Banco Central

Conheça as moedas comemorativas dos Jogos do Rio 2016

O Conselho Monetário Nacional (CMN) aprovou na quinta-feira (30.01) o lançamento das moedas comemorativas dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos do Rio de Janeiro 2016. No total, serão 36 moedas — quatro de ouro, 16 de prata e 16 bimetálicas (moedas de R$ 1 de circulação comum).

As moedas serão lançadas aos poucos. Cada lote terá quatro moedas bimetálicas, quatro de prata e uma de ouro. As primeiras entram em circulação em agosto deste ano. As demais chegam em fevereiro de 2015, agosto de 2015 e fevereiro de 2016.

O projeto das moedas foi desenvolvido pelo Banco Central, pela Casa da Moeda e com suporte técnico do Comitê Organizador dos Jogos do Rio 2016.

Confira cada uma das moedas que serão lançadas:

 

 

 

 

 

 

Fonte: Banco Central

Banco Central lança moedas comemorativas da Copa do Mundo e pretende arrecadar R$ 20 milhões

Fonte: Portal da Copa

Os torcedores que quiserem guardar uma lembrança valiosa da Copa do Mundo já podem adquirir as moedas comemorativas do torneio deste ano, lançadas nesta quarta-feira (29.01) pelo Banco Central do Brasil. A série é composta por nove modelos, sendo seis de cupro-níquel, com o valor de R$ 30 cada, duas de prata, ao preço de R$ 190 a unidade, e uma de ouro, cujo preço é de R$ 1.190.

Os interessados podem adquirir os produtos em uma das dez representações regionais do BC. Nestes locais, o pagamento só poderá ser feito em dinheiro. Os modelos também podem ser comprados pelo site do Banco do Brasil, com pagamento via boleto bancário ou, se o comprador for correntista do banco, por meio de débito em conta.

» Visite o site do Banco do Brasil

Fotos: Paulino Menezes/ Portal da Copa

Fotos: Paulino Menezes/ Portal da Copa#Moeda de ouro retrata taça da Copa e gol (à esq.) e modelo de prata homenageando as 12 sedes (dir.)

Moeda de ouro retrata taça da Copa e gol (à esq.) e modelo de prata homenageando as 12 sedes (dir.)

O Banco Central pretende arrecadar cerca de R$ 20 milhões com a venda total das moedas, limitadas a uma tiragem de 165 mil unidades. Serão cinco mil de ouro, 20 mil de cada modelo de prata e outros 20 mil para cada modelo de cupro-níquel, como informou João Sidney de Figueiredo Filho, chefe do departamento de meio circulante do Banco Central.

“As tiragens são limitadas. As peças vão ter certa raridade com o passar do tempo, mas é justamente isso que caracteriza as moedas comemorativas. A nossa expectativa é da venda completa das moedas, pois há um interesse nacional e também internacional. Parte delas estão sendo exportadas e o interesse do colecionismo no exterior, ainda mais sobre este evento, é muito grande”, destacou.

» Veja detalhes de todas as moedas

A inovação da edição especial, segundo Figueiredo, fica por conta da série de cuproníquel. A partir de março, os seis modelos de cuproníquel serão vendidos em uma cartela, ao custo de R$ 130. “Vale a pena ressaltar, todo país que recebe a Copa do Mundo costuma fazer moedas comemorativas, a grande novidade é a série de cupro-níquel que homenageia as principais jogadas do futebol e tem um preço acessível”.

A moeda de ouro fará alusão à taça da Copa do Mundo e ao momento do gol. Uma das moedas de prata apresentará a mascote oficial da Copa, o tatu-bola Fuleco, enquanto a outra trará uma homenagem às doze cidades-sede da competição. O Banco Central pagará à FIFA 10% de royalties por unidade vendida.

 Coleção de Moedas Comemorativas da Copa