Fluminense 0x0 Sport

Sport empata sem gols com Fluminense no Maracanã e encerra rodada fora do Z4

Ficha do jogo

Fluminense 0
Júlio César; Igor Julião, Paulo Ricardo, Digão e Ayrton Lucas; Richard, Jadson e Marcos Júnior (Cabezas); Júnior Dutra (Daniel), Everaldo (Matheus Alessandro) e Luciano. Técnico: Marcelo Oliveira.
Sport 0
Mailson; Cláudio Winck, Ernando, Adryelson e Raul Prata; Marcão, Jair e Michel Bastos; Gabriel (Neto Moura), Hernane (Andrigo) e Mateus Gonçalves (Rogério). Técnico: Milton Mendes.
Local: Maracanã, no Rio de Janeiro
Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza (SP)
Assistentes: Alex Ang Ribeiro (SP) e Tatiane Sacilotti (Fifa/SP)
Cartões amarelos: Gabriel e Cláudio Winck (S)
Público: 12.256 pessoas
Renda: R$ 85.355

Sport controla bem o jogo e soma mais um ponto fora de casa

Autor: Wladmir Paulino

Numa partida bastante segura, o Sport controlou o jogo na maior parte do tempo e somou mais um ponto fora de casa ao empatar com o Fluminense por 0x0 na noite deste domingo (7), no Maracanã. O resultado deixou o Leão com 12 pontos, na quarta colocação na Série A do Brasileiro. O time volta a campo no próximo sábado (13), contra o Joinville, na Ilha do Retiro.

» Para Eduardo o empate foi justo

Com poucas opções para o setor ofensivo, o técnico Eduardo Baptista resolveu começar o jogo com os dois atacantes de ofício disponíveis: Maikon Leite e Mike. No entanto, Leite num posicionamento um pouco mais recuado para ajudar na marcação no corredor lateral direito. Mike e Diego Souza se revezavam na posição de centroavante. O Flumeinse também adotou uma postura parecida, com Fred isolado e uma linha de quatro atrás.

A diferença foi que o Sport adiantou um pouco mais a marcação. O Sport tinha liberdade para trocar passes até a linha divisória do gramado, mas não soube usar isso a favor. Quando a bola chegava na zona dos volantes cariocas, o passe invariavelmente saía errado. O que faltou mesmo foi criar chances de gol. Como o time pernambucano errou muito no ataque e acertou demais na marcação a partida ficou presa entre uma intermediária e outra.

O Fluminense voltou para o segundo tempo com Magno Alves no lugar de Fred e uma marcação mais agressiva. Agora, Rithely, Durval e Matheus Ferraz não tinham a mesma facilidade para organizar o jogo. A bola rondou a área leonina com mais perigo e aos dez minutos Antônio Carlos cabeceou para Danilo Fernandes evitar o gol de ponta de dedo.

Se criou problemas por um lado, por outro a nova postura dos donos da casa deixou mais espaço para os pernambucanos encaixarem os contra-ataques. E teve duas boas chances, ambas com finalização de Diego Souza. Na primeira, ele completou para fora o cruzamento de Maikon Leite. Na segunda, arrancou do meio de campo e chutou no canto esquerdo. Cavalieri mandou a escanteio.

Na reta final, Danilo Fernandes salvou o que seria a derrota do Sport ao fazer grande defesa na cabeçada de Marcos Júnior. Renê completou mandando de bico para fora.

O MELHOR
Melhor passador e desarmador do time, o volante Rithely acrescentou mais um jogo ao seu melhor momento com a camisa do Sport. Ao lado dele, seu companheiro de setor, Wendell, também fez uma partida bastante regular.

SEM ATAQUE
O Sport jogou os últimos 11 minutos do tempo regulamentar sem atacantes. O problema ofensivo ficou claro quando as melhores finalizações ficaram para um meia, Diego Souza. Nem Maikon Leite nem Mike sequer conseguiram fazer Diego Cavalieri trabalhar.

Ficha de jogo

Fluminense: Diego Cavalieri; Renato (Wellington Silva), Gum, Antônio Carlos e Giovanni; Edson, Jean, Gerson, Vinicius (Marcos Júnior) e Wagner; Fred (Magno Alves). Técnico: Enderson Moreira.

Sport: Danilo Fernandes: Samuel Xavier; Durval, Matheus Ferraz e Renê; Rithely, Wendel, Neto Moura (Régis) e Diego Souza; Mike (Danilo) e Maikon Leite (Rodrigo Mancha). Técnico: Eduardo Baptista.

Campeonato Brasileiro Série A (6° rodada). Local: Maracanã (Rio de Janeiro). Árbtitro: Paulo Roberto Alves Junior (PR). Assistentes: Ivan Carlos Bohn e Moises Aparecido de Souza (ambos do PR). Cartões amarelos: Wagner, Renê e Matheus Ferraz.