Brasil 10×1 Argentina

Soberano, Brasil goleia a Argentina e leva 10º título invicto da Copa América

Por 

Quando assumiu o comando da seleção brasileira, há mais de um ano, Júnior Negão prometeu recuperar o bom futebol e o poder ofensivo, que sempre foram marcas do país, pioneiro nas areias. E a renovação surtiu efeito. Com a mescla de experiência e juventude, o treinador voltou a colocar o Brasil no topo, após aconquista da Copa das Nações. Soberana na Praia de Boa Viagem, em Recife, a equipe canarinho teve uma prova de fogo para confirmar a sua hegemonia na Copa América: superar a Argentina, sua grande rival, seja nas praias, nos gramados ou nas quadras. Após um início equilibrado, o time deslanchou no segundo período e goleou os hermanos por incríveis 10 a 1, conquistando o seu 10º título invicto. Bokinha (2), Rafinha (2), Souza, Mão, Lucão, Sidney, Mauricinho e Datinha anotaram os gols da vitória, enquanto Sirico descontou para os adversários, de pênalti. 

– O destaque do Brasil foi a coletividade. Estamos falando há um tempo que precisamos renovar e colocar a garotada que era coadjuvante para o papel principal. Eles jogaram muito bem e deram uma luz para nós. Estamos no caminho certo e podemos ser campeões na Copa do Mundo de 2015. Temos que mesclar os garotos com os mais velhos, mas o mais importante é que a gente voltou a jogar como Brasil. Quando entrei aqui, a seleção estava meio desanimada, perdia para qualquer um, e voltamos a atacar, voltando a fazer gols – analisou o Júnior Negão, em entrevista para o Esporte Espetacular.

Na preliminar, o México derrotou El Salvador por 5 a 4 e completou o pódio. Revelação do Vasco da Gama e artilheiro da Copa América, com seis gols, Bokinha foi eleito o melhor jogador. “Muralha” do Corinthians, Mão foi o melhor goleiro.

O jogo

O Brasil ditou o ritmo da partida, mas perdeu boas chances de abrir o placar no início, em um chute e uma cabeçada na trave de Bruno Xavier, um chute cruzado de Datinha e uma bomba de Lucão. Os argentinos reforçaram a marcação e levavam perigo em contra-ataques e jogadas de bola parada. No último minuto do primeiro período, a equipe canarinho aumentou a pressão e os rivais diminuíram os espaços. Os brasileiros falharam nas finalizações, em um dia inspirado do goleiro Cortez.

Brasil: seleção brasileira de futebol de areia vence México por 10 a 1 e conquista 10º título invicto da Copa América (Foto: Armando Artoni)
Lucão, Bruno Xavier, Datinha e Daniel vibram muito após o 10º título invicto da Copa América (Foto: Armando Artoni)

O time comandado por Júnior Negão precisou de apenas 14 segundos para balançar a rede no segundo período. O artilheiro Bokinha fez linda jogada individual, deu um giro e bateu forte – a bola espirrou no “montinho-artilheiro” e traiu Cortez. No contra-ataque, o jovem arriscou outro chute e a bola arrancou tinta do travessão. No rebote, Sousa, do Flamengo, ampliou, de canhota: 2 a 0. Franceschini respondeu com um chute forte, mas Mão afastou o perigo com a ponta dos dedos. Aos quatro, o goleiro brasileiro anotou o terceiro e abraçou Bruno Xavier, eleito o melhor jogador do mundo.

A seleção brasileira seguiu pressionado e, depois de passe na medida de Mauricinho, Rafinha marcou um golaço. Após bela jogada de Filipe, Lucão emendou cruzamento e marcou de cabeça. Bruno Xavier acertou bola na trave e, na sobra, Bokinha encheu o pé: 6 a 0. A torcida foi ao delírio e começou a gritar “É campeão!”. No fim, Sidney bateu de chapa com o pé direito, após tabelinha com Lucão, ampliando: 7 a 0. Outro destaque da nova geração, Mauricinho também deixou sua marca. Rafinha acertou um tiro de canhão: 9 a 0. No último minuto, Sirico descontou, de pênalti. Após aplicar um chapéu em Sirico, Datinha bateu de primeira para selar a vitória por 10 a 1 e manter a escrita.

Confira a programação completa da Copa América:

Sexta-feira – 3 de janeiro

11h30 – Argentina 4 x 1 México (SporTV)
12h30 – Jogo 2 – El Salvador 1 x 6 Brasil (SporTV)

Sábado – 4 de janeiro

10h45 – Argentina 3 x 1 El Salvador (SporTV)
12h – Brasil 10 x 1 México (SporTV)

Domingo – 5 de janeiro

8h30 – México 5 x 4 El Salvador
10h15 – Brasil 10 x 1 Argentina (TV Globo)