Atlético-GO 2×3 Santa Cruz

SANTA CRUZ VENCE E ESTRAGA SONHO DO ATLÉTICO/GO

Por: Leonardo Albertim

Em clima de despedida, o Santa Cruz entrou em campo pela 38° rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. A partida, que aconteceu no Serra Dourada, diante do Atlético/GO, foi dividida por duas situações diferentes. Enquanto os goianos sonhavam com o acesso, os pernambucanos apenas cumpriam tabela para entrar de férias.

Mesmo sem almejar nada no campeonato, o Santa Cruz não amoleceu e complicou a vida dos donos da casa. Após sair atrás no placar, os pernambucanos conseguiram virar o marcador com dois gols de Léo Gamalho. Mas o que parecia decidido, mudou. O Atlético/GO conseguiu fazer empatar nos minutos finais e se mandou ao ataque querendo virar. Mas Emerson Santos aproveitou um contra ataque e fez o terceiro dos visitantes.

Com a vitória por 3×2, o Santa Cruz alcançou os 55 pontos na tabela de classificação e terminou a Série B na 9° colocação. Joinville, Ponte Preta, Vasco e Avaí foram os quatro primeiros colocados e conseguiram o acesso à Série A.

TIME – Com muitos atletas já deixando o clube, Oliveira Canindé – que também não permanece -, comandou seu último jogo na beira do gramado. Sem poder contar com algumas peças por lesões, além de Alemão que foi vetado por problemas jurídicos, o treinador tentou repetir a escalação. As únicas novidades ficam no sistema defensivo. Fred assumiu o posto de titular com a lesão de Tiago Cardoso.

O Santa Cruz entrou em campo com a seguinte formação: Fred, Tony, Marllon, Renan Fonseca, Tiago Costa; Alberto, Sandro Manoel, Bileu, Wescley; Keno e Léo Gamalho.

O JOGO – Com a bola rolando, o Atlético/GO lutava contra o tempo para tentar abrir o placar. E a tranquilidade que o Santa Cruz demonstrava em campo irritava os jogadores goianos e deixam o torcedor impaciente.
Poucas chances foram criadas na primeira etapa. No seu último jogo na área técnica, Oliveira Canindé parecia mais calmo do que os demais jogos, onde se destacou pela movimentação e gritos de apoio aos jogadores. Com três volantes, O Santa Cruz buscava manter a posse de bola no meio de campo e explorar a velocidade do atacante Keno. Mas faltou criatividade.

Pelo lado dos pernambucanos, a melhor chance aconteceu aos 23 minutos. E foi em uma bola parada. Estreando como titular, Alberto cobrou uma falta da intermediária com perfeição. A bola parecia entrar, mas explodiu na trave no goleiro Márcio, que já estava batido no lance.

O Atlético/GO respondeu em seguida. Explorando muito as jogadas pelas laterais, com cruzamentos na área, Jorginho aproveitou de cochilo do sistema defensivo coral aos 31 minutos e mandou de cabeça. Mas a bola passou por cima da trave do goleiro Fred.

SEGUNDO TEMPO – Restavam 45 minutos para o Atlético/GO decidir seu futuro na Série B. E não demorou muito para a torcida comemorar. Com 2 minutos da etapa final, Caíque recebeu um lindo lançamento dentro da área, pegou a zaga do Santa Cruz desprevenida e ajeitou de cabeça para Junior Viçosa, o atacante só teve o trabalho de empurrar para as redes e abrir o placar no Serra Dourada. Gol que colocava os goianos dentro do grupo de acesso.

E o tricolor não amoleceu na partida. Com 8 minutos brilhou a estrela de Léo Gamalho. Keno recebeu dentro da área, não foi fominha e serviu com classe o camisa 9 tricolor, que só encostou para o fundo do gol.
E quase pintava gol de goleiro. Aos 11 minutos, Márcio saiu da sua meta para cobrar uma falta na entrada da área. A bola passou muito perto da trave de Fred, goleiro do Santa.

Mas foi o artilheiro coral que novamente apareceu no jogo.  Aos 15 minutos, Keno ficou de frente com Márcio, tentou achar o canto do goleiro, que fez ótima defesa, mas a bola sobrou no pé do camisa 9 tricolor, que empurrou novamente para o gol e virou o placar no Serra Dourada. Foi o 32° gol dele na temporada.

O técnico do Atlético/GO não via outra alternativa e resolveu colocar dois atacantes em campo, deixando sua equipe muito ofensiva. Com muito espaço no gramado, o Santa Cruz explora os contra golpes na velocidade de Keno e pivô de Léo Gamalho.

A rodada na Série B seguia emocionante. Todos os times que brigavam pelo acesso chegaram a figurar, mesmo que por pouco tempo, dentro do grupo de acesso.
A torcida goiana ficava a cada minuto mais impaciente com os jogadores. O que refletia dentro de campo. O time de Wagner Lopes partiu para o desespero e necessitava da virada para ainda sonhar com a Série A.

E o empate aconteceu aos 44 minutos. Após bobeira do sistema defensivo do Santa, em mais uma bola na área, Josimar escorou e reacendeu a esperança do torcedor atleticano.

Mas não durou muito tempo.Desesperados para conseguir o terceiro gol e entrar no G4, os contra golpes do Santa Cruz se tornaram perigosos. E Emerson Santos soube aproveitar. O meia, que entrou na etapa final, fez fila, tirou três marcadores atleticanos e finalizou na saída de Márcio, fazendo o terceiro gol tricolor.

Com a vitória por 3×2, o Santa terminou a Série B na 9° colocação, com 55 pontos ganhos. Todo elenco entra de férias e retoma as atividades apenas em 2015.