Santa Cruz e Sport disputam liderança em clássico no Arruda

Por Gabriela Máxima e Rômulo Alcoforado

O Arruda será o palco de mais um capítulo da história de Santa Cruz e Sport. E, embora aconteça na última rodada antes de uma segunda fase para a qual ambos já estão confortavelmente classificados, não há a menor chance de que o confronto seja morno. Porque nunca é. Clássicos são aquilo que, no futebol, não há como explicar: o clima ferve, a cidade para, os ânimos se exaltam. A vitória dá confiança, a derrota a remove – mesmo que o jogo em questão aparentemente não valha tanto. Sempre foi assim. E às 16h deste domingo, será mais uma vez.

O Santa Cruz recebe o Leão com a obrigação de fazer o tarefa de casa e deixar a primeira fase como líder. Os torcedores esperam por isso, o técnico Marcelo Martelotte também deseja o feito. No entanto, o treinador terá duas preocupações, ambas no meio-campo criativo. Renatinho e Natan não participaram dos treinos de toda a semana e permanecem como dúvida até momentos antes da partida começar. É que se por um lado a presença deles é extremamente importante para garantir a dinamicidade do ataque coral, é fundamental preservá-los para as seminifinais da competição, que já começam no próximo domingo.


Foto: Rodrigo Lôbo/JC Imagem

Caso eles não joguem, o Santa Cruz entra em campo no 4-4-2, esquema que não é o melhor de acordo com as peças do grupo, mas que pode resolver a situação com Flávio Caça-rato ao lado de Dênis Marques. Jefferson Maranhão entrarando no lugar de Renatinho pela esquerda. Se o Tricolor não conta com Renato e Natan, pelo menos Raul está garantido. Desde que ele estreou contra o Náutico, o jogador encontrou o entrosamento perfeito no meio-campo. Além dele, Renan e William terão a responsabilidade de marcar os atacantes do Leão, enquanto Dênis Marques será o homem de referência na área adversária.

SPORT -O técnico do Leão, Sérgio Guedes, investiu, novamente, no mistério. São duas dúvidas na equipe titular do Leão: O volante Rithely e o meia Lucas Lima. Como os dois últimos treinos do time foram fechados à imprensa, é difícil cravar como entrará a equipe. As informações, no entanto, dão conta de situação diferentes para os “lesionados”. Lucas Lima tem boas chances de jogar. Sua contusão, uma entorse leve no tornozelo esquerdo, o tirou de ação por dois dias, mas ele treinou na sexta-feira. Embora o atleta tenha dito que ainda não estava 100%, a tendência é que ele entre em campo para enfrentar o tricolor.


Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem

Já Rithely não deve atuar no clássico.O volante não treinou durante a semana inteira, por conta de uma mialgia, e provavelmente não será escalado. Embora haja várias opções para substituí-lo, o favorito para ficar com a vaga é Marino, a quem o treinador Sérgio Guedes tem dirigido elogios. Ele pode escalar, também,Welton ou Moacir como volantes ou, ainda, mudar um pouco oesquema. Assim, Marcos Aurélio ganha força para entrar e compor o setor de armação com Lucas Lima ou no ataque, junto a Felipe Azevedo e Roger.

Ficha do Jogo

Santa Cruz: Tiago Cardoso; Éverton Sena, Renan, William Alves e Tiago Costa; Anderson Pedra, Luciano Sorriso, Raul e Jefferson Maranhão (Renatinho); Flávio Caça-rato (Natan) e Dênis Marques.
Técnico: Marcelo Martelotte

Sport: Magrão; Cicinho, Gabriel, Maurício e Reinaldo; Tobi, Fábio Bahia, Marino (Marcos Aurélio) e Lucas Lima; Felipe Azevedo e Roger.
Técnico: Sérgio Guedes

Pernambucano Coca-Cola. Local: Arruda. Horário: 16h. Árbitro: Gilberto Castro Júnior. Assistentes: Albert Júnior e Bruno Alcântara.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.