Almeidão

Em jogo decidido pela bola parada, Santa Cruz perde para o Botafogo-PB em João Pessoa

Ficha do jogo

Santa Cruz: Tiago Machowski; Vítor, Sandoval, Danny Morais e Eduardo Brito (Mailton); Eduardo (Jonathan Bryan), Willian Maranhão e Arthur Rezende (Carlinhos Paraíba); Robinho, Jaílson e Pipico. Técnico: Roberto Fernandes
Botafogo-PB: Saulo; Gedeílson, Lula, Júnior Lopes e Fábio Alves (Daniel); Rogério, Rafael Jataí, Juninho (Jobinho) e Marcos Aurélio; Clayton e Nando (Leandro Kível). Técnico: Evaristo Piza
Local: Almeidão, em João Pessoa
Horário: 19h
Árbitro: André Rodrigo Rocha (TO)
Assistentes: Fábio Pereira e Cipriano da Silva Sousa (ambos de TO)
Gols: Marcos Aurélio (40’ do 1ºT e 26’ do 2ºT) (B)
Cartões Amarelos:
 Vítor, Tiago Machowski, Danny Morais (S), Marcos Aurélio, Rafael Jataí, Saulo (B)

Botafogo-PB e Santa Cruz demonstram falhas defensivas e ficam no 1×1 pela Copa do Brasil

Autor: Thiago Wagner

Se os técnicos de Botafogo-PB e Santa Cruz precisam observar algum aspecto em especial nos seus times esse item é a marcação. As duas equipes apresentaram falhas defensivas no duelo desta quarta-feira, no Almeidão, em João Pessoa, Paraíba, pela Copa do Brasil e deixaram o adversário chegar com perigo em algumas oportunidades. O jogo ficou movimentado muito mais pelos erros dos times do que pela mérito dos jogadores. Ainda assim, os gols foram poucos. Alvinegros e tricolores ficaram no 1×1, placar que foi construído ainda no primeiro tempo. Pingo abriu o placar para os corais, enquanto Lenílson igualou em belo chute de fora da área.

Com esse placar, o Santa Cruz joga pelo 0×0 no jogo de volta, no Arruda, no dia 27 de julho, para se classificar para a próxima fase. Um novo 1×1 e teremos pênaltis. Quem vencer se classifica.

O JOGO – As duas equipes vieram para o confronto com bastante disposição para atacar e pouca para defender. Isso produziu chances de gols para os dois lados logo nos primeiros minutos. O Santa Cruz foi quem começou pressionando mais. O Tricolor aproveitava principalmente os espaços no meio deixados pelo Belo para chegar ao ataque. Carlos Alberto e Luciano Sorriso tiveram muita liberdade para articular as principais jogadas ofensivas dos visitantes.

Ao Tricolor, porém, faltou velocidade para encaixar melhor os seus ataques. Em muitos momentos da partida, os jogadores corais até tinham espaços para pensar as jogadas, mas demoravam com a bola no pé e davam tempo para que a defesa dos donos da casa se arrumasse rapidamente. Quando não era isso, era a precipitação os meias do Santa no passe.

Mesmo com todos esses equívocos, a Cobra Coral conseguiu chegar ao seu gol. Em jogada individual pela esquerda, o meia Carlos Alberto usou a velocidade e cruzou na área do Botafogo para que Pingo, que fez o seu primeiro jogo como titular no Santa Cruz, mandasse para o fundo das redes.

A vantagem poderia fazer o Tricolor ficar mais tranquilo no aspecto defensivo e tomar mais cuidados na sua zaga. Os visitantes, porém, apresentaram os mesmos erros do adversário e deram espaços para o Belo se articular. Em uma dessas falhas, Lenílson ficou livre para chutar forte contra a meta de Tiago Cardoso, que nada pôde fazer para impedir o empate. A bola ainda bater na trave antes de morrer no fundo das redes.

O Santa Cruz sentiu o golpe da igualdade e deixou os paraibanos crescerem um pouco mais no jogo. No entanto, não houve sufoco. Isso porque o Belo permaneceu dando espaços para os tricolores jogarem. A partida ficou aberta em muitos momentos com chances de gols para os dois lados. As traves, os goleiros e os erros dos finalizadores, porém, não deixou que alguém saísse vencedor. Quem sabe no jogo da volta, uma das equipes melhora na defesa e no ataque para sair classificada para a próxima fase.

FICHA DA PARTIDA – BOTAFOGO-PB 1X1 SANTA CRUZ

Botafogo-PB: Genilvado; Ferreira, Magno, André Lima e Celico (Marcílio) (Izaías); Zaqueu, Cleo, Pio e Lenilson; Leomir e Warley (Thiaguinho). Técnico: Marcelo Vilar.

Santa Cruz: Tiago Cardoso; Nininho, Everton Sena, Renan Fonseca e Renatinho; Sandro Manoel, Luciano Sorriso, Danilo Pires e Carlos Alberto (Jefferson Maranhão); Pingo (Adílson) e Léo Gamalho (Betinho). Técnico: Sérgio Guedes.

Copa do Brasil (2ª fase). Local: estádio do Almeidão (PB). Árbitro: Ranilton Oliveira de Sousa (MA). Auxiliares: Cícero Romão Batista Silva (MA) e Aelson Mariano Campelo Gomes (MA). Gols: Pingo (SC) aos 15 e Lenílson aos 21 minutos do primeiro tempo; Amarelos: Carlos Alberto (SC), Nininho (SC) e Adílson (SC).

STJD pune Botafogo-PB e Sport por incidentes registrados no Nordestão

Botafogo-PB x Sport: confusão nas arquibancadas e punição aos clubes (Foto: Aldo Carneiro / Pernambuco Press)

Por João Pessoa

A Terceira Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva puniu na noite desta quarta-feira, por maioria de votos, tanto Botafogo-PB como Sport pela confusão registrada no jogo do dia 19 de janeiro, no Estádio Almeidão, pela estreia das duas equipes na Copa do Nordeste. Os paraibanos vão ter que jogar uma partida com portões fechados e pagar multa de R$ 6 mil. E teve o Estádio Almeidão interditado, apesar de uma liminar na justiça comum da Paraíba, ainda vigente, obrigar que os jogos do time tenham que necessariamente acontecer no estádio de João Pessoa. Já os pernambucanos foram punidos em R$ 15 mil e terão que fazer dois jogos com portões fechados.

O incidente registrado no Almeidão, que chegou a paralisar por alguns minutos a partida (que terminou empatada em 1 a 1), foi entre a torcida do time pernambucano e a Polícia Militar da Paraíba. O Leão, portanto, foi punido pelo fato da briga ter sido provocada por seus torcedores. Já o Belo acabou punido por, como mandante, não ter tomado as medidas necessárias para prevenir os incidentes e por não manter sua praça esportiva com a infraestrutura necessária para a realização da partida.
Gustavo Dubeux Sport (Foto: Aldo Carneiro / Pernambuco Press)
Gustavo Dubeux garante que o Sport vai recorrer
(Foto: Aldo Carneiro / Pernambuco Press)

Ambos os clubes ainda podem recorrer da decisão. E o Sport já disse que vai fazer isto, se dizendo inclusive confiante numa reversão da decisão no pleno no STJD:

– Falei com o nosso vice-presidente jurídico, Arnaldo Barros, e ele disse que a nossa defesa foi muito boa. A punição ocorreu apenas porque o Sport jogou, mas se não tivesse entrado em campo a gente perderia os pontos. Vamos recorrer e como o clube não deu caso ao acontecimento, estou esperançoso que iremos reverter a punição – declarou o presidente do Conselho Deliberativo do Sport, Gustavo Dubeux.

Já o presidente do Botafogo, Nelson Lira, diz que ainda vai esperar um pronunciamento oficial de sua diretoria jurídica, mas já se antecipou ao dizer que vai cumprir as decisões que forem tomadas pela CBF:

– Não sei se a decisão do STJD se sobressai a da justiça comum. Mas o que a CBF determinar nós vamos cumprir – resumiu Nelson Lira.

Nelson Lira e Ariano Wanderley, presidente e vice-presidente do Botafogo-PB, em coletiva de imprensa (Foto: Cadu Vieira / GloboEsporte.com/pb)
Diretoria do Botafogo diz que vai cumprir determinação da CBF (Foto: Cadu Vieira / GloboEsporte.com/pb)

Outros punidos

A ação foi mais ampla. E acabou sobrando também para a Federação Paraibana de Futebol, multada em R$ 50 mil por ser considerada “corresponsável” pelos incidentes registrados no jogo. A FPF tem ainda um prazo de trinta dias para apresentar laudos atuais sobre o Estádio Almeidão, sob pena de a presidente Rosilene Gomes ser suspensa de suas funções até cumprir o que lhe foi exigido. Já a delegada do jogo, Maria do Socorro Leite (que é também diretora jurídica da Federação), foi multada em R$ 500.

Justiça cancela jogo Botafogo-PB x Náutico. CBF ainda não foi informada

POSTADO POR MARCELO ÀS 16:45 EM 26 DE JANEIRO DE 2014

Parece que a partida Botafogo-PB x Náutico se transformou numa dor de cabeça para a Copa do Nordeste.

A partida que deveria acontecer na tarde deste domingo, passou para segunda-feira, para a cidade de Goianinha, no Rio Grande do Norte, porque o estádio Almeidão, na Paraíba, está em reforma.

Agora, o duelo está correndo o risco nem de acontecer na segunda-feira. Isso porque o vereador de João Pessoa, Renato Martins (PSB) ingressou na justiça comum um pedido de reconsideração da decisão de adiamento e também da mudança de cidade da partida.

O pedido foi acatado pela juíza Lilian Correia. O parlamentar comemorou: “O direito da torcida do Botafogo não será atropelado pelo elitismo da CBF”. “O jogo está cancelado e não acontecerá fora de nossa cidade”, completou.

Mas, até agora, o Náutico não foi comunicado oficialmente. “Até agora não recebemos informação alguma sobre cancelamento. Estamos concentrados. Trabalhamos de manhã e nosso planejamento para jogar na segunda-feira está mantido”, disse o gerente de futebol do Náutico, Lúcio Surubim.

A CBF deverá ser informada na tarde desta segunda-feira. O mesmo deve acontecer com a Liga do Nordeste, além do canal Esporte Interativo, empresa responsável pela transmissão dos jogos do Nordestão.

Confira abaixo a decisão da juíza Lílian Correia: