San Francisco e Baltimore disputarão o Superbowl

O maior evento esportivo dos Estados Unidos, o Superbowl, será disputado entre o San Francisco 49ers e o Baltimore Ravens, que venceram, respectivamente, neste domingo o Atlanta Falcons e o New England Patriots, em partidas válidas pelo título das Conferências.

Num péssimo dia para os mandantes, os 49ers derrotaram, em Atlanta, os Falcons após chegar a perder por 17 pontos, enquanto os Ravens foram a Foxboro e eliminaram os maiores favoritos do ano, os Patriots do quaterback Tom Brady, também conhecido como “o marido de Giselle Bundchen”.

Com as vitórias dos 49ers e dos Ravens, treinados respectivamente por Jim e John Harbaugh, pela primeira vez dois irmãos se enfrentaram na grande final do futebol americano, que acontecerá em 3 de fevereiro em Nova Orleans.

Os Falcons começaram arrasadores e abriram 17-0 no primeiro tempo graças às excelentes partidas do quarterback Matt Ryan (396 jardas, 3 TDs e 1 interceptação) e dos recebedores Julio Jones (11 recepções para 182 jardas e 2 TDs) e Roddy White (7 recepções para 100 jardas).

o quarterback do San Francisco Colin Kaepernick (231 jardas e 1 TD), porém não pareceu sentir a pressão de estar jogando sua primeira final de conferência e conseguiu organizar ótimas sequências ofensivas com a ajuda de seu corredor Frank Gore (21 corridas para 90 jardas e 2 TDs), virando a partida faltando 8 minutos para o fim.

O triunfo da equipe de San Francisco foi sacramentado pela sua ótima defesa que não deixou Matt Ryan converter uma quarta decida na linha de dez jardas, devolvendo a bola para os 49ers e dando números finais à partida, 28-24.

É a primeira vez desde 1994 que os 49ers chegam à grande final da liga de futebol americano (NFL), campeonato que venceram cinco vezes em cinco oportunidades (1981, 1984, 1988, 1989 e 1994).

No jogo da Conferência americana, disputado no estádio Gilette de Foxboro, perto de Boston, o quarterback Joe Flacco superou o grande Tom Brady lançando três touchdowns num segundo tempo perfeito dos Ravens.

Brady (320 jardas, 1 TD e 2 interceptações), famoso pelo estilo calmo e sua precisão nos momentos mais tensos, não conseguiu organizar uma virada e sua última tentativa acabou sendo interceptada pela defesa da equipe de Baltimore, que venceu por 28-13 com mais uma ótima atuação do recebedor Anquan Boldin (5 recepções para 60 jardas e 2 TDs).

Os Ravens agora voltam ao Superbowl após 12 anos e tentarão homenagear o grande jogador de defesa Ray Lewis com um segundo título, que se aposentará após a partida. Em 2001, já sobe a liderança defensiva de Lewis, eles venceram o New York Giants.

Fonte: AFP

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.