Arena Pernam

Náutico e Salgueiro prometem duelo emocionante por vaga na final do Estadual

Autor: Marcelo Cavalcante

Náutico e Salgueiro voltam a se enfrentar na Arena Pernambuco, valendo vaga na final do Pernambucano/Jefferson Marques/SG10.com.br

Se pretende ir à final do Pernambucano Coca-Cola 2014, o Náutico terá que partir para cima do Salgueiro, e vencer o confronto deste sábado, na Arena Pernambuco, às 18h30. Mas, por conta do regulamento,  o triunfo nos 90 minutos não basta.  Não importa o placar. Mesmo se o Timbu devolver a derrota por 2×0, aplicar uma sonora goleada ou uma magra vitória por 1×0,  o finalista será conhecido dpeois das cobranças de pênaltis. Ou seja, promessa de muita emoção para torcedores alvirrubros e do Carcará.

Diante da necessidade de vitória, o técnico Lisca cobrou muito empenho dos seus jogadores durante a semana. Especialmente na movimentação da sexta-feira, quando fechou as portas do treino para a imprensa e comandou um trabalho tático e de posicionamento. Apesar disso, Lisca não fez mistério sobre a escalação do time.

No início da noite da sexta-feira, o treinado já confirmou a equipe titular. As novidades na equipe são o retorno dos laterais João Ananias e Raí, este último recuperado da lesão muscular. Na zaga, Leonardo Luiz terá como parceiro o jovem Flávio. Zé Mário, um dos principais atletas da equipe, volta a atuar no meio de campo, junto a Marcos Vinícius. Por fim, a dupla de ataque será formada agora por Paulo Júnior e Marcelinho.

O time tem consciência de que enfrentar um adversário fechadinho na defesa, já que o empate favorece ao Salgueiro. O Náutico vai precisar de calma para encontrar espaço nesse bloqueio e ainda ter equilíbrio na hora das cobranças de pênaltis. No meio da semana, o Timbu já viveu essa experiência, na Arena. Contra o Sergipe, pela Copa do Brasil, o Náutico venceu a partida por 1×0 garantiu a classificação nos pênaltis. A torcida espera que o time repita a dose.

Náutico e Salgueiro já se enfrentaram três vezes na competição. No primeiro confronto, na Arena Pernambuco, ocorreu a surpreendente vitória do Carcará por 2×0. No returno, o Náutico deu o troco e ganhou por 3×1 no Cornélio de Barros. Domingo passado, nova vitória do Salgueiro, dessa vez em casa, por 2×0. Diante da rivalidade, os alvirrubros sabem que não será fácil o quarto confronto entre as equipes. “Agora é outro jogo, outra situação. Precisamos ter calma e equilíbrio. A equipe do Salgueiro é qualificada e tem um histórico positivo contra o Náutico e por isso precisa ser respeitada”, disse Lisca.

Salgueiro

O clima no Carcará é de muita confiança para o duelo contra o Náutico. Para garantir vaga na final do Pernambucano, o time só precisa de um empate. Mas, sabendo que não terá uma missão fácil, o técnico Cícero Monteiro resolveu adotar o mistério, não divulgando o time titular que encara o Náutico.

“O time que colocarei em campo já está definido. Devo mudar umas quatro posições, mas só vou dizer a escalação momentos antes do jogo”, afirmou Cícero Monteiro. O treinador tem todos os jogadores à disposição. O atacante Fabrício Ceará, que ficou fora do primeiro jogo porque estava contundido, deve aparecer no time. Resta saber se ele vai sacar Everton ou Kadu, os autores dos gols da vitória da equipe sobre o Náutico, no Cornélio de Barros.

Ficha técnica

Náutico
Alessandro; João Ananias, Leonardo Luiz, Flávio e Raí; Elicarlos, Yuri Naves, Zé Mário e Marcos Vinícius; Paulo Júnior e Marcelinho. Técnico: Lisca.

Salgueiro
Luciano; Marcos Tamandaré, Aylton Alemão, Ricardo Braz e Pery; Pio, Moreilândia, Valdeir e Anderson Paraíba; Kanu e Everton (Fabrício Ceará).  Técnico: Cícero Souza.

Local: Arena Pernambuco. Horário: 18h30. Árbitro: Emerson Sobral. Assistentes: Ricardo Chianca e Wlademir Lins.  Ingressos: de R$ 15 a R$ 120.