Campeonato do Nordeste 2014

Com lembranças do último confronto, Sport e Santa Cruz voltam a duelar na Ilha do Retiro

Clássico desta quarta-feira vale pela Copa do Nordeste. Foto: Guga Matos/JC Imagem

Autor: Thiago Wagner

Quando Sport e Santa Cruz entrarem no gramado da Ilha do Retiro, nesta quarta-feira, às 22h, pelo primeiro jogo da semifinal da Copa do Nordeste, terão em comum, além do desejo de vitória, a lembrança. Pelo lado dos rubro-negros, a recordação de como fazer para bater bem o rival novamente, como feito na semana passada, quando venceu o Tricolor por 3×0. Enquanto do lado coral, fica a memória de como não atuar se não quiser sair derrotado mais uma vez. Mesmos sentimentos só que manifestados em sentidos diferentes, algo natural visto que dificilmente há algo em que leoninos e corais convergem. Isso é Clássico das Multidões.

Com a boa lembrança do último confronto em mente, o Sport vem praticamente com o mesmo time que venceu o Santa Cruz na semana anterior. Tem apenas o desfalque do lateral-esquerdo Renê, suspenso com o terceiro cartão amarelo. Em seu lugar entrar´´a Danilo, que já atuou inclusive no fim de semana, quando o Leão bateu o Central, pelo Estadual. O restante da equipe é repeteco do último clássico.

Com essa sequência no onze inicial, o técnico Eduardo Baptista também espera uma repetição de atitude do grupo. Deseja ver o mesmo tipo de marcação imposta ao rival no duelo recente e muita intensidade de jogo.

Equipe de Felipe Azevedo quer repetir dose do último jogo entre as duas equipes. Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem

Equipe de Felipe Azevedo quer repetir dose do último jogo entre as duas equipes. Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem

“Em um jogo contra o Santa Cruz temos que estar ligados e altamente concentrados. O treinador deles é um estrategista. Tem que ter atenção do massagista ao Felipe Azevedo”, disse Baptista dando o tom de como quer ver seu time no gramado.

Um fator, no entanto, pode alterar a postura rubro-negra: o regulamento do Nordestão, que premia o gol fora de casa. Por conta disso, Eduardo destaca que a marcação deve ser mais forte. “Amanhã é o primeiro tempo do duelo. Não tomar gols é o importante”.

Justamente se apegando ao regulamento, o Santa Cruz deseja dar o troco no Leão. Os corais não digeriram bem a derrota por 3×0 e planejam dar uma resposta aos críticos. Para isso, mudanças em relação ao time que saiu derrotado da Ilha do Retiro. Nininho será improvisado na lateral esquerda no lugar do jovem Patrick. Além disso, o meia Raul cederá vaga para Renatinho. As duas alterações já foram testadas pelo técnico Vica na goleada por 7×0 sobre o Salgueiro, no último domingo, pelo Pernambucano.

Santa de Léo Gamalho quer dar o troco no Leão. Foto / Guga Matos / JC Imagem

Santa de Léo Gamalho quer dar o troco no Leão. Foto / Guga Matos / JC Imagem

“A gente espera uma postura deles mais ou menos parecida com aquela que tiveram contra a gente no outro jogo. Nós é que temos que ter uma atitude diferente para ter outro resultado”, afirmou o comandante tricolor.

Apesar de algumas mexidas no time, o treinador não considera que faltou vontade ao grupo na derrota sofrida. Segundo ele, foi mais uma má jornada provocada pela falta de concentração, que não pode faltar nesta quarta. “Tem vezes que acontece de entrar com falta de concentração. E quando enfrenta uma equipe mais qualificada como é o Sport se paga caro”.

Outra arma do técnico é pouco de mistério. No treinamento desta terça, Vica fechou os portões do Arruda e não deixou ninguém observar a movimentação. Possivelmente planeja algo novo para tentar surpreender os leoninos.

FICHA DA PARTIDA – SPORT X SANTA CRUZ

Sport: Magrão;Patric, Ferron, Durval e Danilo; Ewerton Páscoa, Rodrigo Mancha e Aílton; Felipe Azevedo, Ananias e Neto Baiano. Técnico: Eduardo Baptista.

Santa Cruz: Tiago Cardoso; Oziel, Everton Sena, Renan Oliveira e Nininho; Sandro Manoel, Luciano Sorriso, Carlos Alberto e Renatinho; Flávio Caça-Rato e Léo Gamalho. Técnico: Vica.

Copa do Nordeste. Local: Ilha do Retiro, Recife (PE). Horário: quarta-feira, às 22h. Árbitro: Gilberto Castro Júnior (PE). Auxiliares: Elan Vieira e Clóvis Amaral (ambos de PE).

Náutico quer reencontrar a vitória diante do Botaofogo-PB

Técnico Lisca pode fazer alterações na equipe. Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem

Por Blog do Torcedor

Somente a vitória pode trazer a tranquilidade depois da derrota no clássico contra o Sport, na última rodada da Copa Nordeste. Esse é o sentimento do Náutico para a partida contra o Botafogo-PB, nesta terça-feira, no Almeidão, em João Pessoa. O Timbu precisa da vitória não só para manter boas as chances de classificação para a próxima fase – é o terceiro do Grupo D com quatro pontos -, mas também para encontrar a paz com a torcida novamente. É vencer ou vencer.

Manter a tranquilidade será um verdadeiro desafio para os alvirrubros. Principalmente após a discussão entre o técnico Lisca o atacante Marcelinho nos vestiários do pós-clássico. A direção garante que tudo está resolvido, mas será interessante observar o comportamento dos jogadores do Náutico no gramado.

Além da pressão pelos resultados, o Alvirrubro tem o desgaste físico como adversário. O duelo com os paraibanos deveria ocorrer na semana passada, pela terceira rodada, mas foi cancelado por conta da briga entre a Justiça da Paraíba e a Confederação Brasileira de Futebol por causa do local do confronto. A CBF havia transferido o jogo para o Nazarenão, em Goianinha, no Rio Grande do Norte, mas teve que ceder e aceitar a partida em João Pessoa. Por conta disso, o Náutico vai encarar uma verdadeira maratona de jogos nesta semana. Este é o segundo compromisso de uma sequência de quatro em oito dias.

Para esta partida, a equipe do Náutico deve vir com alterações. Uma delas é saída do goleiro Gideão da meta depois da falha contra o Leão. Alessandro deve ser o titular. Se escolhido será a estreia do arqueiro, que foi contratado neste início de temporada.

O restante da equipe também não está confirmado. Há a possibilidade de Lisca fazer alterações, principalmente no meio de campo. O treinador, porém, não deu pistas soobre o time, que só deve ser confirmado nesta terça-feira.

BOTAFOGO-PB – 
Em último na chave com apenas três pontos, o Belo ainda alimenta chances de classificação para  próxima fase – precisa vencer os dois jogos restantes. Para este jogo, o técnico Marcelo Vilar tem praticamente todo o elenco disponível. Apenas o zagueiro André Lima continua em tratamento na coxa esquerda e é dúvida.

FICHA DA PARTIDA – BOTAFOGO-PB X NÁUTICO

Botafogo-PB – Genivaldo; Everton, Magno, José Antônio e Pio; Peu, Hércules, Lenilson e Frontini; Cilico e Rafael Aidar. Técnico: Marcelo Villar.

Náutico – Alessandro; João Ananias (Helder Maurílio), William Alves, Flávio e Gerley; Possebon (Marcos Vinícius), Elicarlos, Yuri, Pedro Carmona e Zé Mário; Hugo. Técnico: Lisca.

Copa do Nordeste. Local: Almeidão, João Pessoa (PB). Horário: 19h. Árbitro: Suelson Diorgenes de França (RN). Auxiliares: Ubiratan Bruno Viana e Francisco Jaílson (ambos do RN).