Espanha e Itália duelam por classificação à final da Copa das Confederações contra o Brasil

Espanha tenta confirmar favoritismo contra Itália e conquistar inédita classificação à final da Copa das Confederações.

O clima será de revanche nesta quinta-feira no Castelão, em Fortaleza, onde, a partir das 16 horas, Espanha e Itália duelarão por uma vaga na decisão da Copa das Confederações. O último encontro entre as duas seleções teve gostos diferentes: de frustração para os italianos e de glória para os espanhóis. Foi na final da última Eurocopa, em julho de 2012, vencida por convincentes 4 a 0 pela Fúria.Espanha Treinando

Diminuir os erros defensivos e não sofrer gols são as prioridades da seleção italiana. E a preocupação não se explica apenas goleada contra os espanhóis no último confronto, mas também pelos oito gols sofridos nas três partidas da primeira fase: um contra o México, três diante do Japão e quatro contra o Brasil.

“Precisamos sofrer menos gols. Nossos erros defensivos não condizem com uma equipe de nosso nível e com nosso talento”, declarou o goleiro e capitão da Itália, Gianluigi Buffon.

Apesar do favoritismo, o técnico da Seleção Espanhola, Vicente del Bosque, mantém a cautela. “Vamos enfrentar uma equipe complicada, mas queremos seguir adiante e nos classificar para a final”.

O desgaste físico pelo fim da temporada europeia causa reflexos nas duas seleções. A Itália já perdeu o lateral direito Abate e o atacante Mario Balotelli, que foram cortados e voltaram a Milão. No lado da Espanha, o volante Fábregas e o centroavante Soldado reclamam de um desconforto muscular, mas devem jogar.

A comissão técnica italiana ainda não dá como certa a volta de Pirlo, que foi poupado no jogo contra o Brasil. Após cumprir suspensão, De Rossi volta à equipe comandada por Cesare Prandelli para tentar desmentir o favoritismo espanhol. “A Espanha é melhor do que nós. Eles são os favoritos, mas podemos colocá-los em dificuldade”, disse Prandelli.Itália Treinando

Para o zagueiro Sergio Ramos os boatos sobre uma suposta festa após a vitória contra o Uruguai, na estreia da Copa das Confederações, são uma tentativa de desestabilizar a Espanha. “A seleção, a essa altura, não vai ficar desestabilizada por questões que não têm importância”, garante.
Jogadores da Seleção Italiana treinam na Arena Castelão, palco do jogo contra Espanha, pela semifinal do torneio
Na história, Itália e Espanha se enfrentaram 31 vezes, com 12 empates, nove vitórias espanholas e dez italianas. A última vez que a Azzurra derrotou a Espanha foi em agosto de 2011, por 2 a 1, em partida amistosa.

Em sua segunda participação na Copa das Confederações, as duas seleções brigarão pelo direito de disputar, pela primeira vez, a final da competição que serve como teste para a Copa do Mundo.

ESPANHA X ITÁLIA

ESPANHA: Casillas; Arbeloa, Sergio Ramos, Piqué e Jordi Alba; Busquets, Xavi, Iniesta e Fábregas (David Silva); Pedro e Soldado (Fernando Torres)
Técnico: Vicente del Bosque

ITÁLIA: Buffon; Maggio, Bonucci, Chiellini e De Sciglio; De Rossi, Pirlo, Montolivo Marchisio e Diamanti; Gilardino
Técnico: Cesare Prandelli

Local: Estádio Castelão, em Fortaleza (CE)
Data: 27 de junho de 2013, quinta-feira, às 16h

Árbitro: Howard Webb (Inglaterra)
Assistentes: Michael Mullarkey e Darren Cann (Inglaterra)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.