Japão e México cumprem tabela na despedida

Fonte: Miguel Rios

Já eliminados por antecipação, Japão e México cumprem tabela neste sábado (22/6) , quando se enfrentam às 16h, no Estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG), pela última rodada do Grupo A da Copa das Confederações. As duas equipes não conseguiram pontuar ainda. Os japoneses perderam por 3×0 para o Brasil e de 4×3 para a Itália, enquanto que os mexicanos foram superados por 2×1 pelos italianos e por 2×0 pelos brasileiros.

Os dois treinadores, porém, deixam a Copa das Confederações com moral diferente. O italiano Alberto Zacheronni, que dirige o Japão, vai permanecer contando com a confiança dos japoneses por ter conseguido classificar o país para a Copa do Mundo de 2014, que também será disputada no Brasil. Já José Manuel de La Torre, treinador do México, corre sério risco de demissão, já que a má campanha na Copa das Confederações vem em um momento que o time está patinando nas Eliminatórias da Concacaf.

Em relação ao jogo deste sábado, porém, os dois treinadores pensam de forma parecida e pretendem fazer suas equipes se despedirem de maneira digna. “Nós chegamos aqui com o pensamento de conseguirmos a classificação, lutamos por isso, não conseguimos, mas caímos de pé. Agora, vamos brigar para nos despedirmos com a dignidade de quem não veio ao Brasil apenas fazer turismo”, disse Zacheronni.

Já La Torre ainda lamenta o que ficou para trás. “Perdemos para a Itália por conta de um descuido e para o Brasil por causa de um gol logo no início, que mudou todo o panorama da partida. Poderíamos ter vencido os dois jogos, mas não foi possível. Agora, temos que derrotar o Japão e mostrar que poderíamos ir mais longe”, disse o treinador do México.

Em termos de escalação, La Torre, em busca de uma vitória para evitar uma campanha trágica, deverá manter a base que vem jogando. Já no Japão, o meia Makoto Hasebe vai ter que cumprir suspensão por conta de acúmulo de cartões amarelos e fica de fora. Assim, a tendência é que Kengo Nakamura seja o substituto. O restante da equipe deverá contar com a base que fez uma grande partida diante dos italianos, perdendo com um gol no fim.

Japão: Kawashima, Uchida, Yoshida, Konno e Nagamoto; Nakamura, Endo, Honda e Kagawa; Okazaki e Maeda. Técnico: Alberto Zacheronni.

México: Corona, Flores, Francisco Rodríguez, Héctor Moreno e Salcido; Torrado, Mier, Torres e Guardado; Giovani dos Santos e Chicharito Hernández.  Técnico: José Manuel de La Torre.

Local: Estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG). Data: 22 de junho de 2013. Horário: 16h. Árbitro: Félix Brych (Alemanha).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.