Arena Joinville

Com cinco desfalques, Ney Franco tem primeira prova de fogo fora da Ilha do Retiro

Ficha do jogo

Joinville
Matheus; Caíque, Darlei, Max e Fernandinho; Roberto, Tinga, Alex Ruan e Breno; Bruno Batata e Fabinho Alves. Técnico: Fabinho Santos
Sport
Magrão; Samuel Xavier, Henriquez, Durval e Mena; Fabrício, Ronaldo e Rodrigo; Everton Felipe, Juninho e Lenis. Técnico: Ney Franco.
Local: Arena Joinville.
Horário: 21h45.
Árbitro: Dewson Fernando Freitas (Fifa-PA).
Assistentes: Helcio Araujo Neves e Jose Ricardo Coimbra (ambos do PA).

Sport e a eterna busca pela primeira vitória fora de casa

Eduardo Baptista deverá repetir a escalação com três atacantes Foto: André Nery/JC Imagem – Autor: Alvaro Filho

Não é novidade para ninguém que vencer fora de casa é o principal calo do Sport nesta edição de Série A. Em 12 jogos longe de Pernambuco, os comandados de Eduardo Baptista empataram oito e perderam quatro. O Leão, aliás, é a única equipe da competição que ainda não venceu na condição de visitante. Uma boa chance para mudar esse pífio aproveitamento será dada na noite desta quarta-feira (16), às 19h30, diante do Joinville, pela 26° rodada do Brasileirão.

Vice-lanterna do competição, a equipe catarinense está há cinco jogos sem vitórias – o último resultado positivo foi no dia 23 de agosto, diante do Fluminense. Por isso, apesar da dificuldade do Leão em em jogos fora, o duelo contra o Joinville é uma boa oportunidade para os leoninos conquistarem os três pontos.

Sem nenhuma baixa no elenco, o treinador rubro-negro terá todos os atletas do elenco à disposição. A expectativa é para a manutenção do esquema montado para o jogo contra o Fluminense, no último domingo (13), com André, Hernane e Maikon Leite no ataque.

A única novidade será o retorno do lateral-esquerdo Renê, na vaga de Danilo, autor do gol da vitória contra o Fluminense. Após cumprir suspensão contra a equipe carioca, o prata da casa deverá retomar a titularidade.

JOINVILLE

Além da má fase, o Joinville não terá quatro quatro desfalques para o duelo contra o Sport. Naldo, Anselmo, Diego e Eusébio, todos machucados, estão vetados. A grande novidade será a volta de Marcelinho Paraíba, ex-meia do Sport, desta vez na função de atacante.

FICHA TÉCNICA

SPORT

Danilo Fernandes; Ferrugem, Matheus Ferraz, Durval e Renê; Rithely, Marlone e Diego Souza; Maikon Leite, André e Hernane. Técnico: Eduardo Baptista.

JOINVILLE

Agenor; Mario Sérgio, Bruno Aguiar, Guti e Rogério; Edson Ratinho e Kadu; Edigar Junio, Lucas Crispim e William Popp; Marcelinho Paraíba. Técnico: PC Gusmão. Local: Arena Joinville. Horário: 19h30. Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG). Assistentes: Márcio Eustáquio Santiago e Marcus Vínícius Gomes (ambos de MG).

Santa Cruz terá primeiro grande teste com Canindé contra o Joinville

Foto: Diego Nigro/JC Imagem – Autor: Thiago Wagner

Contratado como esperança de sucesso do Santa Cruz nesta reta final na Série B, o técnico Oliveira Canindé até que começou bem a jornada nos corais. Conseguiu duas vitórias em três jogos com apenas um gol sofrido. Só que o primeiro grande teste do treinador coral será contra o Joinville, nesta terça-feira, na Arena Joinville, em Santa Cruz, pela 28ª rodada da Segundona. Bater os catarinenses pode trazer muita moral para os tricolores no sonho de ainda buscar o acesso na Segundona.

Joinville quer se recuperar, enquanto o Santa Cruz busca segunda vitória seguida

O duelo entre pernambucanos e catarinenses marca desejos diferentes que vão além da classificação dos dois times, quarto e nono colocados respectivamente. O JEC vem de três jogos sem vencer e precisa encontrar a recuperação na Série B, enquanto que o Santa Cruz deseja emplacar a segunda vitória seguida na Era Canindé.  Os corais contam com o desfalque de Tony, suspenso pelo terceiro amarelo. Nininho vai entrar no lugar dele.

Quem pode decidir

Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem

Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem

Léo Gamalho.  O atacante do Santa Cruz pode não estar na briga pela artilharia da Série B, os nove gols ainda estão longe dos 17 do líder Magno Alves, do Ceará, mas ainda assim é a principal esperança de gols dos tricolores no duelo com o Joinville. Dos pés dele podem vir a vitória.

Fique de olho

Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem

Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem

Wescley. O meia coral é responsável não só pela articulação das principais jogadas da equipe como também por alguns gols. Com seis gols na Série B, é uma alternativa caso Léo Gamalho esteja bem marcado. Pode ser o elemento surpresa que o Santa Cruz precisa.

Palavra do treinador

“Sei que é momento de mostrarmos que somos capazes. Embora o Joinville não vença há três jogos, é um adversário complicado. É o melhor mandante da Série B e sério candidato a subir”, disse o técnico Oliveira Canindé já prevendo dificuldades.

A ameaça

Foto: Alexandre Gondim / JC Imagem

Foto: Alexandre Gondim / JC Imagem

Edigar Junio Se o Santa Cruz tem a própria fonte de gols, o mesmo pode ser dito do Joinville. Nesse caso, ela atende por Edigar Junio. O atacante fez 5 gols na Série B e é uma ameaça para a meta de Tiago Cardoso. O Náutico já provou do veneno jogador dos catarinenses na Arena Pernambuco quando sofreu dois gols.

FICHA DA PARTIDA – JOINVILLE X SANTA CRUZ

Joinville: Ivan; Edson Ratinho, Bruno Aguiar, Guti e Rogério; Naldo, Anselmo, Everton e Marcelo Costa; Fabinho e Edigar Junio. Técnico: Hemerson Maria

Santa Cruz: Tiago Cardoso; Nininho, Everton Sena, Renan Fonseca e Tiago Costa; Bileu, Sandro Manoel, Danilo Pires e Wescley; Keno e Léo Gamalho. Técnico: Oliveira Canindé.

Série B (28ª rodada). Local: Arena Joinville, Joinville (SC). Árbitro: Andre Luiz de Freitas Castro (GO).  Assistentes: Cristhian Passos Sorence (GO) e Jesmar Benedito Miranda de Paula (GO).