Sport perde do Icasa, deixa o G4 e Martelotte cai

Marcelo Martelotte não aguentou a sequência de quatro jogos sem vitória na Série B e não é mais treinador do Sport. A derrota na noite deste sábado por 2 a 0, para o Icasa, em plena Ilha do Retiro, foi a gota d’água. O resultado tirou os rubro-negros do G4 da Série B. Agora, o Leão é o quinto colocado com 31 pontos, a mesma pontuação do oitavo lugar. Até que um novo treinador seja contratado, Neco, técnico dos juniores, assume interinamente.

Com relação à partida, o esquema montado com três atacantes não funcionou em nenhum momento no primeiro tempo. Apesar disso, a primeira chance do jogo foi dos donos da casa. Em uma cobrança de escanteio, Renan Teixeira subiu sozinho, na marca de pênalti, mas mandou a bola nas mãos do goleiro. O Icasa conseguia alguns contra-ataques, mas sem levar perigo ao gol rubro-negro.

Paulo Paiva/DP/D.A Press

Até que, aos 25 minutos, contou com uma ajudinha da defesa do Sport. Renan Teixeira, que teve a chance de abrir o placar no início do jogo, entregou o ouro. O volante tentou parar uma jogada de carrinho e acabou armando a jogada para o Icasa. Juninho Potiguar tomou a bola, disparou em direção ao gol e tocou na saída de Magrão. A partir daí, o volante do Leão não teve mais sossego no jogo. Sempre que pegava na bola, era vaiado. Mas Renan não era o único apagado em campo. Aliás, ninguém rendia.

E o segundo castigo pela apatia rubro-negra veio aos 40 minutos. Em um contragolpe rápido, após uma cobrança de escanteio, o Icasa ampliou, mesmo com apenas 32% de posse de bola. Dessa vez com Neilson invadindo a área e tocando por debaixo de Magrão. Por pouco, o Sport não descontou ainda no primeiro tempo. Lucas Lima cruzou da esquerda, a bola passou pelo goleiro cearense, e Felipe Azevedo apareceu em baixo do gol, mas, pressionado pelo zagueiro, mandou por cima.

Renan Teixeira não voltou para a segunda etapa. Marcelo Martelotte colocou Camilo em seu lugar e deixou o time mais ofensivo do que já estava – ou pelo menos era essa a ideia do comandante. O Sport ganhou volume de jogo, mas sem objetividade. Chance de gol mesmo só quando Nunes entrou em campo, no lugar de Diego Maurício. Após uma cobrança de escanteio da esquerda, o atacante saiu na cara do gol, mas pegou mal e mandou pela linha de fundo. Sandrinho ainda entrou na vaga de Patric e o Sport foi para o tudo ao nada nos últimos 15 minutos. Mas não deu e a equipe acabou sofrendo a 9ª derrota em 20 jogos na competição.

Ficha técnica

Sport 0
Magrão; Patric (Sandrinho); Tobi, Gabriel e Pery; Renan Teixeira (Camilo), Anderson Pedra e Lucas Lima; Marcos Aurélio, Felipe Azevedo e Diego Maurício (Nunes). Técnico: Marcelo Martelotte.

Icasa 2
João Ricardo; Naylhor, Preto Costa e Luiz Otávio; Neilson, Da Silva, Elanardo (Radamés), Geraldo (Luís Gustavo) e Carlinhos; Juninho Potiguar (Roberto) e Tadeu. Técnico:Sidney Moraes.

Gols:
 Juninho Potiguar e Neilson (I). Cartão vermelho: Naylhor (I). Cartões amarelos: Naylhor, Neilson e Juninho Potiguar (I); Tobi (S). Público: 11.641 torcedores. Renda: R$ 149.839. Árbitro: Antonio Dib Moraes de Sousa (PI). Assistentes: Flavio Gomes Barroca (RN) e Adailton Jose Jesus da Silva (BA))

SuperEsportes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.