Náutico volta a decepcionar e perde por 3×0 para o Vasco

Pior do que perder é se conviver constantemente com as derrotas. E já faz tempo que o Náutico é íntimo dos resultados negativos. Basta atuar na Série A que perde. Contra o Vasco, na Arena Pernambuco, na noite dessa quinta-feira, pela 18º rodada da competição, não foi diferente. O roteiro se repetiu. O Timbu voltou a perder oportunidades de gol e foi castigado pelo adversário. Os cariocas aproveitaram o bom início de segundo tempo e aplicaram 3×0 nos alvirrubros, que não tiveram forças para reagir. Willie e Marlone, duas vezes, foram os autores dos gols vascaínos.

É sexta derrota seguida do Náutico no Brasileirão. Já são oito jogos sem conhecer a vitória na elite do futebol nacional. Lanterna com apenas oito pontos, o Timbu caminha a passos largos para a Série B. Por outro lado, o Vasco respira um pouco na Série A. Vai aos 23 pontos e sobe para décimo. Na próxima rodada, os cariocas recebem o Atlético-PR, enquanto o Alvirrubro visita o Corinthians sem muitas perspectivas de êxito.Náutico_

O JOGO – 
Como esperado, a partida não foi das melhores. As duas equipes, que até o início desta rodada estavam na parte debaixo da tabela, pouco produziram nos 90 minutos. A transpiração deu lugar para a inspiração em muitos momentos. O Timbu até levou a melhor em alguns momentos do primeiro tempo, mas voltou a pecar na finalização. Até a trave voltou a castigar o Náutico em finalização do uruguaio Olivera.

Explorar as laterais foi a  principal estratégia do Náutico na partida. Bruno Collaço e Auremir foram os jogadores que mais tocaram na bola por parte do Alvirrubro. Só faltou os laterais do Timbu capricharem um pouco mais para que a bola chegasse em boas condições para Olivera.

No lado do Vasco, Fágner foi o jogador mais acionado. Foi dele que surgiram as principais jogadas dos cariocas no começo do jogo. Ainda assim, o time não levou tantos perigos. O técnico Dorival Júnior teve que acionar Juninho Pernambucano e Dakson para que os visitantes ganhassem mais vida no campo. Com eles em campo, a equipe cruzmaltina foi melhor e chegou aos gols com Willie e Marlone aos dois e seis minutos do segundo tempo respectivamente.

Atrás no placar, o Náutico sucumbiu e apresentou mais erros. Abusou dos chutes de fora da área. Coube ao Vasco administrar a vitória e esperar o fim de jogo. Ao torcedor restou mais um apito final melancólico. Antes disso, Marlone, aos 45, ampliou o marcador e fez 3×0.

FICHA DA PARTIDA – NÁUTICO 0X3 VASCO

Náutico: Gideão; Auremir, William Alves, Leandro Amaro e Bruno Collaço; Elicarlos, Derley, Helder (Dadá), Tiago Real (Peña) e Morales (Morales); Olivera. Técnico: Jorginho.

Vasco da Gama : Diogo Silva; Fágner, Jomar, Cris e Henrique; Abuda, Wendel (Juninho Pernambucano) e Pedro Ken (Dakson); Willie (Edmílson), Marlone e André. Técnico: Dorival Júnior.

Série A. Arena Pernambuco, Recife (PE). Árbitro: Jailson Macedo Freitas (BA). Auxiliares: Kleber Lucio Gil (SC) e Fabio Pereira (TO). Gols: Willie (V) aos 2, Marlone (V) aos 6 minutos do segundo tempo. Amarelos: André (V), William Alves (N) e Abuda (V). Público: 8.153. Renda: R$ 224.615.

Por Blog do Torcedor

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.