Jogadores da Espanha são furtados no Recife

Zagueiro Piqué (de vermelho) foi um dos jogadores que perdeu pertences. Foto: Arnaldo Carvalho/JC Imagem

Por Marina Barbosa Do JC Online

Seis jogadores da seleção da Espanha tiveram dinheiro furtado dentro do hotel em que ficaram hospedados no Recife durante a Copa das Confederações, conforme informou o site espanhol Mundo Deportivo nesta quinta-feira (20). O roubo foi percebido horas antes da equipe deixar a capital pernambucana, na segunda-feira (19), um dia após bater a seleção uruguaia por 2 x 1 na Arena Pernambuco.

De acordo com o Mundo Deportivo, cerca de mil euros foram tirados das carteiras de seis jogadores, entre eles o zagueiro Gerard Piqué. As carteiras costumavam ficar em cima das camas do hotel quando os espanhóis não estavam nos quartos. Os outros jogadores não teriam sido furtados porque guardaram o dinheiro dentro das malas.

Piqué foi o primeiro a perceber o furto e avisou aos companheiros na manhã da segunda-feira, o que teria atrasado a saída da delegação do Recife. Mesmo com o atraso, a seleção cumpriu os compromissos agendados e chegou no tempo previsto ao Rio de Janeiro, onde enfrenta a seleção do Taiti, no Maracanã, nesta quinta, às 16h.

No Recife, a seleção da Espanha ficou hospedada no Hotel Golden Tulip, na Avenida Boa Viagem, Zona Sul da cidade. Os hoteis que abrigam as delegações são escolhidos pela Fifa, o que já havia sido alvo de reclamações da Federação Espanhola de Futebol. A organização se queixou de que o nível das acomodações indicadas pela Fifa está abaixo daquele com que os espanhois estão acostumados.

Polícia Civil nega o furto

Através do perfil oficial no Twitter, a Polícia Civil negou que tivesse ocorrido qualquer tipo de furto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.