CSA

CSA bate Náutico pela Copa do Nordeste

Ficha técnica

CSA 3

Marcelo Carné; Cedri, Wellington, Marcel e Geovane (Werley); Giva, Diego Renan e Rolin (Willian); Osvaldo (Bruno Mota), Didira (Luiz Henrique) e Dalberto (Felipe Augusto). Técnico: Mozart

Náutico 1

Lucas Perri; Hereda (Thassio), Camutanga, Rafael Ribeiro (Carlão) e Júnior Tavares; Djavan (Richard Franco), Rhaldney e Jean Carlos; Ewandro (Wagninho), Leandro Carvalho e Robinho (Carpina). Técnico interino: Marcelo Rocha

Local: Rei Pelé (Maceió/AL)

Árbitro: Pablo Ramon Goncalves Pinheiro (RN). Assistentes: Flavio Gomes Barroca e Joao Henrique Queiroz da Silva (ambos do RN)

Gols: Marcel (aos 5 do 1ºT), Giva (aos 7 do 1ºT), Geovane (aos 19 do 1ºT), Carpina (aos 34 do 2ºT)

Cartões amarelos: Wellington, Luiz Henrique, Willian (C); Rafael Ribeiro, Jean Carlos (N)

Cartões vermelhos: Wellington (C); Leandro Carvalho

Juntos no mesmo grupo, Santa Cruz e Náutico protestam contra possibilidade de vaga do Ceará

João de Andrade Neto /

João Pessoa – Tricolores e alvirrubros não esconderam o descontentamento com o sorteio dos Grupos da Copa do Nordeste 2017. Não apenas pelo fato de terem que se enfrentar logo na primeira fase, já que estão juntos na chave A. O maior motivo da insatisfação dos diretores de Santa Cruz e Náutico presentes ao evento foi a indefinição do segundo representante do Ceará na competição e que também caiu no Grupo, assim como o Campinense, campeão em 2013 e vice este ano.

Inicialmente, a vaga seria do Uniclinic, vice-campeão cearense, mas que abriu mão de participar do torneio alegando “problemas financeiros”. Mesmo argumento usado por Guarany de Sobral e Guarani de Juazeiro, que pela ordem, teriam direito à vaga em aberto e também refutaram. Assim, o Ceará deve ser o representante, o que tornaria a Grupo A como o “da morte”.

A alegação de tricolores e alvirrubros é pela distorção de forças nas chaves. Isso porque, se fosse incluído no sorteio, o Ceará estaria no pote dos cabeças de chave, por conta do ranking da CBF. Mas caso herde a vaga, entrará como representante do pote quatro, destinado aos times de pior ranqueamento.

Antes mesmo do sorteio, o vice-presidente do Santa, Constantino Júnior, havia definido a inclusão do Ceará como uma “virada de mesa”. “A gente fica incrédulo de saber como um time que não disputa a Copa do Nordeste vai disputar o Campeonato Cearense, que não tem 10% da cota a que ele teria direito. Vamos aguardar que a CBF e a Liga do Nordeste se manifestem, mas o que a gente torce é pelo princípio da igualdade e da justiça e certamente o Uniclinic deve participar da competição”, afirmou Constantino, que, no entanto, descartou acionar a Justiça.

“Se for confirmado a entrada do Ceará é uma virada de mesa e isso não combina com a competição que tem crescido. Caímos no grupo mais difícil, sem dúvida alguma. Isso gera uma distorção já que pelo regulamento há mais chances de um time em um grupo mais fácil se classificar como segundo colocado. Não vamos levar isso para a Justiça, mas vamos protestar formalmente”, disse.

Por sua vez, o representante do Náutico no sorteio, Sérgio Lopes, adiantou que o clube irá se reunir com o departamento jurídico para saber qual posição irá tomar, caso o Ceará entre no Nordestão, em 2017. “Como é que o Uniclinic, faltando dois dias para o sorteio da competição, pede para não participar, se teve cinco meses para pedir isso?”, indagou o dirigente timbu. “O Náutico é totalmente contra esse processo. Vamos sentar coma diretoria e o jurídico e ver o que vamos fazer”, encerrou.

Confira os Grupos da Copa do Nordeste

Grupo A: Náutico,Santa Cruz, Campinense, 2º clube do Ceará (a definir)

Grupo B: Bahia, Fortaleza, Moto Club (MA), Altos (PI)

Grupo C: Sport, Sampaio Corrêa, River (PI), Juazeirense (BA)

Grupo D: ABC, CRB, CSA, Itabaiana (SE)

Grupo E: Vitória-BA, América-RN, Botafogo-PB, Sergipe

Santa Cruz e CSA duelam pela lidernança do Grupo B da Copa do Nordeste

Caça-Rato pode não figurar entre os titulares. Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem

Por Blog do Torcedor

É para manter a sequência de bons resultados. Com esse pensamento em mente, o Santa Cruz volta a campo neste sábado, às 16h (horário de Pernambuco), no Luiz Lacerda, em Caruaru, pela Copa do Nordeste. O Tricolor defende uma invencibilidade de três meses – não perde desde outubro. De lá para cá foram oito partidas sem conhecer a derrota. Logo, é importante manter o ritmo, ainda mais contra um adversário que briga pela liderança do Grupo B da competição – os alagoanos têm os mesmo quatro pontos dos corais. É mais um motivo para vencer.

Opções não faltam para o técnico Vica armar a equipe. Com praticamente todos os atletas à disposição, o comandante coral já pode se dar ao luxo de ficar na dúvida sobre quem escalar. No caso deste sábado, a indefinição ocorre no ataque, onde Renatinho, Caça-Rato e Léo Gamalho brigam por duas vagas. Léo leva vantagem e deve aparecer na equipe de cima pela primeira vez.

“Temos muitas chances do Léo começar jogando, mas não defini nada ainda. Vou ver isso momentos antes. Temos que ter coerência e ser justo”, afirmou o treinador tricolor nessa sexta-feira, no último treinamento da equipe, no Arruda.


Léo Gamalho tem chances de entrar de frente. Foto: Jamil Gomes/Santa Cruz

Se optar por Gamalho, o Santa Cruz terá pela primeira vez na temporada um jogador de referência de área. Caso contrário, Caça-Rato será sacrificado novamente em uma posição que já revelou não gostar tanto de atuar.

Independente de quem jogar, Vica vai cobrar comprometimento e atenção defensiva. Quer evitar os gols sofridos nas duas últimas partidas. “Sofremos por desatenção”.

CSA – Depois da estreia com goleada sobre o Bahia, os alagoanos ficou no empate com o Vitória da Conquista fora de casa. Para esta partida, o técnico Canindé demonstra preocupação com a rotina de jogos seguidos em curto espaço de tempo.

FICHA DA PARTIDA – SANTA CRUZ X CSA

Santa Cruz – Tiago Cardoso; Oziel, Éverton Sena, Renan Fonseca e Tiago Costa; Sandro Manoel, Luciano Sorriso, Raul, Natan e Renatinho (Caça-Rato); Caça-Rato (Léo Gamalho). Técnico: Vica.

CSA – Pantera; Mineiro, Pedro Silva, Breno e Roberto; Charles Vagner, Lucas, Jeferson Maranhense e Daniel Costa; Diego Clementino e Josimar. Técnico: Canindé.

Copa do Nordeste. Local: Luiz Lacerda, em Caruaru (PE). Horário: 16h (Pernambucano). Árbitro: Caio Max Augusto. Auxiliares: Lorival Candido das Flores e Flávio Gomes Barroca.