América-MG 1×0 Santa Cruz

Com domínio no meio, mas sem força ofensiva, Santa perde para o América-MG

Ficha do jogo

América-MG 1
João Ricardo; Christian, Rafael Lima, Messias e Pará (William, aos 38’ do 2ºT); Ernandes, Zé Ricardo e Renan Oliveira (Matheusinho, aos 26’ do 2ºT); Hugo Cabral, Luan (Mike, aos 9’ do 2ºT) e Bill. Técnico: Enderson Moreira.
Santa Cruz 0
Júlio César; Nininho (Kelvy, aos 32’ do 2ºT), Jaime, Bruno Silva e Roberto; Elicarlos, Thiago Primão e Léo Lima; André Luis (João Paulo, aos 30’ do 2ºT), Bruno Paulo e Halef Pitbull (Augusto, aos 9’ do 2ºT). Técnico: Adriano Teixeira.
Data: 20/6/2017
Estádio: Independência, em Belo Horizonte.
Árbitro: Dyorgines José Padovani de Andrade (ES)
Assistentes: Edson Glicério dos Santos (ES) e Katiuscia Berger Mendonça (ES)
Gols: Matheusinho (aos 33’ do 2ºT)

Cartões amarelos: Bill (A)

Público: 2.495
Renda: R$ 9.497,00

Santa Cruz esquece bom futebol em Recife e perde para o América/MG

Autor: Marina Padilha

O América/MG pode até estar na lanterna da Série B, mas não pelo futebol apresentado em campo. Por isso, não só deu trabalho como venceu o Santa Cruz por 1×0 na tarde deste sábado, na Arena Independência, em Minas Gerais. Recentemente punido pelo STJD com a perda de 21 pontos por ter escalado jogador de forma irregular, o Coelho garantiu a vitória com gol de Elsinho, que aproveitou falha na defesa tricolor. Mas não foi só a força do adversário e a apatia do time pernambucano em campo que dificultou. A fraca arbitragem de Pablo Santos foi repleta de erros de impedimento e até um pênalti não marcado a favor da equipe Coral.

Esse foi o segundo jogo do Santa Cruz sob o comando do técnico Oliveira Canindé, que venceu o Oeste por 3×0 na última terça e agora permanece na 10ª posição, com 34 pontos. Na próxima rodada, a equipe Coral enfrenta o Boa Esporte, na próxima sexta, na Arena Pernambuco. No mesmo dia, o América/MG, que chega aos 19 pontos mas continua na 20ª colocação, joga contra o Atlética/GO, também no Independência.

JOGO – Faltou espaço para o Santa Cruz desenvolver suas jogadas. Tanto pela qualidade do adversário quanto pela passividade do time pernambucano. A equipe de Givanildo Oliveira veio bem postada a campo e consegue reagir frente ao momento difícil pelo qual passa.

As duas equipes mantiveram equilibrada a posse de bola, mas era visível que o Coelho conseguia aproveitar muito melhor as oportunidades que tinha. O Tricolor dificilmente avançou com perigo e João Ricardo, goleiro do time mineiro, foi mero espectador no jogo. Tony e Tiago Costa sequer conseguiam fazer a ligação entre a defesa e o ataque do Santa Cruz pelas laterais, assim, Léo Gamalho teve participação mínima em campo nos primeiros quarenta e cinco minutos.

Se quem não faz, leva, a prova veio para o Tricolor aos 20 minutos. Pablo trocou para Elsinho que estava livre de marcação na entrada da área. Com o pé esquerdo o lateral mandou no canto direito do gol, sem chance para Tiago Cardoso. Depois o Santa parecia segurar o jogo que nem mesmo tinha o placar ao seu favor.

No segundo tempo, o Tricolor promoveu mudanças. Entre elas, a estreia de Ailton no lugar de Memo. De fato, o time reagiu nos últimos quarenta e cinco minutos e se mostrou mais ofensivo em campo. Ainda assim, sem levar muito perigo ao goleiro João Ricardo. Léo Gamalho e Danilo Pires foram os que mais chegaram perto do empate. O atacante em alguns lances depois de cobranças de escanteio e em outro que, erroneamente, foi marcado o impedimento.
Ficha Técnica América/MG 1 x 0 Santa Cruz

América/MG: João Ricardo; Elsinho (Bruninho), Adalberto, Raul e Vitor Hugo; Leandro Guerreiro, Girotto, Pablo, Gílson e Renan Oliveira; Júnior Negão (Rubens). Técnico: Givanildo Oliveira.

Santa Cruz: Tiago Cardoso; Tony, Everton Sena, Renan Fonseca e Tiago Costa; Sandro Manoel, Memo (Ailton), Danilo Pires e Wescley (Renatinho); Keno (Flávio Caça-Rato) e Léo Gamalho. Técnico: Oliveira Canindé.

Campeonato Brasileiro – Série B (26°rodada). Local: Arena Independência, em Minas Gerais. Sábado (27), às 16h10. Árbitro: Pablo dos Santos Alves (ES). Assistentes: Fabiano da Silva Ramires e Vanderson Antonio Zanotti (ambos ES)
Gol: Elsinho (20’/1ºT)
Cartões amarelos: Everton Sena (29’/2ºT) e Tony (30’/2ºT), Renan Fonseca (43’/2ºT), Bruninho (47’/2ºT) e Tiago Costa (48’/2ºT)