Enner Valencia

Veja fotos de Honduras x Equador, na Arena da Baixada-PR

O Equador confirmou sua superioridade e venceu Honduras. Com destaque para o camisa 13, Enner Valencia, que marcou duas vezes, o time sul-americano venceu, de virada, Honduras e com 2 x 1, garantiu seus primeiros pontos no Mundial. Costly, também camisa 13, marcou o gol de honra do time da América Central.

Com gols dos camisas 13, Equador vence Honduras de virada

Enner Valencia comemora primeiro gol equatoriano na partida | Crédito: Darren Staples/REUTERS

O Equador confirmou sua superioridade e venceu Honduras. Com destaque para o camisa 13, Enner Valencia, que marcou duas vezes, o time sul-americano venceu, de virada, Honduras e com 2 x 1, garantiu seus primeiros pontos no Mundial. Costly, também camisa 13, marcou o gol de honra do time da América Central.

O primeiro tempo foi equilibrado, com o Equador um pouco melhor. Aos 30 minutos, no entanto, em boa arrancada, Costly arriscou um chute da entrada da área, marcando no canto direito do goleiro Domínguez. O gol contra acordou o Equador, que aos 33, em bom chute cruzado de Paredes, conseguiu o empate com Enner Valencia, que aproveitou e no canto direito do goleiro Valladares, marcou seu segundo gol na Copa do Mundo. Foi uma primeira etapa de alegria para os camisas 13 das equipes, que marcaram os gols no jogo, mesmo com a polêmica aos 47, em que Costly, após cabeceio no travessão, viu seu companheiro de equipe, Bengston marcar um gol – no rebote – com seu antebraço.

Na segunda etapa, o Equador seguiu melhor e se aproveitou da chance que teve. Aos 19 minutos, Enner Valencia, novamente, marcou seu terceiro gol do Mundial. Ayoví cruzou a falta e o jogador aproveitou, de cabeça, para marcar o segundo de seu time no jogo.

Com a vitória, os sul-americanos chegam aos primeiros três pontos, empatando em pontos com a Suíça. Já os hondurenhos, sem pontos, estão praticamente fora do Mundial. Equador e Honduras definem suas vidas apenas na quarta (25), na última rodada da Copa do Mundo. O sul-americanos enfrentam a França no Maracanã, no Rio de Janeiro, enquanto o time da América Central pega a Suíça, em Manaus.

Fonte: PLACAR