Engeinhão

Motivado, Santa quer adiar festa de campeão do Botafogo

Foto: André Nery/JC Imagem

Por Álvaro Filho, editor do Blog do Torcedor
com informações de Haim Ferreira, repórter da editoria de Esportes do Jornal do Commercio

Time completo, salário em dia e uma vontade do tamanho do Arruda de voltar à Série A. Dono isolado da posição que abre o G4, o Santa Cruz quer manter as coisas boas do jeito que estão, mas para isso terá que dobrar neste sábado (14), às 16h30 (do Recife), um adversário que já garantiu matematicamente o acesso e, se ainda luta por alguma coisa, é para dar a volta olímpica no Engenhão como campeão brasileiro.

O Botafogo tem 68 pontos e está na ponta da tabela. Se não vencer, pode ver o América/MG, com 63, que enfrenta o Paraná, em Curitiba, se aproximar perigosamente. O Santa está em quarto, com 58, seguido de perto pelo Sampaio Corrêa (57), que enfrenta o Bragantino (oitavo, com 54), em São Paulo. Quem também está de olho na partida no Engenhão é o Náutico (sexto, com 55), que recebe o CRB, na Arena Pernambuco, no mesmo horário.

LEIA MAIS:

>> Opinião: Paciência é arma do Santa contra o Botafogo

Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem

Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem

O SANTA CRUZ

Para colocar água no chope botafoguense, o técnico Marcelo Martelotte teve a boa notícia de poder contar novamente com o atacante Grafite, ausente no jogo contra o Oeste. Além do experiente atacante, o treinador terá à disposição outras duas peças que não participaram da vitória no Arruda, o lateral-direito Vítor e o meia João Paulo.

Como vem optando em manter a equipe com dois volantes – ainda mais atuando fora de casa -, com Bileu e Wellington César, o meia Daniel Costa, autor de (mais um) golaço de falta, volta ao banco de reservas com o retorno de João Paulo. O trio de atacantes volta a estar completo, com a saída de Bruno Moraes, composto assim por Lelê, Luisinho e Grafite.

Grafite que tem boas lembranças do Botafogo. Foi justamente contra os cariocas que o atacante reestreou pelo Santa Cruz, marcando o gol da vitória por 1×0, no Arruda.

O BOTAFOGO

O técnico Ricardo Gomes não sabe se manterá a base que atuou contra o Luverdense. O zagueiro Renan Fonseca, suspenso, será substituído por Diego Giaretta. No ataque, recuperado de lesão, o uruguaio Navarro volta.

Já Daniel Carvalho, com dores na coxa direita, e Neilton, que sente um pisão no pé direito, são dúvidas. Diego Jardel pode ocupar a vaga do primeiro e Lulinha entrar no posto do segundo.

Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem

Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem

O ÁRBITRO

Essa será a primeira vez que Heber Roberto Lopes apitará um jogo do Santa Cruz na Série B. Árbitro com mais experiência em atividade no Brasil atualmente, o paranaense de 43 anos trabalhou em apenas um jogo da segunda divisão, na última rodada, no confronto entre Bahia e ABC. Heber é conhecido pela falta de critério na marcação de faltas e aplicação de cartões.

FICHA DO JOGO

BOTAFOGO

Helton Leite; Luis Ricardo, Diego Giaretta, Roger Carvalho e Thiago Carleto; Rodrigo Lindoso, Wilian Arão, Camacho, Diego Jardel; Ronaldo e Navarro. Técnico: Ricardo Gomes.

SANTA CRUZ

Tiago Cardoso; Vitor, Alemão, Danny Morais e Allan; Wellington César, Bileu, João Paulo, Luizinho, Lelê; Grafite. Técnico: Marcelo Martelotte.

Local: Engenhão, no Rio de Janeiro. Horário: 16h30 (do Recife). Árbitro: Heber Roberto Lopes (SC/FIFA).Assistentes: Kleber Lucio Gil e Carlos Berkenbrock (ambos de SC).