Basquete Feminino

Sport dá troco e vence Maranhão pela LBF

Felipe Bueno – Especial para o Diario de Pernambuco

 Em dois anos de Liga de Basquete Feminino (LBF), apenas um adversário foi capaz de bater o Sport nas quadras. Em 24 de janeiro deste ano, o Leão foi até o ginásio Castelinho, São Luís, para enfrentar o Maranhão. Perdeu por 68 a 66, apenas dois pontos que quebraram a invencibilidade rubro-negra. Neste sábado, as duas equipes voltaram a se enfrentar pela nona semana de confrontos da Liga – desta vez, na ainda imbatível Ilha do Retiro. E o tabu no Recife se manteve. Em um jogo equilibrado, as leoas se mantiveram à frente do placar durante toda a partida e recuperaram a liderança da LBF: 67 a 61 para o clube pernambucano.


O duelo começou com o Maranhão marcando a primeira cesta, mas esta foi a única vez que as visitantes ficaram em vantagem. Rapidamente, o Sport virou o placar com uma boa sequência da pivô Érika, que alavancou a vantagem do Leão no primeiro quarto. Ambas as equipes cometiam erros simples, entre passes e arremessos precipitados, mas as rubro-negras conseguiram abrir uma vantagem confortável: 21 a 11 antes do primeiro intervalo. Outro destaque foi Palmira, que contribuiu para a soma leonina com jogadas individuais e um chute de três pontos convertido.

Atrás no placar, as maranhenses foram para cima das pernambucanas, mas pecaram: cometeram muitos erros e não conseguiram reduzir a vantagem das anfitriãs nos primeiros minutos. Contudo, o time do Sport pareceu se acomodar com a contagem favorável e também passou a cometer falhas. Em um contra-ataque, a americana Tiffany chegou a receber uma bolada no rosto por desatenção – poderia ter saído mais caro. Ao fim do primeiro tempo da partida, as leoas tinham apenas três pontos à frente. Um disputado 30 a 27.

A perda de terreno em quadra parece ter sido a tônica da conversa das jogadoras com o técnico leonino Roberto Dornelas durante o intervalo. De volta ao palco do Marcelino Lopes, o Sport investiu no ataque e deu passo largo rumo à vitória. Faltando apenas um quarto para o fim do jogo, o Leão somava 48 pontos contra 38 do Maranhão: a diferença confortável havia sido reestabelecida. E foi este trunfo que salvou o clube do Recife do sprint final das maranhenses. Correndo com 12 pontos a menos, as visitantes reduziram a vantagem para apenas três nos segundos finais. Depois da comissão técnica do Maranhão, agora era a vez da torcida presente na Ilha do Retiro ficar aflita.

A estratégia do técnico Antônio Carlos Barbosa nos últimos 23 segundos foi clara: suas comandadas forçavam as faltas a todo momento para recuperar rapidamente a posse de bola. Porém, o pecado maranhense desta vez foi o desperdício de lances livres. O Sport, pelo contrário, convertia os seus e, ainda, dava um show nos arremessos além da linha dos três pontos. Fim de jogo: 67 a 61 para as donas da casa.

O próximo adversário do Sport é o Ourinhos, única equipe além do Leão a conquistar uma edição da LBF de maneira invicta. Este ano, todavia, as paulistas ocupam apenas a quinta colocação, com cinco vitórias em dez jogos. Já as leoas são líderes com nove triunfos. A partida será realizada às 20h (horário do Recife) da próxima segunda-feira, também no ginásio Marcelino Lopes, Ilha do Retiro.

No retorno da LBF, Sport domina Santo André com facilidade em Recife

Por 

No jogo de abertura da 4ª semana da Liga de Basquete Feminino, que marcou o retorno da competição após a pausa para as festas de fim de ano, o Sport dominou o Santo André no Ginásio Marcelino Lopes, em Recife, nesta sexta-feira, e levou a melhor pelo placar de 82 a 62. As atuais campeãs estão na liderança da competição, com 100% de aproveitamento em três partidas jogadas.

– Todo o time foi muito bem. Acredito que estamos crescendo a cada jogo e isso é importante. Aproveitamos também para rodar todo o time. Todas entraram em quadra, e o ritmo não diminuiu. Isso mostra maturidade, o que vamos precisar até o final da LBF – comentou o técnico do Sport, Roberto Dornelas.

Apesar da derrota, o Santo André teve a cestinha da partida. Jaqueline anotou 20 pontos, um a mais que Tiffany, do Sport. Nadia, também do time pernambucano, se destacou com um duplo-duplo de 10 pontos e 10 rebotes.

Na próxima rodada, o Sport pega o Brasília no dia 20 de janeiro, em Recife. Dois dias depois, o Santo André recebe o Americana, atual vice-campeão da LBF.