Sport e Náutico fazem um Clássico dos Clássicos internacional

Sport e Náutico fazem, na noite desta terça-feira, na Ilha do Retiro, um Clássico dos Clássicos histórico. Pela primeira vez, os dois rivais fazem pela primeira vez um duelo válido por uma competição internacional: a Copa Sul-Americana. A partida poderia ser marcada por uma bela festa pelos torcedores. No entanto, as duas equipes estão em outro foco. O Sport, que vive momentos de pura irregularidade, tenta voltar à elite do futebol brasileiro. O Náutico, por sua vez, está na lanterna na Série A, e luta para sair dessa situação e permanecer no Brasileirão em 2014. Em todo caso, a partida vale pela rivalidade e para que os dois times ganhem motivação extra para conseguirem os seus objetivos na competição nacional. A partida começa às 19h30.

Não estava nos planos do Sport participar da competição. Depois do rebaixamento no ano passado e a perda do título estadual para o Santa Cruz, os rubro-negros só vislumbravam à disputa da Série B. No entanto, por conta de um regulamento maluco, o Leão ganhou a vaga de presente porque clubes que tinham a vaga garantida pela classificação do Brasileirão 2012 avançaram na Copa do Brasil. Agora, diante do rival alvirrubro, o Sport sente a obrigação da vitória. Para o duelo, o técnico Marcelo Martelotte não vai contar com o seu principal jogador: Marcos Aurélio. O jogador tem um edema na panturrilha esquerda e foi vetado pelo departamento médico do clube. Para o seu lugar, Roger foi escolhido.

A ausência de Marcos Aurélio está sendo bastante lamentada pela torcida. Afinal, o time perde seu artilheiro e seu cobrador oficial de faltas. Nos últimos jogos pela Série B, ele tem feito a diferença.
Com Roger, o Sport perde um pouco da velocidade e terá uma referência na área. A luta de Roger é ganhar mais ritmo de jogo. Nas  últimas vezes em que jogou, o atacante não agradou e voltou para o banco de reserevas. “Estou procurando me aprimorar. Agora estou vendo o quanto a contusão me atrapalhou. No Pernambucano, os gols estavam saindo. Então, estou tentando retomar aquela fase, jogar em alto nível novamente. Que esse gol possa sair contra o Náutico para pudermos comemorar muito.”, disse. Essa não será a única mudança no time. Na lateral-esquerda, Pery ganhou a preferência do treinador, pois tem mais vigor na marcação. Marcelo Cordeiro fica como opção no banco de reservas. No meio, Camilo volta a titular. Patrick Silva volta para o banco.


Atacante Roger está de volta à equipe do Sport/Foto: JC Imagem

No Náutico, a boa atuação diante do Fluminense, apesar da derrota deixou o técnico Jorginho bastante confiante na evolução da equipe. Por isso, ele não fez alterações na equipe titular para o confronto
diante do Sport. O comandante alvirrubro não teve muito tempo para conhecer o elenco. Desembarcou no Recife na noite da quinta-feira, foi apresentado aos jogadores na sexta-feira e, no sábado, comandou o time contra o Tricolor Carioca. “Vamos para um confronto de 180 minutos. Nesta terça, teremos o primeiro tempo desse duelo. É preciso jogar com inteligência. Vamos respeitar o Sport, mas seremos respeitados também”, disse o comandante do Timbu.


Martinez é peça chave no meio de campo do Náutico/ Foto: JC Imagem

A partida é uma oportunidade que o Náutico tem de quebrar o tabu de não vencer o Sport na Ilha do Retiro há nove anos. Mas os jogadores do Timbu visam eliminar o rival para ganhar mais confiança no
trabalho e ganhar forças para a disputa do Brasileirão, onde se encontram numa situação complicada na tabela. “Todo jogador gosta de jogar e vencer clássico. A gente sabe como é o dia seguinte para quem ganha e quem perde. Toda a equipe tem que guerrear muito para bater o Sport na Ilha. Mas estamos numa fase em que precisamos vencer, não importa quem esteja pela frente”, declarou o volante Derley. O jogador vai atuar ao lado de Elicarlos e Martinez, que voltou ao time na partida contra o Fluminense e melhrou a troca de passe da equipe.

Ficha técnica

Sport – Magrão, Patric, Gabriel, Tobi e Pery; Pedra, Rithelly, Camilo e Lucas Lima; Felipe Azevedo e Roger. Técnico: Marcelo Martelotte.

Náutico – Ricardo Berna, Auremir, Jean Rolt, João Felipe e Eltinho; Elicarlos, Derley, Martinez e Tiago Real; Rogério e Maikon Leite. Técnico: Jorginho.

Local: Ilha do Retiro. Horário: 19h30. Árbitro: Sandro M. Ricci (MG). Assistentes: Alessandro Rocha (BA) e Emerson de Carvalho (SP).  Ingressos: R$ 50 (inteira) e R$ 25 (meia-entrada).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.