Sport massacra o Sousa e confirma liderança do grupo B

Por Rômulo Alcoforado
Especial para o Blog do Torcedor

Tudo bem que o Sousa já estava desclassificado. É verdade que a equipe paraíbana recendia a desmotivação. Também é necessário descontar que o dinossauro tem muito pouca qualidade. O Sport, contudo, não tem absolutamente nada a ver com isso – e fez seu papel na Ilha do Retiro, nesta quarta-feira, ao derrotar o adversário por sonoros 6 x 1 e, com isso, confirmar a liderança do grupo B, que já lhe pertencia. O resultado foi construído no segundo tempo, quando o Leão marcou cinco gols em 35 minutos e ceifou quaisquer esperanças dos visitantes de conseguir a vitória. O adversário do Rubro-Negro nas quartas de final é o Campinense-PB.

Apesar do placar elástico,na primeira etapa não houve supremacia. O Sport até foi melhor e tomou poucos sustos do Sousa, mas não jogou bem. As principais chances do time foram do atacante Marcos Aurélio. Nas duas primeiras, o jogador desperdiçou. Uma delas foi para fora, a outra foi espalmada pelo goleiro Marcelo Silva. Na terceira oportunidade, contudo, o atacante não desperdiçou: no último lance da primeira etapa, aos 46, ele abriu o placar para o Leão da Ilha. Antes disso, o zagueiro Gabriel havia completado uma bola que, aparentemente, já ia entrar. O problema é que ele estava impedido e, por isso, o tento foi anulado.


Moacir também deixou o dele. Foto: Rodrigo Lobo/JC Imagem

O principal nome do Leão no primeiro tempo foi, além de Marcos Aurélio, o meia Felipe Menezes. Bom articulador de jogadas, saíram dos pés dele as principais oportunidades do Sport. O gol, porém, não veio. Não no primeiro tempo. No segundo, contudo, logo aos 9 minutos, o meia recebeu grande passe de Cicinho e ampliou o resultado. O segundo gol matou de vez o time da Paraíba, que não teve mais forças para resistir.

A partir de então, virou massacre. Era apenas questão de empilhar gols. O terceiro deles foi marcado por Moacir, aos 18 minutos. Aos 20 minutos, Marcos Aurélio fez seu segundo. O quinto foi de Felipe Menezes – e o sexto de Ruan, que entrara havia pouco na vaga de Marcos Aurélio. Antes do último, o Sousa achou tempo para marcar o gol de honra. O detalhe curioso é que o jogador mais aplaudido do time foi Cicinho. O jogador não fez nenhum gol dos seis leoninos, mas deu passe para quatro deles – e ajudou a construir a goleada.

Ficha do Jogo

Sport 6

Sport: Saulo; Cicinho, Gabriel, Mateus e Reinaldo; Fábio Bahia, Rithely (Tobi), Moacir e Felipe Menezes; Marcos Aurélio (Ruan), Felipe Azevedo (Sandrinho).
Técnico: Vadão

Sousa 1

Marcelo Silva; Uilton, Lima e Alisson; Toty, Daniel Pitbull, Márcio Tarrafas e Jailton; Jessuí e Alisson Costa
Técnico: Reginaldo Sousa

Local: Ilha do Retiro, no Recife. Horário: 21h15 Árbitro: Francisco Carlos do Nascimento (AL). Assistentes: Otávio Correia de Araújo Neto (AL) e Lennon McMactney Farias (AL). Gols: Marcos Aurélio (2), Felipe Menezes (2), Moacir e Ruan (Sport); Jessuí (Sousa). Cartões amarelos: Moacir(Sport) e Uilton (Sousa) Público: 13.019 e Renda: 119.895,00

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.