Gilberto Castro Júnior
Assistentes: Bruno Cesar de Alcantara e Ricardo Bezerra (PE).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.